Relacionamento sadio: Como aprender a dizer "não"

Importante refletir sobre a assertividade, sinceridade e segurança como elementos fundamentais para impor respeito ? s próprias opiniões, especialmente as negativas.

2,749 views   |   2 shares
  • Um dos fatores essenciais para a boa comunicação é a assertividade, que corresponde à forma tranquila com que se exprime uma ideia ou opinião, defendendo um ponto de vista. Sendo a comunicação um elemento primordial para a harmonia nos relacionamentos, vale a pena aprendermos a dizer "não" quando essa é a nossa vontade ou o que consideramos mais ajustado à situação.

  • Assertividade

  • A assertividade pela qual determinamos veracidade em nossas palavras é uma habilidade que se pode desenvolver a partir de um maior entendimento de seus benefícios e a sua correspondente prática. É preciso que se entenda que assertividade vem da palavra "asserto" que segundo o dicionário Houaiss significa: "opinião emitida como verdadeira ou assim considerada". Importante observar que considerar verdadeira não é acertar, então a pessoa assertiva não acerta o tempo todo, mas afirma com precisão a sua opinião. Ser assertivo é saber dizer “sim” quando quer dizer “sim” e, principalmente, dizer “não” quando quer dizer “não”.

  • Sinceridade

  • No intuito de aprender a manifestar opiniões com firmeza é preciso que desenvolva uma maneira de se exprimir que não soe como violenta ou desrespeitosa. A palavra deve expor a sinceridade de quem a pronuncia para que haja autoridade. Se você fala o que deve ser dito e não o que as pessoas querem ouvir, o mínimo que se pede é que seja de forma educada, procurando não ferir ou melindrar o outro. Manifestar serenamente os sentimentos em defesa do que você acha direito, respeitando as opiniões contrárias é, verdadeiramente, desejar impor-se pela competência de suas razões. Do contrário não é assertividade, e sim intransigência que tanto prejudica as relações.

  • Sutileza

  • A maneira como expomos nossas ideias diz muito mais do que as ideias em si, assim, desenvolver habilidades no sentido de ser assertivo sem provocar mágoa, nem sempre é tarefa fácil. Vivemos uma cultura pela qual as pessoas nem sempre se sentem à vontade diante de alguém que se expresse com clareza e firmeza. Quebrar esse paradigma é missão para todos que já entenderam os seus benefícios. Em muitos casos a sutileza pode ser uma grande ferramenta pela qual a pessoa diz o que pensa sem grande alarde, de forma leve, com palavras gentis. A sutileza é uma arte pela qual a pessoa não se omite, mas impõe seu pensamento com perspicácia e delicadeza.

  • Segurança

  • Segundo declaração da psicóloga Corinna Schabbel para a matéria "Aprenda a dizer não" publicada neste site, um dos fatores mais determinantes na falta de assertividade é o medo de ser mal interpretado e rejeitado. Ela afirma que: "Esse olhar negativo sobre as consequências do não tira a força e o peso da recusa. Esses fantasmas geralmente não passam da mais pura imaginação. Se a gente diz um não limpo, coerente com nossos sentimentos, e o dizemos com clareza, é bem provável que o outro acate sem conflitos ou ofensas". O caminho, pois, é encontrar em si mesmo a segurança que faculte a imposição de respeito pelas próprias opiniões, respeitando igualmente a dos outros.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Relacionamento sadio: Como aprender a dizer "não"

Importante refletir sobre a assertividade, sinceridade e segurança como elementos fundamentais para impor respeito ? s próprias opiniões, especialmente as negativas.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr