Entendendo a Previdência Social do Brasil: Aposentadorias

Aprenda sobre 4 tipos de aposentadorias e o que fazer para garantir a sua.

1,405 views   |   1 shares
  • Por mais que uma pessoa ame sua profissão, chega um momento na vida em que a aposentadoria é bem-vinda. Seja para viajar, curtir os netos ou mesmo para (finalmente!) ter tempo para descansar.

  • Para chegar a essa fase da vida com tranquilidade é preciso preparação.

  • A Previdência Social brasileira garante ao trabalhador vários tipos de aposentadorias e, no presente artigo, vamos explicar 4 delas.

  • 1. Aposentadoria por Idade Urbana

  • Idade

  • : 65 anos de idade, se for homem, e 60 anos de idade, se for mulher.

  • Carência

  • 180 contribuições mensais pagas (15 anos).

  • 2. Aposentadoria por Idade Rural

  • Idade

  • : 60 anos de idade, se for homem, e 55 anos de idade, se for mulher.

  • Carência

  • 180 contribuições pagas (15 anos) ou comprovar 180 meses de exercício de atividade rural em regime de economia familiar. O site da Previdência tem uma lista de documentos que podem ser utilizados como prova de atividade rural, para fins de concessão desse benefício.

  • 3. Aposentadoria por Tempo de Contribuição

  • Idade

  • não exige idade mínima.

  • Carência

  • 180 contribuições pagas

  • Tempo de contribuição

  • 35 anos para os homens e 30 anos para as mulheres. Existem atividades que podem ser utilizadas para o cálculo do tempo de contribuição mesmo sem ter existido contribuição. Como o serviço militar obrigatório ou mesmo a atividade rural em regime de economia familiar, por exemplo.

  • 4. Aposentadoria por Tempo de Contribuição da Pessoa com Deficiência

  • Idade

  • não exige idade mínima.

  • Carência

  • : 180 contribuições pagas.

  • Tempo de Contribuição

  • a Lei Complementar n. 142, de 2013, garantiu a Pessoa portadora de Deficiência que exerce atividade profissional, o direito te obter uma redução de até 10 anos no tempo de contribuição exigido, de acordo com o grau das limitações impostas pela deficiência.

  • A deficiência será classificada pela perícia médica e avaliação social do INSS em grave, moderada ou leve. E, de acordo com essa classificação, é que será fixado o tempo de contribuição necessário para obter o benefício. Devendo ser de pelo menos 20 anos de contribuição para as mulheres e pelo menos 25 anos para os homens nos casos de deficiência grave.

  • Se você contribui para a Previdência Social e quer saber quanto tempo falta para ter direito a se aposentar, é só fazer uma contagem de Tempo de Contribuição no site da Previdência. Lá também existe a possibilidade de fazer a simulação do cálculo da renda do benefício.

  • Advertisement
  • Se você é jovem, pode ser que a aposentadoria pareça algo muito distante. Mas o tempo vai passar e a idade vai chegar, quer você tenha se preparado ou não. É melhor estar preparado, não é mesmo?

  • Além disso, durante todo o período em que estiver contribuindo, você garante para si a proteção previdenciária nos casos de incapacidade para o trabalho (por meio dos benefícios por incapacidade), parto ou adoção (com direito ao salário maternidade). E ainda garante a seus dependentes o direito à pensão por morte, caso você venha a falecer.

  • Se você ainda não é segurado da Previdência, faça sua inscrição agora mesmo! A inscrição pode ser feita pelo site ou em uma Agência da Previdência Social.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Marilia Condé Aguilar é advogada, escritora, esposa e mãe. Adora pesquisar e está sempre em busca de soluções práticas para ajudá-la a equilibrar suas responsabilidades familiares e profissionais.

Website: http://lar-umpedacinhodoceu.blogspot.com.br/

Entendendo a Previdência Social do Brasil: Aposentadorias

Aprenda sobre 4 tipos de aposentadorias e o que fazer para garantir a sua.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr