Quando o bichinho de estimação da família morre

A morte de um bichinho da família pode afetar toda a dinâmica familiar e fazer com que todos fiquem incrivelmente tristes. No entanto, também pode ser um período de aprendizagem e crescimento.

3,171 views   |   7 shares
  • Há pouquíssimas pessoas que gostam de lidar com a morte. Muitas vezes, a primeira experiência de uma criança com a morte é quando o animal de estimação da família morre. Como pais, nosso trabalho é ensinar nossos filhos a lidarem com a morte de uma forma proativa, independentemente se essa morte for de um animal de estimação ou de um ente querido. Enquanto você guia sua família através da morte de um amado bichinho, aqui estão algumas dicas para fazer a jornada para a cura um pouco mais fácil para todos.

  • Seja honesto

  • A morte súbita pode ser traumática para crianças, então comunique às crianças apropriadamente antes da morte prevista do bichinho. Às vezes a morte chega rapidamente, como resultado de um acidente infeliz, mas quando você tiver algum sinal, um aviso prévio, compartilhe com as crianças.

  • Dar às crianças tempo para se despedirem e começar o processo de luto alivia o choque inicial da morte do animal de estimação. Se seus filhos demonstrarem interesse, deixe-os ajudar a planejar o local de descanso final do bichinho e fazer os arranjos. No entanto, a menos que você tenha uma circustância incomum, não deixe seus filhos verem o bichinho ser sacrificado. Isso pode levar a pesadelos ou constante recordação das imagens.

  • Institua rituais para auxiliar o luto

  • Crianças respondem muito bem a rituais simbólicos. Ter o funeral de um animal de estimação pode parecer supérfluo para você, especialmente se o bichinho for um peixe ou um hamster, mas seus filhos precisam de algo para sinalizar o início do luto. Deixe que cada criança diga algumas palavras, se quiserem, mas não force se eles se sentirem muito pertubados para participar.

  • Seus filhos também podem beneficiar-se da lembrança do animal falecido artisticamente. Às vezes as crianças têm dificuldade em se expressar com palavras, mas quando as crianças pintam, desenham ou criam elas podem liberar emoção e raiva reprimida. Dar às crianças uma saída saudável para desabafar emoções pode evitar explosões emocionais.

  • Permita lembrança e ofereça distração

  • Esse provavelmente não é o momento ideal para férias em família ou diversão superestimulante, mas crianças mais novas precisam de você para direcionar sua atenção a outras atividades. Saia de casa e tome um ar fresco, ou saiam para jantar em família. Incentive as crianças a não se debruçarem sobre a tristeza o tempo todo, mas ainda dê-lhes tempo para lembrar de seu bichinho. Esteja disponível se eles quiserem conversar, e nunca diminua seus sentimentos. Uma criança de 3 anos naturalmente ficará triste com a perda de um peixe, e você precisa mostrar sensibilidade com seus sentimentos. Mesmo as crianças mais velhas e adolescentes precisam de modelos saudáveis de como lidar com a dor de forma adequada, então compartilhe suas próprias emoções e deixe seus filhos verem o seu processo de luto.

  • Advertisement
  • Transforme-o em um momento de ensino

  • Seja qual for o seu sistema de crenças, a morte de um animal é uma oportunidade única para ensinar seus filhos sobre o belo círculo da vida. Se você acredita em Deus, este é o momento ideal para sentarem-se e terem uma lição em família sobre a vida após a morte. Se você acredita mais no processo natural da terra, fale sobre o ciclo da vida e da beleza de voltar para a Mãe Natureza. Se você é agnóstico ou ateu, você pode discutir sobre acalentar uma vida bem vivida.

  • Tratada corretamente, a morte é uma oportunidade de crescimento para toda a família. Permita que você e seus filhos expressem tristeza durante este tempo difícil. Não se apresse para substituir o animal de estimação imediatamente. Ensinar as crianças a passarem pelo processo de luto passo a passo é uma lição de vida muito importante, e eles precisam de você como um modelo e um guia durante esse tempo difícil.

  • _Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original When the family pet dies, de Heather Hale .

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Heather Hale é a quarta geração de sua família em Montana e mãe de três meninos doidos. Ela escreve com seu marido, Darreck Hale, sobre paternidade e casamento no thesecretlifeofparents.com.

Website: http://www.thesecretlifeofparents.com/

Quando o bichinho de estimação da família morre

A morte de um bichinho da família pode afetar toda a dinâmica familiar e fazer com que todos fiquem incrivelmente tristes. No entanto, também pode ser um período de aprendizagem e crescimento.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr