O que fazer quando seus enteados não lhe respeitam

Desenvolver empatia com os enteados a fim de compreender suas reações é uma forma segura de conquistar o respeito deles.

6,127 views   |   14 shares
  • O núcleo familiar é sempre desafiador, no entanto, famílias com enteados enfrentam situações únicas, tais como o envolvimento dos pais que são estranhos ao novo lar. Quando pai e mãe separados não conseguem se entender, transmitem grande insegurança aos filhos que, muitas vezes, pode ser manifestada pelo desrespeito ao novo cônjuge dos pais.

  • Compreendendo a visão do enteado

  • A relação com os enteados costuma ser um tanto complicada porque a maioria das crianças crê que os padrastos e as madrastas são culpados pela separação dos pais e da família. Filhos sempre torcem para que os pais fiquem juntos e, mesmo que inconscientemente, costumam se esforçar para que retomem o casamento. Compreender esse sentimento natural ajuda a estabelecer uma empatia essencial para o bom relacionamento com os enteados. No entanto, não se pode esperar que isso aconteça de uma hora para outra. A construção desse relacionamento é lenta e delicada.

  • Assumindo o verdadeiro papel

  • O relacionamento com o pai ou mãe da criança pode se tornar uma questão difícil para o novo cônjuge, principalmente porque é comum que surja algum ciúme em relação aos filhos. É importante saber dosar as responsabilidades de madrasta ou padrasto, não se colocando no lugar dos pais. A intenção pode ser boa, mas ninguém pode substituir pai e mãe e isso precisa ser deixado muito claro, inclusive para tranquilizar os ânimos de todos. A atitude educativa direta deve ser deixada para os pais, pois a eles cabe impor limites. Padrastos e madrastas devem agir de forma indireta e contida. Assim, uma forma de construir uma relação sadia com os enteados é assumir o verdadeiro papel que cabe ao novo cônjuge, dando tudo de si em favor da harmonia no lar e respeitando os sentimentos deles.

  • Buscando aproximação

  • É importante que o padrasto ou madrasta demonstrem interesse pelos enteados e suas atividades para ganhar a confiança deles. O ideal é que os enteados consigam sentir que são parte integrante dessa nova família que se formou e que ganharam mais uma pessoa para cuidar deles. Atenção e carinho sinceros são capazes de operar grande transformação, assim, é importante descobrir interesses e assuntos em comum com os enteados. Entretanto, não há como conseguir isso por pressão; nesse caminho é imprescindível respeitar o tempo e o limite da criança ou adolescente no movimento de aproximação.

  • Desenvolvendo o diálogo

  • A psicóloga Dra. Mariagrazia Marini Luwisch aconselha uma madrasta que não se sente respeitada: "Converse com seu marido e coloque de forma tranquila e calma tudo o que está a incomodar e juntos tentem definir as regras da casa e combinar algumas estratégias para conseguir educar os filhos... Só com respeito e responsabilidade é que vão conseguir viver juntos em harmonia".

  • Advertisement
  • Caso todos os seus esforços no sentido de manifestar zelo não sensibilizem, pelo menos aparentemente, seus enteados, então é preciso chamá-los para uma conversa clara. Toda cortesia é necessária para que a conversa não soe como sermão. Através de um diálogo franco, gentil e educado madrastas e padrastos poderão esclarecer todos os pontos que parecem obscuros, de forma que os enteados se sintam valorizados, mudando o posicionamento.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

O que fazer quando seus enteados não lhe respeitam

Desenvolver empatia com os enteados a fim de compreender suas reações é uma forma segura de conquistar o respeito deles.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr