10 razões para evitar namoros precoces

Este artigo expõe 10 consequências a que todos os jovens que namoram precocemente estão sujeitos.

24,484 views   |   126 shares
  • Iniciar um namoro sério não é uma decisão para ser tomada inconsequentemente. Muitas pessoas bem jovens, algumas delas que acabaram de entrar na puberdade, já falam em namoro ou estão namorando, sem ter uma maturidade mínima para isso.

  • Assim como toda decisão importante, o namoro precoce tem suas consequências, algumas delas bem sérias. Observe:

  • 1 – Os namoros têm prazo de validade

  • Isso quer dizer que as pessoas não conseguem ficar por muito tempo no mesmo estágio na relação. Ou elas avançam um degrau, ou recuam. Isto é, se a pessoa começa a namorar muito cedo, é bem provável que, ao chegar em determinado ponto, ela vai querer algo mais: ou vai querer casar ou acabar rompendo para viver novas experiências.

  • 2 – Há maiores chances de o casamento precoce acabar em divórcio

  • Levando em conta o ponto anterior, se os jovens decidirem se casar é mais provável que seu relacionamento não perdure. Durante a adolescência as pessoas não têm maturidade suficiente para tomar uma decisão tão séria como essa. Sem contar que se arrependerão por não terem aproveitado sua juventude, o que vão querer fazer futuramente.

  • 3 – Namoros longos podem levar à intimidade sexual e gravidez precoce

  • E ainda que os jovens desejem continuar juntos, há um risco maior de se envolverem intimamente e, devido à imaturidade e inconsequência – típicos da adolescência, acabarem tendo de lidar com uma gravidez não planejada.

  • 4 – Namoros longos acabam se desgastando

  • Como não está havendo um progresso na relação, os namoros demasiadamente longos acabam perdendo a graça. Namoro desgastado não vai longe.

  • 5 – O namoro precoce expõe os jovens a sofrimentos desnecessários

  • Quem quer entrar em uma relação que pode estar com os dias contados? Os jovens precisam estar cientes de que, embarcando em um namoro sério cedo demais, estão se expondo desnecessariamente a sofrimentos com os quais terão muita dificuldade de lidar, devido à sua imaturidade emocional.

  • 6 – Perda de boas oportunidades para conhecer novas pessoas

  • Enquanto os jovens estão “presos” em um namoro prematuro, perdem ótimas oportunidades de socializar-se, de expandir seus contatos e aguardar o tempo passar e a capacidade de julgamento se aprimorar, até que possam realizar uma escolha madura.

  • 7 – Desperdício da juventude

  • Além da observação anterior, o jovem comprometido pode estar perdendo a oportunidade de se divertir com amigos do mesmo gênero, de viajar, de participar de intercâmbios e outros programas que o levarão a ficar algum tempo longe.

  • Advertisement
  • 8 – Namoros precoces podem atrapalhar os estudos

  • Jovens apaixonados ficam ainda mais inconsequentes, justamente na época em que precisam se dedicar arduamente a seus estudos. Muitos “matam” aula, deixam de estudar para provas porque preferem ficar namorando. Alguns chegam ao cúmulo de interromper seus estudos por conta da paixão que estão sentindo.

  • 9 – Prender-se cedo demais a uma pessoa também pode atrapalhar os planos em relação ao futuro acadêmico, profissional e outros projetos de vida

  • Muitas vezes o jovem precisará mudar de cidade, estado ou país para investir em seu futuro ou fazer um trabalho que julgue importante. Se já está engajado em um namoro firme, ele poderá sentir-se tentado a recuar, abrindo mão das oportunidades que surgirem. E se decidir seguir adiante, a não ser que o casal tenha objetivos comuns e se comprometa em manter-se fiel enquanto estiver longe um do outro, haverá muita dificuldade de manter uma relação à distância. É preciso maturidade e foco, caso contrário haverá insegurança e sofrimento.

  • 10 – O rompimento do namoro pode levar à depressão

  • Segundo a psicóloga Olga Tessari, “a depressão pós-namoro é muito comum em adolescentes e jovens adultos que não sabem lidar com a perda. Eles costumam ser radicais, partindo para o uso das drogas, parando de trabalhar e fazendo coisas que vão contra eles mesmos.”

  • Que fique bem claro que o que foi exposto acima não se aplica a todos os namoros precoces. Há jovens, especialmente depois dos 16 anos, que são maduros e conscientes o suficiente para manter um namoro sadio e viver cada estágio da vida no tempo certo. E cujos namoros acabam em casamento e na construção de uma família feliz.

  • Este artigo tem o objetivo principal de incentivar os jovens a aproveitar sua juventude de forma sadia e serem pacientes, deixando para assumir um namoro sério somente quando estiverem preparados física, emocional e psicologicamente.

  • Saber esperar a época certa poderá evitar sofrimento e outras consequências indesejadas, e aumentará as chances de uma escolha acertada.

  • Leia também: O bom tempo do noivado: vantagens e preparação, 5 sinais de que o namoro precisa acabar e Como evoluir uma relação da amizade para o namoro.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Se gostou, compartilhe o artigo...

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

10 razões para evitar namoros precoces

Este artigo expõe 10 consequências a que todos os jovens que namoram precocemente estão sujeitos.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr