10 informações essenciais sobre a Páscoa que a mídia não informa

A Páscoa deve ser considerada o maior de todos os eventos cristãos. Leia e descubra o porquê.

12,246 views   |   15 shares
  • Chocolates com preços “pela hora da morte”, comércio tentando bater as vendas do ano passado, propagandas criativas que induzem ao consumismo, impostos exorbitantes embutidos em chocolates são as maiores informações que recebemos através da mídia nessa época. Será esse o verdadeiro significado da Páscoa? Que informações estão sendo omitidas?

  • Veja, a seguir, 10 informações essenciais sobre a Páscoa que a mídia não informa:

  • 1. A primeira Páscoa

  • A Primeira Páscoa, conhecida como Pessach – que significa passagem, era uma festa em comemoração à libertação do povo de Israel pelo Senhor, quando o destruidor passou pelo Egito e matou os primogênitos dos egípcios, poupando os primogênitos dos israelitas.

  • "Este é o sacrifício da páscoa ao Senhor, que passou as casas dos filhos de Israel no Egito, quando feriu aos egípcios, e livrou as nossas casas." (Êxodo 12:27)

  • 2. O cordeiro pascal

  • Os israelitas foram poupados da morte por seguirem as instruções dadas pelo Senhor a Moisés:

  • "Aos dez deste mês tome cada um para si um cordeiro (...) ou cabrito sem mácula (...). E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde. E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem.” (Êxodo 12:3-7)

  • "Porque o Senhor passará para ferir aos egípcios, porém quando vir o sangue na verga da porta, e em ambas as ombreiras, o Senhor passará aquela porta, e não deixará o destruidor entrar em vossas casas, para vos ferir." (Êxodo 12:23)

  • Depois disso, o carneiro assado deveria ser comido pela família, acompanhado de pães ázimos e ervas.

  • 3. A Páscoa na época de Cristo

  • Cristo, como todos os israelitas, costumava comemorar a Páscoa segundo os costumes antigos.

  • “Ora, todos os anos iam seus pais a Jerusalém à festa da páscoa; (...) subiram a Jerusalém, segundo o costume do dia da festa.” (Lucas 2:41-42)

  • 4. A última ceia

  • Também conhecida como Santa Ceia, ocorreu às vésperas da prisão e sacrifício de Jesus Cristo. Ele disse aos seus Apóstolos: "Ide, preparai-nos a páscoa, para que a comamos." (Lucas 22:8)

  • Os simbolismos

  • As informações anteriores são importantes para que se compreenda o real significado da Páscoa. No Velho Testamento era uma cerimônia cheia de símbolos significativos e todos remetiam a Jesus Cristo. Veja:

  • Advertisement
  • 5. Pães ázimos

  • São pães feitos sem fermento ou levedura. O fermento simbolizava corrupção. Ao comer pães ázimos, os israelitas comiam um pão livre de impureza ou corrupção. O pão ázimo era uma representação do Pão da Vida (símbolo de Jesus Cristo. (João 6:48)

  • 6. O cordeiro

  • O cordeiro escolhido deveria ser sem mácula, macho de um ano. Era uma representação do Cordeiro de Deus (Jesus Cristo), que foi puro e perfeito, que foi morto pelos pecados do mundo.

  • 7. Sangue aspergido nos umbrais das portas

  • Assim como o sangue do cordeiro salvou o povo do convênio da morte, o sangue de Cristo salva a humanidade da morte física (morte do corpo) e espiritual (afastamento de Deus).

  • Cristo suou sangue pelos poros, tamanha agonia que sentiu pelos pecados da humanidade no jardim do Getsêmani e verteu sangue de suas chagas, quando pregado na cruz.

  • "E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão." (Lucas 22:44)

  • 8. Santa Ceia

  • A Santa Ceia ou Sacramento é uma ordenança instituída por Jesus Cristo para substituir os, até então, rituais de comemoração da Páscoa. Hoje em dia, os cristãos partilham com frequência a Santa Ceia em lembrança de seu sacrifício expiatório.

  • "E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim." (1 Coríntios 11:24)

  • "Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim." (1 Coríntios 11:25)

  • 9. A Expiação - o último e grande sacrifício

  • Todos os sacrifícios de animais requeridos no Velho Testamento apontavam para o grande e último sacrifício, o Sacrifício de Jesus Cristo. Este sacrifício pôs fim aos holocaustos.

  • Os holocaustos eram oferecidos por um sacerdote como uma demonstração de arrependimento da casa de Israel. Cristo, o Cordeiro de Deus, ofereceu-se em sacrifício para pagar o preço dos pecados da humanidade, a fim de que ela pudesse se arrepender e apresentar obras de retidão.

  • 10. Ressurreição e Salvação

  • Jesus levou uma vida plenamente reta. Ele jamais pecou. Por este motivo e por ser o único filho de Deus na carne, Ele era a única pessoa habilitada para ser o Salvador do mundo.

  • Apesar de ter sido humilhado, machucado e acusado injustamente; de ter sofrido dores inimagináveis no Getsêmani e ter morrido na cruz, Ele venceu! (João 16:33)

  • Advertisement
  • Ele venceu o pecado e a morte, cumprindo a missão para a qual foi designado pelo Pai Celestial. A prova disso foi o que aconteceu no terceiro dia: “E que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.” (1 Coríntios 15:4)

  • Graças ao Sacrifício Expiatório de Cristo, a morte é temporária, pois todos nós ressuscitaremos dentre os mortos. “E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação.” (João 5:29)

  • Graças à Expiação poderemos, também, receber a remissão de nossos pecados. Mas diferentemente da ressurreição, a remissão dos pecados está sujeita às condições estabelecidas pelo Salvador. Ele pagou nossas dívidas. Somos, portanto, seus devedores. E o que Ele requer de nós? As escrituras, abaixo, dão a resposta:

  • "Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.” (Atos dos Apóstolos 2:38)

  • “[Andai)dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus." (Colossenses 1:10)

  • "Se me amais, guardai os meus mandamentos.” (João 14:15)

  • Graças à Expiação de Jesus Cristo poderemos nos purificar a fim de estarmos dignos de retornar ao nosso Lar Celestial.

  • Que nesta Páscoa possamos refletir sobre o significado dessa data tão essencial para nossas vidas. Que possamos recordar o sacrifício do Salvador por nós e sentir o desejo de receber todas as bênçãos da Expiação.

  • "Se fizeres o bem, sim, e te conservares fiel até o fim, serás salvo no reino de Deus, o que é o maior de todos os dons de Deus; porque não há dom maior que o da salvação.”

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

10 informações essenciais sobre a Páscoa que a mídia não informa

A Páscoa deve ser considerada o maior de todos os eventos cristãos. Leia e descubra o porquê.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr