Vivendo a ética no lar: Ensinando cidadania aos filhos

Reflexões sobre a essencialidade da transmissão de princípios éticos aos filhos pelo exemplo de vida, a fim de que, sabendo discernir entre o bem e o mal, tornem-se bons cidadãos.

6,644 views   |   18 shares
  • "A educação exige os maiores cuidados, porque influi sobre toda a vida"

  • Essa citação do filósofo Sêneca, embora da época do Império Romano, é muito atual e representa um grande alerta para os pais no processo educacional de seus filhos. Educar é, acima de tudo, desenvolver cidadãos com forte consciência ética, capazes de discernir entre o bem ou o mal sem se deixar levar por interesses mesquinhos e escusos.

  • O fim da corrupção está na educação

  • "Se a educação sozinha não pode transformar a sociedade, tampouco sem ela a sociedade muda", escreveu o educador Paulo Freire. A educação, sem qualquer sombra de dúvida, é primordial para reduzir muitos dos problemas atuais, entre eles a corrupção. E não adianta se iludir, educação se faz em casa e se expande para o colégio e o contrário não é verdadeiro. Crianças bem orientadas no lar são bons alunos na escola e absorvem naturalmente os ensinamentos de forma geral. Segundo destaca a psicopedagoga Valéria Tiusso Segre na matéria "Educar tarefa da família ou da escola?", revista Na Mochila: “A missão de transmitir valores é dos pais, primeiramente. A família é a base da educação e a escola deve dar continuidade nesse processo. Escola, família e sociedade estão interligadas na tarefa de educar”.

  • Ética e cidadania

  • Grande ferramenta para combater a corrupção é despertar nas novas gerações uma cidadania positiva e ativa, além de ética social. Ninguém nasce com essas atribuições, elas são aprendidas na vida e correspondem à formação de uma natureza moral que se sobrepõe a sua natureza instintiva. Dessa forma, transmitir uma conduta ética aos filhos é orientá-los por princípios e convicções que os conduzam à cidadania plena. Conhecendo seus direitos e deveres em relação à sociedade a criança, desde cedo, compreenderá os malefícios da corrupção e por esse conhecimento se formará um cidadão digno.

  • O exemplo

  • Nada é mais efetivo no processo educacional do que o exemplo, assim, para educar um filho é essencial educar-se primeiramente. O que vai ser transmitido não é o discurso verbal, mas sim o que se é e como se age. Seu filho não prestará atenção em suas palavras se elas não forem alicerçadas por ações coerentes. A criança é um perfeito sensor para captar o que se passa na mente dos pais. Assim, reclamar da corrupção e se apoiar em desculpas para burlar leis, dando sempre um jeito de se dar bem, é pregar aquilo que diz condenar. Até porque "É hipócrita quem critica a corrupção genérica e em grande escala e pratica a corrupção cotidiana", citação de Sérgio Fajardo. A criança capta o comportamento e as reações dos pais, e é isso que ela levará para o mundo.

  • Advertisement
  • Roberto Shinyashiki em seu livro "Pais e filhos - companheiros de viagem" escreve: "É muito importante que mãe e pai mostrem seus princípios ao filho. Os pais que constantemente, e na prática, valorizam a honestidade, a lealdade, o respeito ao próximo, o sucesso através do trabalho dão aos filhos a certeza de que vale a pena cultivar essas qualidades".

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Vivendo a ética no lar: Ensinando cidadania aos filhos

Reflexões sobre a essencialidade da transmissão de princípios éticos aos filhos pelo exemplo de vida, a fim de que, sabendo discernir entre o bem e o mal, tornem-se bons cidadãos.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr