Aprendendo a amar incondicionalmente um filho que faz más escolhas

Aprendendo nossa capacidade de amar incondicionalmente como Deus, que nos ama, perdoa e tem misericórdia.

15,477 views   |   95 shares
  • No artigo Entendendo o amor incondicional e perfeito do Pai Celestial, falamos que o Senhor nos ama como somos, independente de nossas escolhas erradas ou mesmo se merecemos. O amor do Pai por nós nos faz livres, respeita nossas escolhas, e simplesmente não diminui ou desaparece caso nos distanciemos Dele ou mesmo não acreditemos Nele.

  • No artigo citado, também tratamos um pouco do amor entre pais e filhos, que é o mais próximo que podemos chegar do amor celestial. Nós amamos nossos filhos mais que tudo, e queremos o melhor para eles. Isso é exatamente o que o Pai quer para cada um de nós, Seus filhos. Ele nos ama, perdoa e tem misericórdia, e de todos os títulos que Ele possui, ele preferiu ser chamado de Pai, que é justamente como Seu amor é definido por nós.

  • O amor imensurável dos pais em relação aos filhos

  • Como pais, nós sofremos dobrado quando nossos filhos sofrem. Nosso coração incha quando vemos nossos filhos passarem por situações que poderiam ser diferentes.

  • Quem já não orou ao Pai quando um filho esteve criticamente doente para que aquela doença fosse transferida para nós? Eu já o fiz e conheço muitas mães e pais que dariam sua vida pelos filhos.

  • Da mesma forma, uma das maiores dores que uma mãe ou pai pode ter, é ver um filho sofrer porque fez uma escolha errada. Como pais, nós sabemos que ele não precisa sofrer assim se tivesse nos obedecido, ou simplesmente se lembrado do ensinamento quando precisou. Afinal, nós os ensinamos.

  • Quando nossos filhos estão crescendo, sofremos até mesmo com pequenas mentirinhas de criança. Leia o artigo O que fazer quando você sabe que seu filho está mentindo. Nós os perdoamos e os avisamos para não repetirem o ato, e tentamos ensiná-los o correto a cada chance que temos para que o aprendizado fique arraigado em sua alma.

  • Mas um dia eles crescem. E o que não aprenderam conosco no convívio do lar, infelizmente aprenderão com a vida, que não ensina com a mesma paciência ou amor como um pai ou mãe o faria.

  • O que fazer se um filho escolher o caminho errado a seguir?

  • Henry B. Eyring, autor e doutor em administração educacional pela Universidade de Harvard, contou a história de uma avó que havia sido fiel a Deus por toda sua vida. Ela fazia uma longa viagem para visitar o neto na prisão, e, com lágrimas nos olhos orou a Deus: “Tentei viver uma boa vida. Por que tenho essa tragédia de um neto que parece ter destruído sua vida?”. A resposta do Senhor veio em sua mente e coração da seguinte forma: “Eu o dei a você porque sabia que você podia e iria amá-lo, não importando o que ele fizesse”.

  • Advertisement
  • Eyring, ao contar essa história, diz: “Há uma lição maravilhosa para todos nós. O caminho dos pais e avós amorosos e de todos os servos de Deus não será fácil, neste mundo decadente. Não podemos obrigar os filhos de Deus a escolher o caminho para a felicidade. Deus não pode fazer isso por causa do arbítrio que nos concedeu.“

  • Amor incondicional x Respeito ao arbítrio individual

  • Deus é um Pai perfeito. Ele ama Seus filhos incondicionalmente. Nós, como pais de nossos filhos, podemos ensiná-los, principalmente pelo exemplo, a estarem seguros de Seu amor e de nosso amor por eles. Amar incondicionalmente os filhos que fazem más escolhas é:

    • Apresentá-los ao Senhor e guiá-los para Sua misericórdia, tendo paciência com os erros que cometem enquanto crescem.

    • Respeitar suas escolhas, mas ensiná-los que são responsáveis pelas consequências.

    • Mesmo sabendo que muitas escolhas que fazem poderiam ser melhores, eles precisam aprender e descobrirem por si mesmos. Você poderá ensiná-los mas não obrigá-los a fazer o que você quer.

    • Deixar que escolham, ajudando-os a entender que cada escolha influenciará em seu futuro e é importante para a realização dos sonhos que eles possuem.

    • Amá-los independente de falharem ou fazerem uma escolha errada.

    • Ensiná-los que as consequências de suas escolhas independem muitas vezes de seu amor, algumas precisam de justiça, outras da aplicação da lei, e as consequências que trarão para suas vidas e famílias são inevitáveis.

    • Estar presente para guiá-los de volta à luz se quiserem e precisarem de ajuda.

    • Ensiná-los a ter responsabilidade pelas consequências, assumirem os erros, e também buscarem a humildade necessária para se arrependerem, fazerem a restituição do erro e seguirem em frente.

    • Apoiá-los quando as consequências são mais difíceis que imaginavam, mas deixá-los passar por elas para que aprendam a lei natural da vida.

    • Confie nele. Incentive-o. Ele com certeza irá se lembrar um dia quem esteve ao seu lado.

    • Tenha esperança e dê-lhe esperança. Incentive-os a fazerem planos e levantarem-se rápido da queda. Este é o de esperança e paz que os faz sentir que tudo ficará bem e que você sempre estará ali. A esperança que Deus nos dá.

  • O amor incondicional não é egoísta. Não pensa coisas como “Como ele pode ter feito isso comigo?”. Não é algo que diz respeito a nós mesmos como pais. Caso nossos filhos escolham uma vida errada, o amor incondicional nunca desiste, mas sabe e respeita a escolha do outro, e mesmo assim está ali para ajudá-lo.

  • Advertisement
  • Assim como o Pai NUNCA desiste de nós, mesmo apesar de nossa desobediência, falhas e erros quase diários a Ele, nós não devemos desistir de nossos filhos. Sejam quais forem os problemas, sejam problemas com a lei, drogas, violência, divórcio, desprezo, qualquer coisa.

  • Lembrem-se: Se eles nasceram nossos filhos, é porque o Pai sabe que poderíamos e iríamos amá-los, não importando o que façam, sejam ou deixem de fazer ou de ser.

  • Se como pais e mães, não os amarmos, quem o fará além de Deus? Neste mundo, ninguém.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise. Visite seu website.

Website: http://caayres.com/

Aprendendo a amar incondicionalmente um filho que faz más escolhas

Aprendendo nossa capacidade de amar incondicionalmente como Deus, que nos ama, perdoa e tem misericórdia.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr