Do faz de conta para a vida real: Voltar ou não para o ex?

O que temos de fazer é um novo começo, uma nova história, com os mesmos personagens, porém eles, já não devem ser como antes.

6,971 views   |   6 shares
  • Desde pequenos somos inseridos no mundo do faz de conta, onde as histórias de amor são recheadas de obstáculos e terminam sempre em finais felizes. Princesas sendo salvas por príncipes encantados que enfrentam dragões e bruxas, tudo em nome do amor. Histórias perfeitas, com finais perfeitos.

  • Porém, essas histórias são somente isso, histórias. A realidade é completamente diferente daquela que os contos de fadas relatam, e embora essas histórias nos tragam uma esperança acalentadora do verdadeiro amor que tudo sofre e vive feliz para sempre, precisamos ter em mente que a mágica não existe no mundo real, não há fadas madrinhas.

  • O que existe são pessoas com muitos defeitos e qualidades que por se amarem buscam se aperfeiçoar, buscam conviver com o outro, ora relevando certos defeitos, ora reconhecendo os próprios.

  • Bruxas e dragões da vida real

  • As bruxas e dragões da vida real estão dentro de nós mesmos e cada um luta sozinho contra eles; são os sentimentos de ciúme, inveja, orgulho, falta de perdão e intolerância. Esses são os vilões que devem ser vencidos para que o casal possa viver bem e ser feliz.

  • O "felizes para sempre" da vida real

  • E o "felizes para sempre" da nossa realidade não significa que não haverá dias de mágoas, tristeza, de discussões e divergências de opiniões. Mas que, com o altruísmo aliado à humildade, o amor pode passar por esses dias sombrios sem se abalar. E que nos dias mais ensolarados poderemos desfrutar da felicidade plena daqueles momentos.

  • Quando um relacionamento acaba

  • Agora, quando um relacionamento termina é sinal que alguns daqueles "vilões" não foram derrotados e que o sentimento de amor foi infectado. Sentimos como se um vaso de cristal se partisse e que não pode mais ser restituído.

  • Em alguns casos isso realmente é verdade, a ferida é tão profunda que não permite que o casal se entregue para a relação e nesse caso o melhor a fazer é que cada um siga seu caminho e busque sua felicidade em uma outra história. Caso contrário, o conto de fadas irá virar uma história de terror.

  • Quando vale a pena

  • Porém, quando os sentimentos destrutivos do relacionamento são vencidos o perdão genuíno é capaz de restituir o que se partiu. Contudo, ambos devem estar em sintonia, ambos devem estar comprometidos a se entregar cem por cento. Será uma nova história, embora os personagens sejam os mesmos eles já não são mais como antes, e aquela velha história deve ser esquecida e enterrada para sempre, como se nunca tivesse existido. Se o casal sentir que possui a capacidade, não de recomeçar, e sim de COMEÇAR com certeza o relacionamento terá chances de dar certo.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Taís Bonilha da Silva, estudante de Psicologia, atua na área da Saúde Mental. Participa do Programa de Monitoria na Universidade na disciplina de Análise do Comportamento. Esposa e mãe de 2 filhos.

Do faz de conta para a vida real: Voltar ou não para o ex?

O que temos de fazer é um novo começo, uma nova história, com os mesmos personagens, porém eles, já não devem ser como antes.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr