Amigos problemáticos na adolescência: Como apoiar seu filho

Se seu filho adolescente tem a companhia de amizades problemáticas, você pode e deve intervir. Veja o que fazer.

1,887 views   |   2 shares
  • A fase de adolescência é uma fase de descoberta e incertezas. No círculo de descobertas surgem as novas amizades e como pais conhecemos os nossos filhos, porém esse é um período no qual eles se deixam influenciar facilmente por opiniões ou amizades que podem prejudicar sua vida.

  • Como pais, já passamos por essa fase e por mais que consigamos compreender, às vezes adquirimos uma certa intolerância a algumas atitudes. Nesse momento precisamos, além de agir como pais, também agir como amigos de nossos filhos colocando nosso amor em primeiro lugar. Ao sentirem que possuem um amigo eles terão espaço para abrir seu coração e contar o que está acontecendo, e desta forma saberemos o que fazer e como agir diante desses problemas.

  • "Se quisermos progredir, não devemos repetir a história, mas fazer uma história nova." (Mahatma Gandhi)

  • 1. Saber ouvir sem julgar

  • É comum a partir da responsabilidade como pais, ou a síndrome de adulto, acharmos que sabemos tudo, achar que o que acontece com nossos filhos é apenas uma fase, frescura ou apenas falta de responsabilidade. Porém, se queremos ser além de pais mas também amigos de nossos filhos precisamos conversar com eles e ouvir quais são as suas preocupações e medos ao se relacionar com pessoas que talvez não lhe acrescentem algo bom em sua vida.

  • 2. Fazer melhor do que aprendemos

  • Se em algum momento de nossa vida passamos por uma fase em que nossos pais, ou seja, os avós de seu filho, tenham dito que isso é frescura, logo passa etc., tente ser diferente com o seu filho. Se o adolescente tem companhia de amizades problemáticas, o que temos que fazer é estar cada dia mais próximo dele, pois críticas ou a cobrança tende a nos afastar mais ainda.

  • Não é uma tarefa fácil ser pais e amigos dos filhos, mas podemos ir com calma. Algumas dicas:

    • Descubra primeiramente qual o tipo de problemas seus filhos e seus amigos têm em sua vida. Se eles se identificaram, devem ter algo em comum. A partir desse momento podemos traçar metas e planos de como ajudá-los.

    • Digam a seu filho o quanto gostam dele e o quanto vocês confiam nele, esteja presente em sua vida escolar, conte com os professores da escola para apoiarem ou avisarem quando perceberem algo errado, seja uma família participativa com atividades recreativas salutares, e quem sabe até mesmo convidem esse amigo que tem influenciado seu filho para poder conhecer a família.

    • Façam entrevistas com o seu filho, como patriarca do lar, como mãe. É interessante chamar seu filho para uma conversa sincera e particular, sendo diretos nas perguntas, expondo suas preocupações e dizendo o que gostariam que não acontecesse com ele.

    • Como pais tenham discernimento de reservar tempo suficiente para seus filhos e dar-lhes bons exemplos. É uma tarefa muito árdua e difícil sustentar um lar, um família, e suprir todas suas necessidades sejam elas as mais básicas, porém não deixem que o trabalho ou outras atividades roubem o tempo de ficar com os seus filhos, mesmo que seja para fazer coisas simples como assistir televisão juntos, conversar sem cobranças, dar uma boas gargalhadas e se divertirem em família.

    • Sejam enérgicos quando necessário, mas mantenha a calma e o tom de voz equilibrado. Muitas vezes nosso filhos se envolvem com coisas ilícitas devido a amizades problemáticas. Às vezes, infelizmente teremos que ser mais enérgicos e isso causara uma certa tristeza em nossos filhos, porém, é mais fácil nossos filhos chorarem por uma atitude mais enérgica hoje do que ter seqüelas irreversíveis no futuro.

  • Advertisement
  • 3. Amar incondicionalmente

  • O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã (Salmos 30:5)

  • Os adolescentes, embora não tenham toda a experiência de vida dos pais, têm sentimentos muitos profundos e verdadeiros. Não é fácil ser pais em um momento onde o diálogo está sendo substituído por mensagens em redes sociais ou whatzap, ou até mesmo a conversa aberta que um jovem poderia ter com os pais tem sido substituída por uma conversa com os amigos porque são da mesma idade e entendem mais que os pais. Porém, os filhos são herança especial de um Deus amoroso para nós e é responsabilidade nossa como pais sua educação e suprir todas as necessidades físicas e espirituais.

  • Um amor maduro e balanceado sem sufocar o adolescente, fazendo-o entender que é responsável pelas consequências de suas escolhas, em um primeiro momento eles podem parecer irritados pela insistência ou conselhos, mas eles serão gratos no futuro por tudo que fizeram para eles e por eles.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Jacira Silva dos Santos Araujo é casada, formada em letras pela Faculdades de Guarulhos. Seus passatempos favoritos são: ir ao teatro, ler bons livros, assistir bons filmes e principalmente estar ao lado de seu marido e parentes.

Amigos problemáticos na adolescência: Como apoiar seu filho

Se seu filho adolescente tem a companhia de amizades problemáticas, você pode e deve intervir. Veja o que fazer.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr