Como entender as agressões gratuitas

A partir do entendimento de características comuns das pessoas agressivas, é importante desenvolver a compreensão e, consequentemente a compaixão, não se deixando ofender.

1,981 views   |   15 shares
  • Costumo dizer que toda agressão é gratuita. Primeiro porque ninguém tem direito a isso, e segundo porque mesmo havendo alguma razão, a violência nunca foi uma forma saudável de lidar com desavenças. No entanto, ao nos depararmos com uma agressão é importante refletirmos se, de alguma forma, não provocamos aquela reação. O sentido não é justificar e sim nos corrigir e, sendo esse o caso, nos redimir de uma ação negativa.

  • Características comuns

  • Sendo realmente uma agressão gratuita, podemos enumerar algumas características comuns de pessoas que agem dessa maneira, isto é, que destilam palavras e ações agressivas sem nenhuma razão aparente. Segundo o psicólogo Antônio Carlos Alves de Araújo em seu artigo, AGRESSIVIDADE

  • é:

  • "

  • Por definição, dentro de um parâmetro psicológico, a pessoa agressiva é aquela que reage a todo acontecimento, como se fosse uma prova, contenda ou disputa na sua leitura mental".Para essas pessoas, tudo gira em torno da competitividade e ainda segundo o artigo citado é comum esses indivíduos terem lutado desde muito cedo contra "vivenciar a experiência da exclusão" e, dessa forma, não suportam críticas.

  • A agressividade

  • Diante do exposto, percebemos que o grande problema do agressor é com ele mesmo e que, portanto, a ação da pessoa agredida não é o fator preponderante para desencadear a violência que lhe é peculiar. Sendo assim, diante de uma agressão gratuita, podemos ponderar:

  • 1- Quem ele quer agredir

  • Talvez essa pessoa não queira agredí-lo pessoalmente, mas o que você está representando para ele naquele momento. Como, por exemplo, quando a pessoa generaliza uma classe que você pertence: "Vocês são...", "Brasileiros agem...", "Gente assim é..." e por aí vai. O que se percebe é que ele usa você para destratar um grupo.

  • 2- Quer chamar a atenção

  • Pode ser que a ofensa seja uma forma inconsciente de manifestar o próprio incômodo, chamar a atenção ou, simplesmente, uma forma de se sentir ouvido. Nesse caso a agressão, quase sempre, surge como uma acusação séria: "Falso...", "Egoísta..." e seguem generalizando ações graves.

  • 3- Manifesta indignação

  • Também é comum que ao agredir, a pessoa esteja apenas manifestando a sua indignação diante de um sofrimento que acredita que os outros não entendem. Seria algo como: "Você não sabe o que é...", "Você não sente...", "Você só diz besteira..." e assim por diante. Como se passar por esse ou aquele sofrimento outorgasse a ele alguma superioridade.

  • Advertisement
  • 4- Desejo de fazer sofrer

  • Ao agredir, a pessoa quer ferir por se sentir ferido. A sua dor é tão intensa que não permite que ele veja alguém bem e, então, procura reverter isso. Pessoas assim têm grande habilidade em descobrir pontos fracos para usar em seus intentos. Seria algo como: "Você é do tipo que...", "Você está gordo, magro..." enfim, vai falar do que sabe desagradar.

  • A compaixão

  • Conviver com pessoas agressivas não é fácil para ninguém, mas nem sempre é possível evitar e acabamos sendo alvo de ações desagradáveis. Compreender que pessoas assim guardam sofrimentos intensos na alma facilita o desenvolvimento da compaixão e, dessa forma, nos protegemos de nos contaminar. Assim, diante de um agressor, tente imaginar o que ele está sentindo, que dor pode ser tão grande para se externar assim. Você só precisa compreendê-lo para não se sentir ofendido. Conforme responde o Dr. Rangel Lima em seu artigo Como lidar com pessoas de temperamento agressivo?: "Com muita tolerância, calma e paciência".

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Como entender as agressões gratuitas

A partir do entendimento de características comuns das pessoas agressivas, é importante desenvolver a compreensão e, consequentemente a compaixão, não se deixando ofender.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr