Viver em sintonia com Deus: 10 lições que aprendemos com os 10 mandamentos

Está livre quem se submete às leis e está preso quem as descumprem. Por quê? Porque a lei existe para beneficiar e não para prejudicar o cidadão.

11,105 views   |   40 shares
  • “Os homens e as mulheres recebem seu arbítrio como dádiva de Deus, mas sua liberdade e, por sua vez, sua felicidade eterna decorrem da obediência às leis Dele”.

  • Essa frase está no discurso do Administrador Financeiro e Líder Religioso Lowell Tom Perry, na Conferência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

  • Leis e regras são para manter a ordem no mundo

  • Imagino o mundo sem leis de trânsito, fiscais, criminais e todo o tipo de normas e regras de conduta que são instituídas para benefício da sociedade em geral. Seria o caos, uma terra sem lei é uma terra entregue ao léu. Se com todas as leis existentes ainda sofremos com a violência das pessoas que se voltam contra a sociedade recusando-se a respeitar as leis estabelecidas, imaginem se não as tivéssemos?

  • Claro que assim como os que escolhem seguir e respeitar as leis são beneficiados por elas, os que as descumprem são castigados e devem pagar o preço pela escolha que fizeram. Normalmente são privados de liberdade.

  • Interessante isso! Está livre quem se submete às leis e está preso quem as descumprem. Olhando por este prisma podemos dizer que: para estar livre devemos fazer a escolha de nos submeter. Por quê? Porque a lei existe para beneficiar e não para prejudicar o cidadão.

  • Mandamentos são leis para mantermo-nos em sintonia com Deus

  • Assim como as leis da sociedade, os Dez Mandamentos foram dados para benefício do homem, e não de Deus. Eles foram feitos como mandamentos, não somente para provar a obediência do homem, mas como um código básico de conduta, para que haja paz e ordem entre os homens e para nos ajudar a atingir a promessa de felicidade e perfeição espiritual.

  • Conhecido também como Decálogo, é um código básico para definir a relação dos homens para com Deus e seu próximo. Foi escrito pelo dedo de Deus sobre tábuas de pedra (Êxodo 34:1), e dado aos filhos de Israel e a todos os povos, por todo o tempo, como um guia. Não é uma coleção de “Nãos”, dados para tirar a liberdade de um povo supersticioso. Na verdade é o testemunho do amor de Deus, mostrando que não abandona Seus filhos sozinhos, às cegas, vacilantes nesta prova que é a mortalidade.

  • Os Dez Mandamentos

  • O Decálogo definido por Deus para que sejam nossas leis enquanto vivermos nesta terra tem a função principal de nos proteger e nos orientar para não nos afastarmos Dele.

  • Advertisement
  • Podemos dividir o Decálogo em duas partes:

    • Os quatro primeiros mandamentos se referem a leis espirituais, para garantir que estejamos perto de Deus e não fiquemos sem sua proteção.

    • Os seis restantes que se referem a leis terrenas para que possamos viver em harmonia e união. Para vivermos entre irmãos com respeito e amor, tornando assim nossa jornada terrena mais fácil.

  • Vamos analisar cada um dos Dez Mandamentos de Deus como Leis, para que possamos nos lembrar de que assim como as leis da sociedade exigem que respeitemos o outro, independente de ser nosso próximo ou não, e para nos manter em liberdade, os Mandamentos de Deus são para os mesmos fins, com a diferença de que nossa escolha em segui-los estará definindo nossa vida por toda a eternidade.

  • 1. Não terás outros deuses diante de mim

  • Ao começar por esse mandamento Deus quis nos proteger, garantindo que não nos afastemos Dele e de Sua orientação e proteção.

  • 2. Não fará para ti imagens de escultura

  • Reforçando o primeiro mandamento, Deus nos alerta que mesmo amando-O, ainda poderíamos cair em transgressão. Deixando nossa mente e coração divididos e nos deixar levar pela adoração a outros ídolos como: bens materiais, dinheiro, sucesso e admiração dos homens.

  • 3. Não tomará o nome do Senhor teu Deus em vão

  • Nesse mandamento Deus nos lembra de que o respeito com a linguagem e comportamento são fatores importantes para manter-nos próximos Dele.

  • Pois, se considerar sagrado o nome de Deus, permaneceremos fiéis e cuidadosos para não nos envolvermos nas vulgaridades do mundo.

  • 4. Lembra-te do dia de sábado para santificá-lo

  • Guardar um dia para adoração a Deus é mais um mandamento que Ele nos coloca para nosso próprio bem. Pois termos um dia para santificá-lo nos aproxima mais Dele e de sua proteção e bênçãos. É um dia para aprender e ensinar como devemos seguir o exemplo de Jesus Cristo para vencer o mundo assim como Ele o fez.

  • 5. Honra teu pai e tua mãe

  • Ao pedir que respeitemos nossos pais terrenos, Deus nos diz que devemos respeitar também as leis da terra para que haja ordem.

  • 6. Não matarás

  • Uma lei para reafirmar que devemos respeitar as leis da terra. E principalmente a vida do outro. Não temos o direito de tomá-la por ganância, ódio ou inveja.

  • 7. Não adulterarás

  • Com esta lei Deus nos diz que além de termos que respeitar o direito do outro de existir não tomando sua vida, devemos respeitá-lo moralmente, não sendo infiel no amor ou na amizade.

  • Advertisement
  • 8. Não furtarás

  • Mais um mandamento que se refere à convivência em sociedade na terra. Com ele Deus nos diz para sermos honestos, o que envolve ser sincero, verdadeiro e sem falsidade com o outro. Sempre para nos proteger de ficarmos sem nossa liberdade na terra e afastarmo-nos de Deus.

  • 9. Não dirás falso testemunho contra o teu próximo

  • Prestar falso testemunho além de ser desonesto é mais uma atitude que implica em prejudicar o outro, e Deus quer preservar e proteger todos Seus filhos espirituais. Nós seremos protegidos com essa lei, pois assim como não devo prestar falso testemunho contra meu irmão, ele também não deve fazê-lo contra mim.

  • 10. Não Cobiçarás

  • Com essa lei Deus nos diz: tenham pureza em suas mentes e em seus corações. Não é só matando, roubando ou prestando falso testemunho que estaremos cometendo um grande erro; se nossos corações desejam mal, se nossa mente pensa o mal do outro estaremos nos afastando de Deus. Neste caso, o único prejudicado somos nós mesmos. É como tomar goles de veneno esperando que o outro fique doente.

  • O discurso de L. Tom Perry, que citamos acima, tem como tema “A Obediência à Lei é Liberdade”. Por tudo o que estudamos e com essa frase concluímos em uma única palavra como é fácil decidir o caminho que devemos escolher se queremos ser livres para viver em sociedade e livres para viver sob a proteção de Deus, e, um dia, voltarmos a viver em Sua presença. A palavra é “OBEDIÊNCIA”.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Graduada em Administração de Empresas com MBA em Empreendedorismo. Casada mãe de 6 filhos, avó de 2 netos. Atua profissionalmente como Analista Instrutora da Educação Empreendedora no SEBRAE - SP. Como hobby gosta de artesanato, música e leitu

Viver em sintonia com Deus: 10 lições que aprendemos com os 10 mandamentos

Está livre quem se submete às leis e está preso quem as descumprem. Por quê? Porque a lei existe para beneficiar e não para prejudicar o cidadão.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr