Porque você está falhando como pai ou mãe se não tem ensinado este princípio aos filhos

Se há uma lição que precisamos ensinar aos nossos filhos enquanto os criamos para a vida adulta, é esta.

5,520 views   |   shares
  • Ao criarmos nossos filhos, ensinamos-lhes muitas lições importantes. Lições sobre saúde, segurança e confiança.

  • Mas há um pequeno e vital conhecimento que, por vezes negligenciamos, e é uma das lições mais importantes que todo o ser humano precisa entender e abraçar. Sem isso, podemos cair em um padrão de comportamento autodestrutivo, sem qualquer justificativa.

  • Autodomínio

  • Como muitos de nós sabemos, há adultos que usam esta justificativa - "Aconteceu. Eu não queria fazer isso, não pude evitar". Talvez seja alguém que se apaixonou por um contato de bate-papo on-line. Ou "acidentalmente" clicou em um site pornográfico. Ou então, "foi obrigado" a beber aquele drink.

  • Crianças que crescem em torno de adultos que assumem responsabilidade e praticam autodomínio vão assimilar esses conceitos. A questão nas entrelinhas é que muito pouco na vida acontece por acaso. Isso acontece porque acreditamos que as coisas são aleatórias e que temos pouco ou nenhum controle sobre nossas vidas. Nós simplesmente fazemos algumas coisas. Em última análise, há um décimo de segundo quando fazemos uma escolha. Escolhemos navegar em um site ruim. Escolhemos alimentar um relacionamento com alguém que não seja o cônjuge. Escolhemos ir a um bar. Sim! Nós escolhemos. Podemos fazê-lo porque nos sentimos sobrecarregados de problemas, desanimados ou com medo. Mas somos nós que escolhemos.

  • Eu tinha um terapeuta maravilhoso que me ensinou: "Esses pensamentos vêm para o palco de nossas mentes. Cabe a nós dar-lhes atenção e deixar que nos entretenham ou fechar a cortina e encerrar o show."

  • Aqui estão algumas dicas para ajudar seus filhos a aprenderem autodomínio:

  • Ensine pelo exemplo

  • Quando você fizer algo errado, explique aos seus filhos que você falhou e sua decisão de fazer o certo foi negligenciada por um momento. Tome a responsabilidade sobre si. Diga-lhes que você vai fazer diferente da próxima vez.

  • Ensine pela análise

  • Quando a criança faz algo errado e diz: "Aconteceu", calmamente peça-lhe para parar e pensar sobre o tempo que antecedeu ao evento. Pergunte a ela sobre o seu estado de espírito, o humor em que se encontrava, o processo de pensamento e a última coisa que estava pensando antes de acontecer. Ajude-a entender por que a má decisão tomada (e que desencadeou o erro) pode fazê-la chegar a possíveis formas de evitar a má escolha novamente. Pergunte ao seu filho como ele acha que pode prevenir-se para não fazer essa escolha novamente.

  • Advertisement
  • Ensine pela responsabilidade

  • Pergunte ao seu filho qual ele acha que deve ser sua correção depois de uma má escolha. Leve isso em consideração ao decidir o que fazer a seguir. Muitas vezes, as crianças são sábias o suficiente para descobrir um castigo justo para suas próprias ações.

  • Ensine pela misericórdia

  • Se o seu filho é capaz de analisar a sua escolha e chegar a um bom entendimento sobre o que deu errado, considere a correção em conformidade. Isso não quer dizer que você deva deixar de corrigi-lo, mas sim que ele deve utilizar o seu novo entendimento para o seu próprio bem. O objetivo de bons pais é fazer com que as crianças aprendam a fazer o certo porque é o que deve ser feito e não por medo de punição. Um dia, eles serão adultos e não terão alguém para responsabilizá-los. Eles precisam aprender como fazer isso por eles mesmos.

  • Ensine pelo elogio

  • Certifique-se de que você percebe quando as coisas dão certo. Quando você vê o seu filho fazer boas escolhas e ser responsável, mostre que você notou e dê-lhe os parabéns. Isso irá ajudá-lo a lembrar e escolher melhor da próxima vez que estiver diante de uma decisão difícil. Reforce, perguntando: "Como você se sente com as boas escolhas que você está fazendo?".

  • Ensine

  • Reunir sua família uma vez por semana ou mais, e ter aulas de autodomínio é uma ótima maneira de afastar as más escolhas antes que elas aconteçam. Planeje a realização de uma reunião para decidir e votar sobre os princípios que sua família defende. Veja como. Torne esta uma atividade divertida. Dê uma pequena palestra, sirva um lanche, brinquem. Tente não pregar, mas sim, ensinar como uma troca aberta de ideias.

  • Investir esforços e energia em ajudar seus filhos a entenderem que eles são os únicos responsáveis por si mesmos e que devem pensar antes de agir é fundamental para formar adultos com um senso de autogerência. Às vezes, como pais, nos sentimos exaustos a ponto de desejarmos dizer: "Ah, descubra por si mesmo! Vá em frente, cometa algum erro estúpido! Você vai se arrepender." e deixar por isso mesmo. Se você tem vários filhos, claro que o esforço é maior. Mas se você se dedicar, no final, quando eles estiverem no mundo por conta própria, criando seus próprios filhos de forma responsável, você vai sentar e saborear aquela xícara de chá de camomila e receber umas palmadinhas nas costas por um trabalho bem feito.

  • Advertisement
  • Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger do original Why you've failed as a parent if you haven't taught your children this one principle, de Rebecca Rickman.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Becky Lyn is an author and a 35+ year (most of the time) single mom.

Website: http://www.beckytheauthor.weebly.com

Porque você está falhando como pai ou mãe se não tem ensinado este princípio aos filhos

Se há uma lição que precisamos ensinar aos nossos filhos enquanto os criamos para a vida adulta, é esta.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr