5 formas de desenvolver mais tolerância em relação aos familiares

A mediadora de conflitos Suely Buriasco explica neste vídeo como melhorar a harmonia familiar no lar.

4,798 views   |   19 shares
  • Importante compreender que tolerância não pode ser confundida com "aguentar" ou "suportar" essa ou aquela pessoa. Tolerância é muito mais do que isso, significa aceitar as diferenças de comportamento, crenças e ideias alheias. A tolerância com os familiares compreende o entendimento de que é possível conviver com as divergências com respeito e consideração.

  • Adquirir tolerância junto aos familiares é assegurar a harmonia nos relacionamentos, sendo que esse é um elemento fundamental para a satisfação íntima. Dessa forma, pensemos em como ser mais tolerantes:

  • 1- Aceite opiniões contrárias

  • Somente quem é intolerante não aceita que as pessoas tenham a própria maneira de pensar e se manifestar. Mesmo que você mantenha a sua opinião, precisa aceitar outras possibilidades e você pode aprender muito com elas.

  • 2- Cultive o respeito

  • A despeito de qualquer situação, mesmo que de alguma forma você venha a se sentir ofendido, mantenha o respeito em relação ao familiar. Jamais o desconsidere, ridicularize ou humilhe. Lembre-se que todos possuem direitos e nada justifica o desrespeito. No entanto, respeitar não é aceitar a ofensa, muito pelo contrário, é não deixar que ela nos abale emocionalmente.

  • 3- Influencie pelo exemplo

  • Não queira impor sua vontade, tampouco colonizar a mente dos familiares. Quando achar necessário influenciá-los analise muito bem se é realmente para o bem deles e só se empenhe nisso na medida de seus direitos. Demonstre por palavras afetuosas e, principalmente, pelo exemplo que as coisas podem ser melhores se vistas de outra forma. A linguagem da afetividade e da pacificação são capazes de grandes transformações.

  • 4- Não se deixe manipular

  • Ser tolerante não é ser bobo, muito menos não ter opinião formada sobre as coisas. A tolerância aceita ideias diferentes, mas não muda as próprias, a não ser que se considere em erro. O tolerante jamais se cala diante da injustiça, age sempre de forma a preservar o direito de cada um de agir conforme a sua consciência, desde que isso não signifique qualquer tipo de opressão ou exclusão. No artigo a psicóloga Profa. Dra. Edna Paciência Vietta escreve que: "É preciso avaliar com inteligência quando uma situação pede intervenção imediata e firmeza ou quando uma situação pode ser resolvida de maneira mais serena e tranquila".

  • Advertisement
  • 5- Promova entendimentos

  • Seja o elemento pacificador no ambiente familiar; não provoque discórdia, não levante a voz e aja sempre de forma a cultivar a harmonia. Escute as pessoas com atenção e busque compreendê-las em seus sentimentos e facilite o entendimento dos outros também. Eleve as qualidades das pessoas e não o que desgosta aos familiares. Diante de um comentário negativo, demonstre fraternalmente o lado positivo das pessoas e situações, sempre de forma sincera e verdadeira.

  • Entendo o tolerante assim como descrito por Paulo no Hino ao Amor da 1ª carta aos Coríntios (13, 4-7): “(...) é paciente e prestativo, não é invejoso nem ostenta, não se incha de orgulho e nada faz de inconveniente, não procura seu próprio interesse, não se irrita nem guarda rancor. Não se alegra com a injustiça e se rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”

  • A vida em família é de extrema importância para toda pessoa, assim como narro no vídeo anexo a esse artigo, o lar deve ser construído como um oásis em pleno deserto, pois é na família que devemos encontrar as forças necessárias para enfrentar as dificuldades do mundo. Sendo tolerantes somamos amor e disposição para manter a unidade familiar e os maiores beneficiados seremos, certamente, nós mesmos.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

5 formas de desenvolver mais tolerância em relação aos familiares

A mediadora de conflitos Suely Buriasco explica neste vídeo como melhorar a harmonia familiar no lar.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr