Do conto de fadas à realidade: O amor é para ser vivido

Para evitar surpresas dolorosas é essencial transformar o casamento em gentil gerador do amor.

6,945 views   |   1 shares
  • Na canção Always On My Mind o inesquecível Elvis Presley expressa seu sofrimento com o fim do casamento depois de apenas cinco anos. Mais do que isso, o cantor traz a si a responsabilidade por não ter demonstrado e vivido seu amor pela esposa em tempo de manter o casamento. Dizem que Elvis nunca superou essa dor.

  • Infelizmente isso é muito comum. As pessoas se amam, mas parecem se envolver tanto com outras coisas, acreditando que a pessoa amada estará sempre ali, que nunca irá lhe faltar. No entanto, não é assim que acontece, embora haja tantos alertas do tipo "Ame o que você tem, antes que a vida lhe ensine a amar o que você tinha" (frase atribuída a Eduardo Costa).

  • A surpresa

  • É intrigante como muitos cônjuges não percebem que a relação está se deteriorando pela falta de atenção, de carinho, de presença. Quando recebem o pedido de divórcio é como se o chão se abrisse; é uma terrível surpresa. Então percebem que, muitas vezes, não fizeram por merecer o amor do cônjuge, que deixaram de lado o que era principal e, então, o sofrimento é muito grande.

  • Mas porque é tão comum essa surpresa? Enumeremos algumas causas:

  • 1- Rotina

  • É muito saudável que o casal crie seus próprios hábitos na vida em comum, o que prejudica a relação são as rotinas que não são traçadas em comum acordo. E mesmo as que assim o são devem ser revistas continuamente, afinal as pessoas mudam com o tempo e seus gostos e opiniões podem mudar também.

  • 2- Desatenção

  • A vida em comum pode ser muito tumultuada; problemas financeiros, preocupações com os filhos e com os familiares de cada um, enfim, inúmeras questões que exigem muito dos cônjuges. Tudo muito compreensível, mas o que não se pode conceber é que a relação a dois fique em segundo plano. A atenção contínua de um para o outro é fundamental e está sempre presente nos relacionamentos sadios.

  • 3- Falta de diálogo

  • Quando o casal não conversa de forma a expressar com clareza seus sentimentos, a comunicação fica truncada e não estabelece o entendimento. Pior que isso, intensifica os conflitos. Pelo diálogo é possível compreender as necessidades de um e do outro e estabelecer atitudes que os satisfaçam. Conversar evita surpresas negativas.

  • Advertisement
  • 4- Acomodação

  • O grande problema das relações malsucedidas é o comodismo dos cônjuges que não buscam melhorar o entrosamento entre ambos. É aquela frase tantas vezes pronunciada: "não adianta". É preciso que os cônjuges tenham em mente que sempre existem possibilidades novas. Para tanto precisam agir diferente e ver a relação como uma flor delicada que necessita de cuidado contínuo.

  • 5- Fuga

  • Muitas vezes o cônjuge percebe que as coisas não vão bem e que o casamento está se deteriorando, mas ao invés de se dedicar a mudar essa situação, prefere fingir que não está vendo. Dessa forma a tendência é que as coisas piorem cada vez mais e a surpresa seja consequência da negação ou fuga do que sabe que está acontecendo.

  • Assim, para evitar a dor de ver o fim do seu casamento, de todos os planos que fizeram juntos, dos sonhos que sonharam e dos momentos de amor que desfrutaram, tomem os cônjuges muita atenção: o amor não é algo que se possa guardar para pegar quando se tenha vontade; o amor é para ser vivido, demonstrado e cultivado todos os dias.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Do conto de fadas à realidade: O amor é para ser vivido

Para evitar surpresas dolorosas é essencial transformar o casamento em gentil gerador do amor.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr