7 coisas a fazer ou dizer para ajudar seu filho a ter uma autoestima elevada

Criar filhos vai muito além de dar casa, comida e estudos. Além de demonstrar o amor que sentimos por eles claramente, há algumas coisas mais que podemos fazer para que eles sejam pessoas seguras e bem-resolvidas.

3,787 views   |   3 shares
  • Ter um filho é mágico, desde a descoberta da gravidez até ele adulto são fases e mais fases que vêm e passam, trazem conflitos, mas muitas alegrias. Para mim o sobrenome da felicidade é filho, pois alegram o lar e nos animam quando nada mais é capaz.

  • Mas nem tudo são flores, eles precisam de muito de nós e não tem hora nem lugar, muito menos esperam o momento certo ou o dia em que estamos de bom humor, e, infelizmente (digo infelizmente pois somos falíveis, humanos) eles recebem num canal direto nosso exemplo. Calma, não temos que ser perfeitos, mas este "alguém" está a nos observar e seguindo nossos passos, por isso precisamos levar nossos passos aos melhores caminhos, pois estamos sendo seguidos e com certeza não queremos levar nossos filhos para caminhos ruins.

  • Sempre fui muito pessimista, desanimada e xingamentos eram sempre mais fáceis de sair da minha boca do que elogios. Eu era meio amarga, implicava com tudo e todos, quando minha tão sonhada filha nasceu depois de cinco abortos espontâneos eu fiquei encantada, maravilhada, mas também perdida. Com o passar dos dias ela acordava várias vezes na noite e eu comecei a acordar irritada. E numa noite uma pergunta me veio à mente como se eu sentisse Deus fazendo-a: Você vai criar a filha que tanto me pediu assim? É essa a mãe que você vai ser? Daquela noite em diante decidi que não seria mais assim e comecei a mudar, por um mês eu levantei à noite e forcei o sorriso e o bom humor. Forcei mesmo, mas depois com o tempo foi se tornando natural e hoje com meu segundo filho que nasceu no inverno e tenho que levantar no frio eu continuo levantando de bom humor. No início, quando contava a alguém o que eu estava fazendo me diziam que eu estava sendo falsa e cínica por forçar o bom humor, mas eu dizia: Não, eu estou me esforçando!

  • É o que nossos filhos mais precisam de nós: do nosso esforço, pois é fácil continuarmos acomodados em nossas falhas e dizer a eles que é errado, mas mudarmos a nós mesmos para assim ajudá-los é difícil.

  • Aqui vão algumas coisas que podemos fazer e dizer para ajudar nossos filhos a se sentirem bem com eles mesmos, mais seguros, confiantes e amados:

    1. Elogie todo esforço deles, mesmo que não saia tão bom o que eles fizeram, elogie o esforço, o comprometimento.

    2. Olhe para seu filho quando ele fala com você, deixe o que está fazendo e "olhe" para ele.

    3. Não trate como bobeira algo que ele faça, pois para um adulto que já aprendeu aquilo pode ser bobeira, mas para quem está passando pela primeira vez pode ser muito importante. Dê o devido valor a cada momento dele.

    4. Se esforce para pensar como seu filho, sim volte à idade dele e lembre-se de como você pensava, assim será mais fácil entendê-lo. Não pense erroneamente que ele tem que lhe entender, você já passou pela idade dele, ele ainda não esteve na sua.

    5. Impor limites é uma forma de demonstrar amor, não pense erroneamente que dizer sim e dar tudo a seu filho demonstra amor, preocupação, atenção. Na hora certa dizer não, isso sim é o verdadeiro amor e os filhos sentem isso em seus corações, mesmo que se zanguem é isso que esperam de bons pais.

    6. Diga mais "eu te amo", "sou feliz por você existir", "agradeço ao Senhor pela bênção de ter um filho como você", "confio em você", deixe claro seu amor total, assim seu filho terá mais autoconfiança e bom ânimo.

    7. A vida ensina, mas pais que amam ensinam antes, fale abertamente, use seu discernimento, seu instinto, tenha uma oração em seu coração quando for falar com seu filho. Cada idade permite um tipo de conversa, se prepare para cada fase e idade, se for preciso, leia, busque ajuda e mesmo que tenha mais filhos mostre que cada um é único e amado.

  • Advertisement
  • Tem muito mais formas de agir e ser para que seus filhos tenham uma autoestima elevada, essas são apenas ideias e uma reflexão para aguçar seus instintos e lhe motivar a agir, pois isso sim, a ação, fará toda a diferença.

  • Vou terminar com o que sempre digo a minha filha quando ela faz arte e pergunta se eu a amo: Eu te amo, SEMPRE vou te amar, mesmo que você faça coisas erradas, posso ficar triste, brava, colocá-la de castigo para ensinar o certo, mas vou te amar eternamente.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Tatiane Bellini mora em Porto Ferreira Sp Brasil.

7 coisas a fazer ou dizer para ajudar seu filho a ter uma autoestima elevada

Criar filhos vai muito além de dar casa, comida e estudos. Além de demonstrar o amor que sentimos por eles claramente, há algumas coisas mais que podemos fazer para que eles sejam pessoas seguras e bem-resolvidas.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr