O que são e como agem as pessoas portadoras de transtornos mentais

Aprenda quais são os transtornos mentais e como a compreensão e o olhar sem preconceito podem surtir efeitos inesperados e magníficos sobre o tratamento e controle destas doenças.

3,576 views   |   8 shares
  • No meu trabalho, em um hospital psiquiátrico, perguntei certa vez a uma paciente: "Você sabe por que está internada?". E ela me respondeu: "Sei, é porque não tem ninguém que compreenda a pessoa que você era pelo seu aspecto e jeito".

  • Os transtornos mentais, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS - ONU), são compreendidos "[...] como condições caracterizadas por alterações mórbidas do modo de pensar e/ou do humor (emoções), e/ou por alterações mórbidas do comportamento associadas à angústia expressiva e/ou deterioração do funcionamento psíquico global, não constituem apenas variações dentro da escala do "normal", sendo antes, fenômenos claramente anormais ou patológicos."

  • Os principais grupos de transtornos mentais são:

  • 1. Transtornos mentais orgânicos

  • São os transtornos de causas conhecidas, provenientes de alterações do organismo, como demência, alcoolismo, tumores, etc. Há também os transtornos que são efeitos do uso de drogas.

  • 2. Transtornos de humor

  • Alterações bioquímicas do cérebro:

  • Episódios depressivos

  • tristeza persistente, apatia, desinteresse e desânimo. Pode haver sentimentos de culpa e pessimismo, pensamentos de morte e ideias de suicídio.

  • Episódios de mania

  • caracterizam-se pela alegria exagerada, euforia, agitação e irritabilidade. Podem surgir sensações de grandeza, poder, autoestima elevadíssima e sono exagerado.

  • Transtorno bipolar

  • seria a ocorrência da depressão e da mania de forma alternada, com períodos de normalidade.

  • Distimia

  • depressão prolongada, com cansaço, tristeza e desânimo intensos.

  • 3. Transtornos de ansiedade

  • A ansiedade é comum ao ser humano, mas em determinados graus passa a se tornar um obstáculo na vida do indivíduo, tornando-se uma doença.

  • Transtorno do pânico

  • crise repentina, com sensação de morte iminente, acompanhada de tremores, suor excessivo, falta de ar, palpitações e vertigens, medo descontrolado e sem causa conhecida. A pessoa não sabe do que tem medo.

  • Ansiedade generalizada

  • ansiedade constante, inquietação, incomodação, a pessoa não dorme direito, tem tremores, palpitações, falta de ar, durante longos períodos, às vezes por anos.

  • Fobia

  • medo exagerado ou irracional de alguma coisa específica, diferente do pânico em que não se sabe o que causa o medo.

  • Advertisement
  • Transtorno obsessivo compulsivo

  • caracteriza-se por ideias repetitivas (obsessão) e comportamentos ritualizados, os quais a pessoa deve executar ainda que contra a sua vontade (compulsão) para não ficar ansiosa.

  • Transtorno de estresse pós-traumático

  • : reação duradoura do organismo após a vivencia de uma experiência de perigo, a pessoa tem pesadelos, palpitações e suor excessivo.

  • 4. Transtornos de personalidade

  • Transtorno esquizotípico

  • : comportamento excêntrico, crenças mágicas, afeto frio e distante, em geral a pessoa se isola do convívio social.

  • Transtorno esquizoide de personalidade

  • : o individuo é indiferente e frio, não expressa sentimentos de forma calorosa, prefere isolar-se.

  • Transtorno paranoide de personalidade

  • pessoa permanentemente desconfiada, vê o mundo como uma ameaça. Afeto embotado, sempre se coloca na situação de vítima e pensa que as vinganças são a melhor forma de se proteger das pessoas que querem lhe atacar.

  • Todos os transtornos citados são caracterizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e todos possuem formas de tratamento e acompanhamento adequados que permitem aos indivíduos afetados poderem ter uma vida mais normal possível, integrados à sociedade.

  • Ficou para trás a ideia de que pacientes psiquiátricos devem ser encarcerados em hospitais e tirados do convívio social, o que eles precisam é de tratamento adequado, apoio familiar e uma vida social como qualquer outra pessoa. A compreensão e o olhar sem preconceito podem surtir efeitos inesperados e magníficos sobre o tratamento e controle da doença.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Taís Bonilha da Silva, estudante de Psicologia, atua na área da Saúde Mental. Participa do Programa de Monitoria na Universidade na disciplina de Análise do Comportamento. Esposa e mãe de 2 filhos.

O que são e como agem as pessoas portadoras de transtornos mentais

Aprenda quais são os transtornos mentais e como a compreensão e o olhar sem preconceito podem surtir efeitos inesperados e magníficos sobre o tratamento e controle destas doenças.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr