3 formas de romper um histórico de chantagem emocional

Aprenda 3 formas de lidar com a chantagem emocional e estabelecer uma relação saudável.

36,232 views   |   256 shares
  • Chantagem emocional é quando alguém se aproveita dos sentimentos do outro para convencê-lo de algo ou a fazer algo.

  • Para que a chantagem ocorra é necessário que o chantagista conheça muito bem o comportamento emocional da outra pessoa, o que em geral, ocorre com pessoas muito próximas como pais e filhos e casais. É uma relação injusta, pois um usa de estratégias emocionais para que sua vontade seja aceita.

  • Tipos de chantagistas

  • Susan Forward, uma psicoterapeuta e coautora do livro "Chantagem Emocional" popularizou o termo nos anos 90 e identifica alguns tipos de chantagem emocional:

    1. Alguns usam de ameaças emocionais para que sua vontade seja aceita. Por exemplo: "Se não fizer isso nunca mais falarei com você".

    2. Existe os que utilizam-se de sua dor e angústia para serem aceitos.

    3. Alguns colocam a responsabilidade por suas ações negativas em cima dos outros.

    4. Outros recusam aprovação e amor até conseguirem o que querem.

  • Identificando a chantagem emocional

  • Muitas vezes vem de forma apelativa. O que motiva a pessoa a recorrer à chantagem emocional é o fato dela não conseguir a empatia do outro, para tanto, apela para os sentimentos; outras vezes vem de forma natural, o chantagista se habitua a comportar-se dessa forma e mesmo em questões naturais faz uso da chantagem.

  • Alguns comportamentos comuns à chantagem emocional são: ordens, ameaças, choros, autodegradação e negativismo.

  • Quando o uso desses comportamentos traz perdas para a saúde, a vida profissional e social da pessoa pode ser um alerta para uma possível patologia e buscar um profissional pode ser muito útil e necessário.

  • Como lidar com a chantagem emocional

  • 1. Inicialmente a pessoa precisa identificar o padrão de chantagem que a outra pessoa costuma utilizar, não será algo muito fácil por se estar ligado emocionalmente à pessoa, portanto ouvir a opinião de outras pessoas que estão fora da relação pode ser uma saída, um outro ponto de vista pode clarear a situação.

  • 2. Uma vez identificado o padrão de chantagem, é imprescindível não ceder a ele. No começo a recusa trará sofrimento não só para o chantagista, mas também para aquele que foi chantageado. Romper com um padrão de comportamento sempre causa desconforto, dor e sofrimento, mas em certos casos é necessário para que algo melhor possa vir para a relação. É como se fosse uma injeção, dói, mas é para o bem.

  • Advertisement
  • 3. Mantenha firme sua posição de recusar-se a ceder à chantagem. Para que o chantagista pare com esse comportamento é necessário que o chantageado não ceda nunca. Se ceder de vez em quando só estará reforçando ainda mais o comportamento de chantagear.

  • Romper com um histórico de chantagem emocional é muito difícil e causará sofrimento para ambas as partes, mas é essencial para que o chantageado se sinta livre e para que o chantageador desenvolva novos comportamentos mais saudáveis para lidar com as outras pessoas. Ambos se beneficiarão.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Se gostou, compartilhe o artigo...

Taís Bonilha da Silva, estudante de Psicologia, atua na área da Saúde Mental. Participa do Programa de Monitoria na Universidade na disciplina de Análise do Comportamento. Esposa e mãe de 2 filhos.

3 formas de romper um histórico de chantagem emocional

Aprenda 3 formas de lidar com a chantagem emocional e estabelecer uma relação saudável.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr