10 dicas para pais interagirem com filhos adolescentes nas redes sociais

Acompanhar o crescimento dos filhos, especialmente na adolescência, pode ser difícil. Que tal pedir ajuda para a tecnologia?

3,057 views   |   2 shares
  • Um professor de filosofia pergunta a uma classe do primeiro ano do Ensino Médio: "Qual é a pior frase que um adolescente pode ouvir?" Como nenhum jovem se arrisca a responder, o que é bem típico da idade, ele mesmo declara: "Fulana, você é igualzinha a sua mãe!"

  • É possível encontrar vários conselhos dados a pais de adolescentes. Um deles é que o responsável adquira um cão de estimação. A justificativa é simples: para alguém ficar feliz quando você chegar em casa.

  • Anedotas à parte, um bom conselho transmitido a pais que se preocupam com o desenvolvimento do caráter de seus filhos é acompanhá-los nas redes sociais. A sabedoria popular diz que vendo com quem andam as pessoas, saberemos quem eles são. Hoje em dia nem é necessário andar mais, basta interagir.

  • Fator importantíssimo para que possamos orientar e ajudar os filhos a visualizarem o perigo e evitá-lo: os pais precisam atualizar-se e manter uma conta ativa nas redes sociais, onde seus filhos interagem com amigos e conhecidos (ou não).

  • Para que você possa ter um bom desempenho na sua atuação tecnológica, seguem alguns cuidados importantes para que seu filho não apele para um bloqueio do seu perfil:

    1. Não saia na rede curtindo tudo o que seu filho ou o que os amigos dele divulgam. Para acompanhá-lo, basta ler as mensagens, status, brincadeiras, e se lhe agradaram, guarde no seu coração.

    2. Seguindo a mesma linha, não comente todas as publicações que seu filho for envolvido, especialmente com elogios do tipo: "meu bebê cresceu!".

    3. Quando seu filho atualizar o status, não o compartilhe, a não ser que você tenha permissão para isso.

    4. Da mesma forma, assim que vir uma foto que algum amigo postou com seu filho, só marque-o se tiver permissão.

    5. Não coloque fotos do seu filho como sua foto de perfil, a não ser que ele o permita.

    6. No seu aniversário, nada de textos melosos, que contam toda a vida dele, acompanhados de fotos que vão embaraçá-lo. Use o bom senso, lembre-se de quando seus pais mostravam aos outros suas fotos com o maior orgulho, e você queria simplesmente sumir.

    7. Não faça comparações, uma foto sua e a do seu filho ao lado mostrando o quanto ele é igual a você. Mais explicações no primeiro parágrafo.

    8. Não antecipe as novidades e conquistas do seu filho. Garanta-lhe privacidade e autonomia, o que é muito importante para o crescimento dele. Se após uma prova, ele ligar falando que foi muito bem, e você quiser contar para todo mundo, pergunte-lhe antes se pode divulgar a novidade.

    9. Não envie convites aos amigos do seu filho para serem seus amigos na rede, a não ser que você tenha laços com eles. Caso os amigos do seu filho lhe convidem, aceite, mas nada de fazer questionários a respeito deles.

    10. Não se esqueça de que existem várias redes sociais, portanto não se atenha a uma. Participe, siga, acompanhe de longe o crescimento do seu filho, e não se esqueça de mostrar a ele que você não está só online, mas que ele pode contar com você sempre, em quaisquer circunstâncias.

  • Advertisement
  • Um relacionamento saudável entre pais e adolescentes trará segurança e estreitará laços que durarão para sempre.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Michele Coronetti é secretaria, mae de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealogicas.

10 dicas para pais interagirem com filhos adolescentes nas redes sociais

Acompanhar o crescimento dos filhos, especialmente na adolescência, pode ser difícil. Que tal pedir ajuda para a tecnologia?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr