Cyberbullying: Outra forma de bullying

Bullying e cyberbullying: a brincadeira que não tem graça. Confira o que saber e o que fazer .

4,787 views   |   shares
  • Uma das maiores preocupações enfrentadas pelos pais, professores e estudiosos interessados é a questão dobullying, que se refere ao termo em inglês _bully (valentão, brigão, brutamontes) ou o verbo __to bully__ (intimidar, ameaçar, dominar). Esse mal tem aterrorizado a vida de crianças e adolescentes no mundo todo. Todos os dias, alunos de todas as partes sofrem com esse tipo de violência que é o bullying_ e que vem mascarada de “brincadeira”. Estudos recentes revelam que esse comportamento, que há pouco tempo era tido como inofensivo, pode acarretar inúmeras consequências, desde baixa autoestima até o suicídio das vítimas, entre outras tragédias, em casos extremos.

  • De acordo com Cléo Fante, educadora e autora do livro Fenômeno Bullying: Como Prevenir a Violência nas Escolas e Educar para a Paz, o bullying pode ocorrer em qualquer contexto social, como escolas, universidades, famílias, vizinhança e locais de trabalho. O que, à primeira vista pode parecer um simples apelido inofensivo, pode afetar emocional e fisicamente o alvo da ofensa.

  • Já imaginou que seu filho ou sua filha pode estar sendo vítima de “brincadeiras” que consistem em humilhá-la? Se ele/ela usa óculos, por exemplo, ser apelidado de “quatro olhos” ou de “bola”, porque está acima do peso? Ou de “neguinho”,“nerd”, “vareta”, “porca”, entre outros termos? A criatividade dos que praticam esse ato é imensa.

  • Mas e quando essas “brincadeiras” ultrapassam os limites físicos e emocionais das escolas, das casas, das ruas, dos bairros, das cidades e até mesmo, do país? Isso mesmo, e quando as ofensas alcançam o ambiente virtual e invadem as redes sociais dos humilhados? Ainda pode ser chamado de bullying?

  • Abaixo, você encontra perguntas e respostas para as dúvidas mais recorrentes, relativas a este tema, confira:

  • 1. Existe bullying virtual?

  • Sim. Denominado de cyberbullying,é o bullying que ocorre através dos meios eletrônicos, com comentários difamatórios ou ameaçadores circulando por e-mails, sites, blogs, redes sociais e celulares. É quase uma extensão do que ocorre nos ambientes físicos (escolas, ruas, casas), mas com o agravante de que as pessoas envolvidas não estão cara a cara.

  • 2. O que são cyberbullies?

  • São os autores do bullying virtual, que divulgam os dados pessoais das vítimas ou publicam comentários e mensagens difamatórias sobre elas nas redes sociais.

  • Advertisement
  • 3. O cyberbullying é crime?

  • Em alguns países, o bullying já é tido como crime. E nesses países o cyberbullying, que é uma forma de bullying, também o é. No Brasil, esse ato é considerado crime desde meados de julho de 2012.

  • 4. Como identificar a vítima do cyberbullying?

  • É preciso acompanhar o cotidiano da pessoa. O primeiro passo é observar se essa pessoa tem estado mais irritada, nervosa ou triste. Principalmente, se esses sinais se derem ao utilizar a Internet.

  • 5. O que fazer para ajudar as vítimas de cyberbullying?

  • Procure mostrar interesse, sem pedir que a pessoa simplesmente esqueça ou ignore as humilhações. Imprima os comentários difamatórios ou ameaçadores e leve ao ministério público (ou a outro órgão competente de seu país), faça um boletim de ocorrência na delegacia de polícia, pois o bullying, seja de que forma se der, é crime!

  • 6. O que faz alguém praticar bullying contra outro?

  • Por querer ser popular, sentir-se poderoso ao fazer as “brincadeiras” com o colega e obter uma boa imagem de si mesmo.

  • 7. Quais as consequências para a vítima do cyberbullying?

  • A pessoa que sofre o bullying pode ter vários distúrbios psicológicos e comportamentais. Pode apresentar desânimo, tristeza, baixa autoestima, tornar-se uma pessoa agressiva, pode ter uma visão péssima de si mesma, cometer crimes contra os autores da “brincadeira” e pode chegar a cometer suicídio. Em 14/09/2013, O jornal New York Timesnoticiou o suicídio de uma adolescente de 12 anos, na Flórida, por ser alvo de cyberbullying por mais de um ano (Adolescente se suicida nos EUA após sofrer bullying na internet).

  • 8. Como agir com os envolvidos (autor e vítima) em casos de cyberbullying?

  • Para o autor, é necessário fazê-lo perceber os males que suas ofensas causaram na vítima, é preciso que ele se sinta na pele da pessoa humilhada e que aprenda a respeitar as diferenças. Em caso de reincidência, é necessário levar o caso a autoridades policiais e judiciárias.

  • Para a vítima, o foco é recuperar sua autoestima. É preciso fazê-la acreditar que está em local seguro e, em casos extremos (tentativa de suicídio, por exemplo), procurar ajuda especializada, um psicólogo ou orientador educacional.

  • Advertisement
  • 9. Como saber-se autor de cyberbullying?

  • Qualquer “brincadeira” de mal gosto, com o intuito de ridicularizar e humilhar alguém é ato de bullying. Fazer qualquer comentário ofensivo na rede e compartilhá-lo com outros, torna-o um autor de cyberbullying.

  • 10. Qual a forma mais comum de cyberbullying?

  • A forma mais comum é o caso do autor não se identificar e utilizar-se de perfis falsos para praticar o bullying virtual. Nesses casos, é quase impossível saber de onde vem o ataque, o que torna a vítima ainda mais vulnerável.

  • 11. Quem deve ajudar num caso de cyberbullying?

  • Todos devem unir esforços para ajudar a combater esse grande mal do mundo atual, pais, vizinhos, escolas, professores, representantes políticos, alunos, estudiosos. É uma luta de todos, pois ninguém sabe quem será o próximo alvo.

  • Agora que tiramos as principais dúvidas sobre o cyberbullying, como dica, assista o vídeo anexo com o filme completo Bullying virtual (cyberbully), para complementar e ver como o bullying virtual acontece.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Jarleyde Oliveira é graduada pela Universidade Federal Rural de Pernambuco, é professora de crianças e adolescentes - Matemática.

Cyberbullying: Outra forma de bullying

Bullying e cyberbullying: a brincadeira que não tem graça. Confira o que saber e o que fazer .
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr