Quero ter pais melhores!

Não desdenhem seus pais pelo "pouco" que podem lhes oferecer. Esse pouco ofertado pode ser tudo o que eles têm para dar.

1,158 views   |   2 shares
  • Este vídeo é profundamente tocante. Mostra algumas cenas da relação conturbada de um amoroso e dedicado pai surdo-mudo com a filha que se envergonha de ter um pai com essas limitações.

  • Assisti a esse vídeo há alguns dias e, de lá para cá, tenho pensado muito a respeito de como alguns jovens podem ser cruéis e ingratos com seus pais. Pensei nas cenas que já presenciei e em outras que vivi na juventude.

  • Depois que nos tornamos pais e mães, podemos entender com clareza as muitas coisas que nossos pais diziam e faziam pelo nosso bem-estar, que pensávamos ser implicância, ignorância ou caduquice. Com a paternidade e a maternidade vêm as responsabilidades e a compreensão de que os pais realmente são bastante limitados.

  • Há pais que têm limitações físicas ou intelectuais. Outros gostariam de ser melhores em muitos aspectos, mas precisam lidar com suas imperfeições e fraquezas, que já são um fantasma para si próprios, imaginem como se sentem por saber que também acabam afetando seus filhos. Sim, os pais precisam lidar constantemente com suas culpas.

  • Para aqueles que, como a moça do vídeo, se envergonham dos pais que têm, tenho alguns conselhos a dar:

  • Vocês um dia terão filhos e aprenderão na pele que não existem pais perfeitos

  • Que é mais fácil palpitar sobre a paternidade/maternidade alheia do que gerenciar o próprio lar. Na prática, as coisas funcionam bem diferentes do que vocês pensam.

  • Vocês sentirão na pele o que é lidar com filho difíceis

  • Quando criança, eu via as pessoas dizendo que "praga de mãe" pegava. Quando as crianças faziam algo errado, as mães costumavam dizer: “um dia você vai ter seus filhos, vai sentir na pele o que eu sinto!” Não vejo essa admoestação como uma praga, mas como palavras de quem sabe como a vida funciona, porque já viu isso muitas vezes e talvez também passou por isso. Se isso é ou não um círculo eu não sei dizer. O certo é que ninguém quer ter filhos rebeldes. Então, que comecem sendo filhos mais amorosos, obedientes e compreensivos. Um bom legado tem um grande peso na história familiar que é transmitida de geração em geração.

  • Atrás de pais limitados há pessoas que lhes amam e se esforçam para dar o seu melhor

  • Vocês não têm ideia do que significa cuidar de um filho. Nós erramos tentando acertar e depois ficamos nos culpando por termos errado. Já temos uma consciência que nos acusa constantemente, não merecemos que outros venham aumentar ainda mais a nossa dor. Exceto em raras exceções, os pais amam seus filhos e esperam que eles aceitem sua oferta imperfeita de amor.

  • Advertisement
  • Coloquem-se no lugar deles

  • Vocês não precisam esperar até ter filhos para tentarem entender seus pais. Tentem se imaginar no lugar deles agora, fazendo aquilo que vocês os acusam de não fazerem bem feito. Esse exercício já basta para cessarem as acusações.

  • Aceitem aquilo que eles têm para vocês

  • Aceitem a casa, as roupas, a escola, o alimento que eles podem lhes dar. Jamais menospreze seus sacrifícios. Os pais são capazes de tirar a roupa do próprio corpo e deixar de comer durante um dia inteiro - e até mais - para manter seus filhos agasalhados e alimentados. Pode ser que eles já tenham feito isso, mas não contaram para não lhes deixarem preocupados.

  • Aceitem seus bons conselhos

  • Não rejeitem a sabedoria dos sábios. Ela lhes fará falta no percurso que precisam trilhar nessa jornada mortal. A vida é cheia de pedras, penhascos e armadinhas. Os sábios já trilharam esse caminho e podem lhes orientar com mais propriedade.

  • A perfeição não existe na mortalidade. Então, se esperarem perfeição de seus pais, vocês certamente se decepcionarão. Lembrem-se de que vocês mesmos são imperfeitos, ainda assim eles os amam e têm muito orgulho e gratidão por serem seus pais.

  • Talvez seja a hora de mostrar a eles que vocês os amam. Então:

    • Digam “eu te amo” frequentemente.

    • Deem-lhes um forte abraço também frequentemente.

    • Visitem-nos (caso morem longe) com mais frequência.

    • Aceitem seus conselhos de bom grado.

    • Agradeçam por tudo que já fizeram e continuam fazendo por vocês.

    • Tenham prazer em apresentá-los aos seus amigos.

    • Convidem seus amigos para irem à sua casa.

    • Deem-lhes presentes significativos em datas especiais.

    • Deem-lhes um presente de gratidão, fora de hora.

    • Ofereçam ajuda sem que lhes peçam.

    • Cuidem deles quando estiverem doentes, cansados ou ficarem velhos.

  • Caso vocês não tenham sido os melhores filhos até agora, saibam que podem passar a ser. Desculpem-se com seus “velhos” e coloquem em prática os conselhos deste artigo. Esta é uma mudança da qual vocês jamais se arrependerão. Ela trará a felicidade de volta à sua vida e à deles.

  • Nem pais nem filhos são perfeitos. Mas se houver gratidão e reconhecimento pelos esforços, de ambos os lados, tanto pais quanto filhos se sentirão em paz consigo mesmos por terem conseguido dar o melhor de si apesar de suas limitações.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

Quero ter pais melhores!

Não desdenhem seus pais pelo "pouco" que podem lhes oferecer. Esse pouco ofertado pode ser tudo o que eles têm para dar.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr