3 dicas essenciais para combater a depressão sem usar remédios

Mesmo com a ajuda de anti-depressivos, faça sua parte para se livrar da depressão.

824 views   |   shares
  • Tristeza excessiva, desânimo, negativismo, insônia ou excesso de sono, dificuldades de concentração, desesperança, perda do apetite ou apetite voraz, humor diminuído e irritação são alguns dos sintomas relacionados a depressão.

  • Esse transtorno é um mal em nosso século, não que não tenha existido anteriormente, mas a vida que levamos hoje, a correria, estresse e pressões constantes têm contribuído para que a depressão se alastre.

  • No Hospital Psiquiátrico em que atuei por 1 ano, era bastante comum as pessoas que sofriam de depressão relatarem que a vida perdeu a cor. Tal relato tem fundamento científico, segundo um estudo da Universidade de Freiburg, na Alemanha. Esse estudo comprovou que pessoas acometidas de depressão possuem a sensibilidade da visão alterada pelo transtorno, o efeito segundo os pesquisadores, seria como diminuir o contraste de cores da televisão. Pode ser que por essa razão, os artistas que representavam a depressão em suas obras usavam tons acinzentados.

  • A perda da sensibilidade interfere em outros sentidos sensoriais, segundo o Psiquiatra e Professor da UNICAMP Paulo Dalgalarrondo, por isso algumas pessoas com depressão relatam que as cores já não são iguais, as músicas não soam como soavam antes e que o mundo está mais apagado.

  • Se você se identifica com algumas dessas características, seria importante buscar ajuda profissional. A depressão grave interfere na vida da pessoa, no trabalho, nos relacionamentos e pode levar ao suicídio, por isso, mesmo que opte por um tratamento não medicamentoso, o acompanhamento profissional é obrigatório. Sozinho dificilmente a pessoa conseguirá se livrar da depressão, mas existem algumas atitudes que podem ser tomadas assim que percebemos algum desses sintomas, que podem ajudar no tratamento contra a depressão:

  • Falar

  • o ideal será um bom profissional de psicologia, em alguns casos será indispensável, mas poder conversar com alguém ajuda muito. A fala é um processo que nos obriga a organizar nossos pensamentos, quando falamos não apenas colocamos para fora aquilo que pesa dentro de nós, mas também colocamos em ordem nossos pensamentos, a confusão se dissipa e tudo parecerá mais claro.

  • Ocupar as mãos

  • isso mesmo, buscar algum tipo de trabalho manual pode ser a salvação em muitos casos. Quando trabalhamos com as mãos, colocamos nossa mente para trabalhar também e evitamos os pensamentos negativistas comuns da depressão.

  • Advertisement
  • Exercício físico

  • correr, caminhar, jogar futebol, vôlei, nadar, etc., qualquer coisa valerá a pena, pois ao nos exercitarmos o corpo libera endorfina responsável pela sensação de bem-estar. Mesmo que não sinta vontade (saiba que não sentirá, pois será a depressão atuando), se force a fazer algum exercício físico.

  • Novamente ressalto que o acompanhamento profissional é obrigatório, a depressão é um transtorno muito sério, não é preguiça, não é para chamar a atenção e necessita de tratamento. Há casos muito graves em que a medicação, inicialmente, será necessária, mas se a pessoa tiver um pouco de conhecimento sobre si mesma, saberá reconhecer alguns sinais logo no começo e poderá evitar que o transtorno se agrave.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Taís Bonilha da Silva, estudante de Psicologia, atua na área da Saúde Mental. Participa do Programa de Monitoria na Universidade na disciplina de Análise do Comportamento. Esposa e mãe de 2 filhos.

3 dicas essenciais para combater a depressão sem usar remédios

Mesmo com a ajuda de anti-depressivos, faça sua parte para se livrar da depressão.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr