Emoção na sala de parto: Raro par de gêmeas idênticas nascidas de mãos dadas

Uma história emocionante de gêmeas que nasceram de mãos dadas. LEIA esta notícia que mostra uma raridade e um presente magnífico que esta mãe recebeu!

220,789 views   |   1,306 shares
  • No estado de Ohio, Estados Unidos, Sarah, uma mãe grávida de gêmeos e com 33 semanas de gestação, apenas dois dias antes de celebrar o Dia das Mães, em 9 de maio de 2014, precisou de uma cesariana para realizar o parto de seus bebês.

  • As gêmeas nasceram de mãos dadas, o que emocionou toda a equipe médica do hospital Akron General Medical Center em Ohio, em condição rara conhecida como gemelaridade monoaminiótica. Os médicos elevaram os bebês acima do lençol que cobria a mãe para que ela e o marido pudessem vê-los segurando as mãos um do outro.

  • Sarah Thistlewaite, a mãe das gêmeas que foram chamadas de Jillian e Jenna, disse, "Eu não pensei que elas pudessem ser retiradas de mãos dadas. Isso foi muito emocionante, eu nem posso explicar em palavras. Não havia uma só pessoa na sala de operação que não estivesse chorando."

  • A condição rara em que as gêmeas nasceram conhecida como gemelaridade monoaminiótica acontece somente a 0.3% de todos os casos de gêmeos monozigóticos registrados. O Manual de Genética Médica explica a condição monoaminiótica da seguinte forma:

  • "Os gêmeos podem ser verdadeiros (monozigóticos ou idênticos) ou falsos (dizigóticos ou não-idênticos). Os casos de gêmeos verdadeiros têm uma incidência por gravidez próxima de 0.4%. (...) Há diferentes tipos de gêmeos monozigóticos consoante o momento que ocorre a separação dos blastômetros. (...) Se a divisão ocorre após a primeira semana, os gêmeos partilharão uma placenta e um saco aminiótico comuns - gravidez monocorial e monoaminiótica, o que é uma situação rara, com uma frequência inferior a 1% dos gêmeos monozigóticos."

  • Se a separação dos blastômetros tivesse ocorrido apenas alguns dias depois, consistiria no caso de gêmeos siameses, que nascem com partes grudadas ou comuns do corpo e precisam de cirurgia para separá-los. Ou seja, na condição de gêmeos idênticos monoaminióticos, os fetos permanecem em contato constante durante toda a gravidez, e o acompanhamento médico é extremamente importante. Sarah permaneceu no hospital pelos dois últimos meses da gestação em observação, para que os médicos acompanhassem de perto o desenvolvimento dos bebês que neste caso podiam se enrolar no cordão umbilical um do outro ou apresentar anomalias, o que felizmente não foi o caso, e o nascimento das duas gêmeas, que se desenvolveram dentro da mesma placenta e dentro do mesmo saco aminiótico foi um sucesso. Sarah e Bill, o casal Thistlewaite, tem outro filho de 15 meses.

  • Advertisement
  • Jillian e Jenna nasceram saudáveis e estão na unidade neonatal do hospital sob observação até que mamãe e bebês possam ir para casa. O Dia das Mães desta família foi emocionante, principalmente quando os pais apresentaram as gêmeas ao irmãozinho Jackson.

  • As gêmeas raras foram para casa no dia 10 de junho de 2014, conforme noticiado pelo hospital e pela família.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise. Visite seu website.

Website: http://caayres.com/

Emoção na sala de parto: Raro par de gêmeas idênticas nascidas de mãos dadas

Uma história emocionante de gêmeas que nasceram de mãos dadas. LEIA esta notícia que mostra uma raridade e um presente magnífico que esta mãe recebeu!
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr