3 coisas a evitar quando o seu filho tem um distúrbio alimentar

Descobrir que seu filho tem um disturbio alimentar pode ser um desafio, nem sempre é tão visível. Aprenda aqui como saber e o que fazer a respeito.

5,259 views   |   1 shares
  • Descobrir que seu filho tem um transtorno alimentar pode ser desanimador e até mesmo assustar. É importante interagir com ele para descobrir o que está causando o transtorno e ajudá-lo no caminho de volta ao bem-estar e é bom saber que às vezes os pais podem piorar as coisas. Vocês precisam ser muito cuidadosos na abordagem e em sua atitude com relação à doença.

  • Aqui estão três coisas que os pais devem evitar fazer se suspeitarem ou souberem que seu filho tem um transtorno alimentar:

  • Nunca tente resolver do seu jeito

  • Não é aconselhável tentar lidar com um distúrbio alimentar por conta própria. Mesmo conhecendo seu filho melhor que ninguém e amando-o, lutar contra uma desordem alimentar necessita de apoio e aconselhamento de um profissional experiente.

  • Um dos fatores que contribuem para os transtornos alimentares é a criança sentir que não está recebendo a aprovação que precisa. A parte mais difícil para pais preocupados é perceber que, podem eles mesmos, ser parte do problema. Os sentimentos de inadequação de seu filho podem piorar simplesmente pelo fato dos pais saberem sobre o transtorno. Seu filho pode se sentir ainda menos digno de seu amor.

  • Não ignore

  • Reconhecer o transtorno alimentar não é suficiente. Você deve ser parte da solução. Trabalhar com seu filho sob a supervisão de conselheiro profissional ou terapeuta é importante para descobrir as razões que levaram ao distúrbio.

  • Algumas das causas podem incluir:

    • Tentar ter o controle sobre determinadas áreas de sua vida;

    • Estresse sobre as conquistas ou realizações;

    • Medo da solidão;

    • Sentimentos de inadequação;

    • Raiva em relação a si ou aos outros.

  • Esses são apenas alguns dos fatores subjacentes que poderia levar seu filho a desenvolver o distúrbio. Vocês devem buscar entender as causas e como começar a agir.

  • Não agravar a situação

  • Embora os pais queiram o melhor para seus filhos, é possível fazer mais mal do que bem quando se trata do bem-estar emocional de seu filho. A criança já enfrenta um grande problema que é o transtorno alimentar, então é importante saber como agir de modo a não piorar a situação.

  • Um bom profissional ajuda muito. Um psicólogo ou terapeuta pode trabalhar com todos os membros da família para criar um sistema de apoio positivo para o seu filho. Eles podem orientá-lo como agir em situações específicas em que você percebe seu filho lutando para assumir o controle de seu transtorno alimentar. Saber como ser solidário e como agir é importante para ajudar na superação.

  • Advertisement
  • Pode ser assustador ter uma criança enfrentando um desafio tão grande, mas com correta ajuda profissional a família pode compreender a doença e saber como ajudar. Contribui muito se vocês criarem para seu filho um ambiente que o faça sentir que será bem sucedido em sua luta e um bom plano para a tomada de controle da doença, em vez de deixá-la controlar o seu filho.

  • Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzgerdo original3 things to avoid when your child has an eating disorder.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Dr. A é um terapeuta familiar há mais de 35 anos e já publicou mais de 20 livros/programas de treinamento.

Website: http://www.FirstAnswers.com

3 coisas a evitar quando o seu filho tem um distúrbio alimentar

Descobrir que seu filho tem um disturbio alimentar pode ser um desafio, nem sempre é tão visível. Aprenda aqui como saber e o que fazer a respeito.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr