Relacionamento amoroso: É possível perdoar uma traição?

Algumas reflexões sobre o perdão e seus benefícios que fazem diferença no momento em que a dor da infidelidade está latente.

26,858 views   |   109 shares
  • Pessoas que passam pelo drama da infidelidade conjugal comumente enfrentam a dúvida em relação a perdoar ou não o seu cônjuge. Umas porque se sentem incapazes, outras por acreditarem que o perdão seria um ato muito humilhante. O fato é que o sofrimento pela traição é multiplicado quando as pessoas entram nesse tipo de impasse.

  • Trauma da infidelidade

  • Segundo publicado neste site, existem muitos mitos infundados que cercam a infidelidade: "Um deles: o de que a maioria das traições destrói os casamentos. De acordo com as pesquisas, cerca de 30% dos traídos terminaram a relação. O resultado revela que a maioria absoluta de homens e mulheres procura esquecer o que passou. O maior obstáculo é, sem dúvida, conseguir ultrapassar o choque inicial". Isso desmistifica a impossibilidade do perdão na relação amorosa.

  • Necessidade de recuperação

  • O importante é que estando nessa situação você consiga separar a sua dor das emoções negativas que podem estar fazendo com que o seu sofrimento tome proporções de difícil controle. E quais seriam essas emoções? Raiva e revolta transformadas em grande mágoa parecem ser as mais comuns e precisam ser dominadas a tempo de não provocarem prejuízo maior. Passado o choque inicial, é imprescindível que você busque formas de se recuperar da traição.

  • A perda da confiança

  • Motivo de grande sofrimento é também a decepção provocada pela infidelidade. Friedrich Nietzche traduziu muito bem essa dor: "Fiquei magoado, não por me teres mentido, mas por não poder voltar a acreditar-te". No entanto, a perda da confiança pode não ser determinante na decisão de manter ou não o casamento, afinal quando existe a disposição de transformar e amadurecer a relação, isso também é possível superar. A psicóloga Claudia Morais afirma que: "Para que ambos voltem a se sentir seguros é preciso que aprendam a cuidar do outro, a respeitar as suas necessidades e a dar de si. Quando ambos investem, e apesar dos avanços e recuos legítimos nestes casos, a probabilidade de sucesso é elevada".

  • Benefícios do perdão

  • Advertisement
  • Refletir sobre o quanto o perdão pode ser benéfico para você e sua família ajuda a equilibrar suas emoções. Uma coisa é certa: o maior beneficiário do perdão é quem o conquista. O perdão é a libertação da dor, a cura das mágoas e, consequentemente, a limpeza física e espiritual que afasta doenças físicas e mentais. Perdoar não é aceitar a ofensa recebida; é sobrepujá-la de forma que ela não possa mais causar prejuízos. Nada há de humilhante em perdoar, ao contrário, o perdão é engrandecedor. Nas palavras de Mahatma Gandhi: "O fraco jamais perdoa: o perdão é uma das características do forte".

  • Foco no futuro

  • O perdão é sempre a melhor escolha, mesmo que não signifique manter o casamento, conforme esclareço no vídeo anexo. Quando guardamos mágoas e ressentimentos, não conseguimos nos afastar do passado e corremos grandes riscos de nos tornarmos amargos e tristes diante da vida. Por tudo o que foi exposto, penso que ficou claro que o perdão é sempre possível e, mais do que isso, é necessário para que as pessoas consigam olhar para o futuro sem o apego da dor.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Relacionamento amoroso: É possível perdoar uma traição?

Algumas reflexões sobre o perdão e seus benefícios que fazem diferença no momento em que a dor da infidelidade está latente.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr