A busca pela perfeição: 4 atitudes para superar o perfeccionismo

A perfeição é um ideal desejado por muitas pessoas. Mas como ela é inalcançável durante a mortalidade, é comum que muitos perfeccionistas acabem se frustrando.

5,074 views   |   2 shares
  • O mundo atual faz exigências cada vez mais rigorosas em âmbito profissional, familiar, pessoal, acadêmico. O que pretendo dizer com isso é que as pessoas estão em uma corrida desenfreada para fazer tudo sem o mínimo de erro, para superar expectativas, superar os outros, acreditando que com tudo isso, poderão ser perfeitas. O problema é que atingir todas as exigências que aparecem diante de nós é no mínimo impossível.

  • Mas afinal, o que é a perfeição? Será que realmente perfeição se resume em não cometer erros? Ou quem sabe conseguir deixar tudo em seu devido lugar, em ordem para que as coisas não saiam dos eixos? Ou então, fazer com que, aos olhos do mundo, você seja impecável, mostrando que tem controle sobre tudo, e jamais vai falhar em seus objetivos? Pois bem, se você denomina perfeição de uma dessas formas ou de maneiras semelhantemente extremista, saiba que você está seriamente fadado a entrar em parafuso, porque dificilmente um ser humano, meramente mortal, como eu ou você que está lendo, conseguirá atingir esse conceito de perfeição durante a mortalidade.

  • Expectativas irreais sobre o que é perfeição

  • Deparei-me recentemente com um artigo maravilhoso de autoria do líder religioso, Gerrit W. Gong, que pode ser direcionado a qualquer pessoa. Nesse artigo, o autor esclarece alguns pontos importantes para aqueles que acreditam que a perfeição, como descrita acima, deve ser um quesito indispensável e imediato.

  • Para que possamos entender um pouco sobre a perfeição, é importante que possamos entender primeiro o que a perfeição significa para Jesus Cristo. Se você não é cristão, por favor, não pare agora. Leia até o fim para entender aonde quero chegar.

  • A Expiação de Jesus Cristo não foi somente um ato de coragem ou de humildade, como muitas pessoas acreditam. Nos momentos finais que antecederam Sua morte na cruz, Ele sentiu o que todos nós sentimos, nossas dores, pesares, consequências de nossos pecados. Por isso, Ele entende de maneira plena o que se passa conosco quando estamos tristes, doentes, angustiados, deprimidos, enfim, Ele nos conhece melhor do que nós mesmos. Na realidade, a Expiação abrange um significado muito profundo, porque denota o amor do Salvador por nós, que é algo que não podemos entender muito bem por ora.

  • Advertisement
  • Mas quando tentamos compreender um pouco desse amor, ou melhor, a Expiação de Cristo, acabamos entendendo também um ponto importante: o fato de que a perfeição que o mundo espera de nós, ou até mesmo que nós esperamos alcançar, não pode ser atingida. E nessa tentativa frustrada de atender todas as expectativas que recaem sobre nós, muitas vezes somos derrubados, ao ponto de nos sentirmos fracassados e infelizes. A questão é que imaginamos que a perfeição é, como já dito anteriormente, o fato de nunca cometermos erros.

  • Nas palavras de Gong: "O amor expiatório do Salvador gratuitamente concedido nos ajuda a nos tornarmos mais compassivos e menos críticos dos outros e de nós mesmos".

  • O perfeccionismo pode impedir o progresso

  • Aí está! Essa perfeição que tanto exigimos de nós e dos outros é comumente chamada de perfeccionismo. Existe um paradoxo peculiar nessa questão do perfeccionismo. Aquele que sente que deve ser perfeito "agora" geralmente acaba, no entanto, sentindo-se mais frustrado do que perfeito, porque em algum ponto de sua obsessão em se tornar perfeito, vai perceber que não é capaz de sê-lo, e é comum então que o desânimo e os sentimentos de inferioridade apareçam. Outro fato comum aos perfeccionistas é o de exigir demais dos outros, então, muitas vezes procuram o emprego perfeito, o cônjuge perfeito, a oportunidade perfeita, e acabam não saindo do lugar à espera desses sonhos perfeitos.

  • A perfeição, segundo Cristo, é um processo

  • É nesse ponto aonde quero chegar agora. Jesus Cristo conhece nossos limites e características. Ele sabe o quanto nossas pernas podem correr. Então, Ele não vai exigir mais do que somos capazes de fazer, o que Ele pede que façamos é que:

  • 1. Procuremos ter e aumentar nossa fé todos os dias

  • Essa fé é adquirida e cresce à medida que damos nosso máximo para nos aproximar de Deus, e entender o amor de Jesus cristo. Leia mais sobre como aumentar a fé.

  • 2. Superar-nos a cada dia

  • Quando se fala em superar, muitas pessoas pensam em superar os outros, ou seja, ser melhor do que os outros, ou o melhor de todos, o que na verdade pode trazer grandes frustrações, porque aquele que procura ser melhor do que os outros estará sempre fazendo comparações e competições. A superação é muito mais eficiente quando é dirigida única e exclusivamente a uma pessoa: a si mesma. Ou seja, quando procuramos superar nossas próprias fraquezas e melhorar em alguns pontos que precisam de ajustes, ou ainda, quando buscamos progredir sem medir parâmetros com os outros, respeitando nosso tempo e nossos limites, certamente teremos muito mais sucesso do que se passarmos a vida tentando ficar acima dos outros.

  • Advertisement
  • 3. Celebrar o que é bom em nós e nos outros

  • Todo mundo tem coisas boas que merecem ser apontadas. Então, procure enxergar o que você e o seu próximo fazem de bom, mesmo que sejam coisas pequenas. Afinal, você não precisa ser perfeito para ser muito bom em algo.

  • 4. Evitar as críticas

  • Enquanto você enxerga o seu lado bom e o de outras pessoas, também procure ignorar as falhas. Afinal, todos erram, o erro faz parte do processo para a perfeição. Procure aprender com seus erros e, claro, evitá-los depois, mas não se flagele quando cometê-los, você é humano. E quando apontar o dedo para o erro das outras pessoas, lembre-se que, embora sejam diferentes, tanto elas quanto você possuem falhas.

  • A perfeição não pode ser alcançada durante a mortalidade, por isso, procure buscar aperfeiçoamento, que é diferente de perfeição, porque é um processo para o desenvolvimento pleno para a espiritualidade, o caráter, a consciência e tudo mais que precisamos desenvolver em nossa vida. Quando você se deparar com tendências perfeccionistas pense nisto: "Somente o Salvador levou uma vida perfeita, e até Ele aprendeu em experiência na mortalidade." (Tornar-nos perfeitos em Cristo, Gerrit W. Gong)

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Márcia Denardi é jornalista, musicista e uma mãe e esposa loucamente apaixonada pelos filhos e pelo marido. Tem como objetivo profissional usar a informação para fortalecer as famílias. Curta a fan page www.facebook.com/blogmarciadenardi.

Website: http://marciadenardi.blogspot.com

A busca pela perfeição: 4 atitudes para superar o perfeccionismo

A perfeição é um ideal desejado por muitas pessoas. Mas como ela é inalcançável durante a mortalidade, é comum que muitos perfeccionistas acabem se frustrando.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr