Como abrir seu coracão para amar novamente depois de ter sofrido abandono

Importante observar a necessidade de sobrepujar a dor da rejeição, crescendo com a experiência, melhorando a autoestima e abrindo o coração para viver uma nova história.

7,975 views   |   11 shares
  • "Lamentar uma dor passada, no presente, é criar outra dor e sofrer novamente".

  • William Shakespeare significou com brilhantismo a necessidade de sobrepujar dores do passado. Muitas mulheres bloqueiam sua vida sentimental depois de serem abandonadas pelo parceiro, deixando de aproveitar oportunidades importantes de refazer a vida amorosa. Abrir o coração para amar novamente equivale a livrar-se do trauma vivido e dispor-se a viver uma história diferente.

  • Superando a rejeição

  • A escritora Tati Bernardi sintetizou a questão: "Mas chega, se não houve troca, chega, porque amar sozinho é solitário demais, abandono demais, e você está nessa vida para evoluir, mas não para sofrer".A rejeição é um trauma difícil, principalmente porque, normalmente, abala a autoestima e provoca grande dano à autoconfiança. O que queremos é ser aceitos; desejamos estar incluídos na vida dos que amamos, no entanto, essa pode não ser a vontade do outro e precisamos aprender a lidar com isso. No livro "Pão para o Caminho", o escritor e teólogo Henri Nouwen escreveu: "Às vezes temos que 'passar por cima' de nossa raiva, nosso ciúme ou nossos sentimentos de rejeição e seguir adiante... Talvez seja uma boa ideia dar uma olhada nesses sentimentos obscuros e tentar descobrir de onde vêm. Mas então chega o momento de passar por eles, deixá-los para trás e seguir adiante em nossa viagem".

  • Reabrindo o coração

  • Primeiro é preciso compreender que talvez a rejeição sofrida não tenha nada a ver com você; como declara Leo Buscaglia: "Ninguém pode dar aquilo que não possui. Para dar amor, você deve ter o amor". O problema pode, assim, estar em quem rejeita. O melhor a fazer então é virar essa página do livro de sua vida e cultivar o amor. Abrir-se para novas oportunidades não significa simplesmente sair por aí para encontrar pessoas, muitas pessoas acabam se decepcionando ainda mais. Você tem que se preparar para isso internamente, tem que se sentir plena, descomprometida com o passado e disposta a novos desafios. É algo como se envolver em amor a ponto de poder compartilhar com outra pessoa. Como Tati Bernardi afirma: "Hoje eu acordei sem ter quem amar, mas aí eu olhei no espelho e vi, pela primeira vez na vida, a única pessoa que pode realmente me fazer feliz".

  • Vivendo outro amor

  • Então, desprovida dos traumas vividos, é o momento de viver uma nova relação. Quando você estiver, realmente, interessada em outro homem é possível que o fantasma da rejeição volte a assombrá-la novamente. Até certo ponto é normal que isso aconteça num momento em que você se sente vulnerável. Porém, não se desespere e, muito menos, se entregue a pensamentos sombrios. Lembre-se que você não é mais aquela mulher que se sentiu rejeitada, você cresceu com essa experiência e a superou. Essa nova mulher que você se tornou anseia ter alguém com quem partilhar seu amor; não permita que o passado atrapalhe isso. Envolva-se de forma sadia nesse sentimento, afastando qualquer tipo de medo, porque não há garantias no amor, mas o risco vale a pena.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Como abrir seu coracão para amar novamente depois de ter sofrido abandono

Importante observar a necessidade de sobrepujar a dor da rejeição, crescendo com a experiência, melhorando a autoestima e abrindo o coração para viver uma nova história.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr