Sermos discípulas de Cristo: Eis nossa verdadeira identidade

Conhecer nossa verdadeira identidade poderá mudar nossa trajetória aqui na Terra e na eternidade.

1,364 views   |   shares
  • O mundo quer convencer cada uma de nós, moças e mulheres, que somos aquilo que podemos exibir, adquirir e oferecer. Se tivermos um corpo bonito, andarmos sempre na última moda, usarmos roupas e acessórios de grife, termos um carro do ano e morarmos em uma linda casa; se formos populares, cobiçadas ou famosas – então seremos dignas de admiração. É uma exigência cruel que afeta profundamente nossos valores e personalidade. São valores distorcidos a que nenhuma de nós precisa se sujeitar.

  • O que muitos não sabem, ou fingem não saber, é que o Dono de tudo, sim, Aquele que tem tudo em Suas mãos, que poderia pôr ao chão qualquer coisa venerada pelo mundo a qualquer momento, é o mais simples de todos. Vejam bem, nosso Deus não valoriza nada disso. Vejam o que Ele disse a Samuel, no Velho Testamento:

  • “Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura (...); porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração.” 1 Samuel 16:7

  • Não somos meros objetos para sermos admiradas ou cobiçadas, temos uma natureza divina. Não importa nossa nacionalidade, nossas condições financeiras, a cor da nossa pele ou nosso grau de instrução, somos Filhas de Deus e coerdeiras de Cristo, nosso Salvador.

  • Como é importante conhecermos nossa identidade! Como Filhas do Pai, nossa missão na mortalidade é comportarmo-nos como quem realmente somos, filhas de um Rei. O Pai espera, também, que sejamos discípulas de Seu Filho Jesus Cristo.

  • Os valores evidenciados pelo mundo apontam na direção contrária dos valores que devemos cultivar como discípulas de Cristo. Com a intenção de desenvolvermos atributos divinos e andarmos no caminho que leva a um destino glorioso, é importante que conheçamos nosso propósito e missão.

  • Uma líder mundial de mulheres, Linda Burton, disse: “Assim como nossas fiéis irmãs das escrituras, Eva, Sara, Maria e muitas outras conheciam sua identidade e seu propósito (...), podemos também conhecer nosso próprio legado divino como filhas amadas de Deus e o trabalho de vital importância que Ele deseja que realizemos.”

  • O que é requerido de nós, como discípulas de Jesus Cristo?

    • Ensinar os filhos a andar em luz e verdade.

    • Oferecer as mãos para prestar serviços abnegados ao longo da nossa jornada mortal.

    • Não deixar que a mão esquerda saiba o que a direita fez. Sobre isso, Linda Burton disse: “Vocês têm algo para oferecer e estão dispostas a fazê-lo. Fazei isso sem alarde nem publicidade, chamando atenção para o Deus a quem adoramos e não para si mesmas e sem pensar no que vão receber. É isso que as discípulas fazem.”

    • Viver dignamente a fim de estar apta para ouvir os sussurros do Espírito Santo e agir conforme a inspiração recebida.

    • Viver o Evangelho todos os dias, com simplicidade.

    • Servir como voluntária em causas nobres.

    • Ajudar as pessoas a conhecerem o Senhor e a aprenderem acerca de si mesmas, quem são e quais os verdadeiros atributos que precisam desenvolver.

    • Ser leal a princípios elevados e estar disposta a defender a verdade, sempre.

  • Advertisement
  • Jesus Cristo precisa, até que retorne em majestade e glória, de mulheres em todos os lugares que se disponham a dizer em palavras e atos: “Eis-me aqui, envia-me.” O trabalho é grande, Ele precisa de mais voluntárias. Estamos dispostas a arregaçar as mangas nesse magnífico serviço? Estamos dispostas a nos moldar a fim de estarmos aptas para trabalhar na Sua vinha Filipenses 4:3?

  • Apesar de nossas fraquezas e limitações, podemos ser discípulas de Cristo ao estender a mão a quem precisa e ofertar nosso amor, serviço, tempo, atenção e outros recursos. Essas são as “boas obras” tão mencionadas nas escrituras. E “(...) foram julgados cada um segundo as suas obras."

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

Sermos discípulas de Cristo: Eis nossa verdadeira identidade

Conhecer nossa verdadeira identidade poderá mudar nossa trajetória aqui na Terra e na eternidade.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr