Como ajudar um cônjuge a ser menos tímido

Como ajudar o cônjuge a sobrepujar a timidez e vencer as situações sociais que lhes são muito aversivas.

5,279 views   |   5 shares
  • A timidez pode ser definida como "desconforto e inibição parcial do modo de se comportar, quando na presença de outras pessoas".

  • Retirando-se aqui a possibilidade de uma timidez patológica, onde o ideal seria a busca por ajuda profissional, pois a timidez que se apresenta é de tal profundidade que culmina em fobia social.

  • A timidez que referimos aqui, é aquela que todo mundo sente em um momento ou outro na vida, algumas pessoas um pouco mais, outras um pouco menos.

  • De fato, a timidez pode trazer algumas dificuldades para aqueles que não têm muito controle sobre ela. Por exemplo, a timidez pode impedir as pessoas de falar em público, de conversar com pessoas desconhecidas, de se relacionar de modo saudável, de conquistar objetivos profissionais e de fazer perguntas em salas de aula.

  • Esses comportamentos que são expressados sob o controle da timidez podem prejudicar a vida diária de uma pessoa; se for um aluno, pode sair da sala de aula com dúvidas, pode limitar drasticamente a vida profissional e até contribuir para o isolamento social e solidão.

  • Se seu cônjuge possui um nível de timidez que de alguma forma está prejudicando ou limitando o desenvolvimento cognitivo, social e profissional dele, você pode ajudá-lo.

    1. Precisamos entender que a timidez, apesar de ser um traço de personalidade, é consolidada no decorrer da vida das pessoas. Por exemplo: alguém que tem medo de fazer perguntas em sala de aula, provavelmente já passou por alguma experiência anterior muito desagradável. Portanto, não adiantará nada querer forçar as pessoas tímidas a assumirem um tipo de comportamento que para nós seria natural.

    2. O passo seguinte é ajudá-lo a compreender que a timidez está limitando o seu desenvolvimento, porque se seu cônjuge não conseguir enxergar isso por ele mesmo, pouco ou nada você poderá fazer por ele.

    3. Para vencer a timidez é ideal controlar as emoções, pois geralmente a timidez pode apresentar-se em emoções como o medo. E essas emoções evocam algumas alterações corporais. Reconhecer essas alterações pode ajudar a controlá-las. Por exemplo, quem tem medo de falar em público pode sentir-se ofegante, com a respiração descompassada, que por sua vez, pode fazer com que a pessoa gagueje na hora de falar. Para tentar controlar essa situação a pessoa pode começar com a respiração, respirar mais profundo e devagar.

    4. Outra atitude que contribui para vencer a timidez é incentivar seu cônjuge a enfrentar as situações, correr os riscos. Somente passando pelas situações aversivas para os tímidos é que eles conseguirão sobrepujar a timidez. Controlando as emoções eles sentirão maior segurança para enfrentar as situações. Algumas vezes eles terão sucesso, outras não, mas o importante é não desistir. No início a pessoa tímida tem que se forçar a enfrentar as situações, depois ela perceberá que essas situações, que antes considerava difíceis de enfrentar, estão diminuindo.

  • Advertisement
  • Eu tenho uma experiência pessoal referente à timidez. Trabalhei por quatro anos como vendedora externa em uma empresa de telefonia - e eu não sou uma pessoa naturalmente extrovertida - então, no início foi muito difícil, pois eu tinha que abordar pessoas que eu não conhecia e tinha que ser simpática.

  • Para quem é tímido falar com alguém desconhecido é uma situação bem aversiva. Mas com o tempo e persistência eu consegui vencer essa dificuldade. Não me tornei uma pessoa mais extrovertida por isso, pois minha personalidade tende muito mais à timidez, mas falar com pessoas desconhecidas não mais representa para mim uma situação difícil. Com perseverança podemos ter muito sucesso. Fui campeã de vendas nessa empresa por muitas vezes, chegando ao cargo de gerência.

  • Todas as pessoas tímidas podem vencer a timidez, e os cônjuges podem ajudar nesse processo assumindo uma posição de incentivador, dessa forma você estará fortalecendo a autoestima do seu cônjuge.

  • Autoestima elevada e segurança são fundamentais para vencer a timidez.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Taís Bonilha da Silva, estudante de Psicologia, atua na área da Saúde Mental. Participa do Programa de Monitoria na Universidade na disciplina de Análise do Comportamento. Esposa e mãe de 2 filhos.

Como ajudar um cônjuge a ser menos tímido

Como ajudar o cônjuge a sobrepujar a timidez e vencer as situações sociais que lhes são muito aversivas.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr