Quando o amor não é suficiente: Ensinando seus filhos sobre a realidade dos relacionamentos adultos

O amor é a base sobre a qual as relações duradouras são construídas. Mas o amor é apenas o começo. Ajude os seus filhos a aprenderem como tudo funciona.

1,678 views   |   shares
  • Preparar seus filhos para relacionamentos adultos pode parecer uma tarefa impossível. Não importa o quanto você tente abrir-lhes os olhos com as verdades “Relacionamentos não são fáceis”, "Relacionamentos dão trabalho", e "Nada é perfeito", eles ainda vão sonhar com contos de fadas, histórias de ninar e desenhos da Disney®. Também sonharão com o príncipe e a princesa e com o "viveram felizes para sempre. Fim".

  • Então como conscientizar o seu filho adolescente de que "o fim" é apenas o começo e que o verdadeiro trabalho começa quando o filme termina? Como você pode ensinar a seus filhos que o amor, por si só, não é suficiente para manter um relacionamento saudável?

  • O amor é apenas o começo

  • O amor é a parte mais importante de um relacionamento saudável adulto. Mas não é tudo. Se a relação é a casa, o amor é o alicerce. Com uma base forte, tudo é possível. Com uma base fraca, não importa o quão forte sejam os tijolos, as vigas de madeira e o telhado, a casa vai cair. E o relacionamento vai desmoronar sob seu próprio peso.

  • Construindo uma base sólida

  • Quando se tem uma base sólida de amor o que você tem que fazer é construir sobre ela. Mas todos os edifícios começam com planejamento. E assim deve ser também com o seu relacionamento, pelo menos em parte. Tenha em mente quais materiais você está buscando para construir, qual estilo de construção você deseja e o design de interiores antes de começar. Ou seja, certifique-se que você e seu parceiro estão na mesma sintonia e trabalhando para o mesmo objetivo. Mais do que apenas gostar das mesmas coisas, certifique-se que são compatíveis em um nível profundo. Fale sobre seus valores pessoais, postura sobre questões sociais, desejo de casar e ter filhos, relacionamento com sua família, as perspectivas do dia a dia e do compromisso com a vida.

  • Passo a passo

  • Se você pular etapas no início de um relacionamento, ou se for rápido demais, vai inevitavelmente tropeçar e cair no seu caminho para o topo. Em seguida, você e seu parceiro terão que reerguer um ao outro, apesar das feridas e tudo, e recomeçarem a construir o seu caminho de volta ao relacionamento feliz. Só que desta vez mais lentamente é que se vence a corrida. Leve o tempo que for necessário para colocar cada tijolo de volta ao lugar: confiança, honestidade, integridade, ação, comunicação, valores, etc. Cada um fixado com força e em grossas camadas irá criar uma fortaleza impenetrável para você e sua família quando tempos difíceis vierem.

  • Advertisement
  • A verdade nua e crua

  • As pessoas cometem erros. As pessoas machucam intencionalmente as outras. Elas dizem e fazem coisas ruins na tentativa de obter o controle da situação, ou de seu parceiro. Ensine seu filho a tomar cuidado com esses comportamentos em seus parceiros e em si mesmos. Ensine seu filho a ter consciência de que ele pode prejudicar os outros mesmo quando não é a sua intenção. Também lhe ensine o valor do perdão. Pessoas feridas ferem outras, e só elas mesmas podem interromper o ciclo ao conscientizar-se do poder que têm de fazer a diferença e mudar o seu relacionamento.

  • Quando se afastar

  • Às vezes, todo o trabalho e empenho no mundo não podem derrubar o que duas pessoas construíram. Quando a relação em si é o problema ela precisa ser demolida para se construir algo melhor. Quer isso seja feito juntos ou separados depende do casal e de qual foi o motivo da separação em primeiro lugar. No caso de "diferenças irreconciliáveis" vocês provavelmente podem desconstruir o que têm e reconstruir um novo relacionamento, consigo mesmos, um com o outro e com sua fonte de poder superior enquanto ficarem juntos. Mas se vocês estão enfrentando abuso, vícios, ou outras circunstâncias, cura e superação precisam ir além dos limites do relacionamento e da outra pessoa. O amor em si pode até mesmo necessitar ser extinto para se recuperar totalmente do que era.

  • Relacionamentos são compromissos ao longo da vida que começam com o seu compromisso consigo mesmo e com seu poder superior. Quando essa relação é forte e saudável, a construção de um forte relacionamento com um parceiro tende a ser muito mais suave. Seus adolescentes impulsivos, cheio de hormônios e ansiosos por independência, ainda têm um longo caminho a percorrer na realização desta realidade. Dê-lhes tempo e ensine-lhes essas verdades tanto quanto você tem ensinado muitas outras.

  • Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger do original When love is not enough: Teaching your kids about the realities of adult relationships.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Georgia D. Lee is a University of Miami Alumna who seeks to empower, inspire, enrich and educate anyone with an open mind, heart and spirit through her most treasured medium - black and white!

Website: http://authorgeorgiadlee.com/

Quando o amor não é suficiente: Ensinando seus filhos sobre a realidade dos relacionamentos adultos

O amor é a base sobre a qual as relações duradouras são construídas. Mas o amor é apenas o começo. Ajude os seus filhos a aprenderem como tudo funciona.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr