Saia do Facebook e vá brincar com seus filhos

A mídia social tem muito a oferecer, mas não devemos deixar que algo bom nos distraia do que realmente importa - nossos filhos.

3,686 views   |   12 shares
  • Em teoria, a mídia social soa como uma coisa maravilhosa. Através do milagre do Facebook, Twitter e Instagram postamos fotos de nossos filhos com os avós e reencontramos amigos há muito perdidos. Nós compartilhamos vídeos inspiradores e ditados. Podemos elevar, informar e inspirar todos com um clique do mouse. Usando o Facebook, podemos até nos unir ao redor dos oprimidos e tornar suas cargas mais leves. Há tantos motivos incríveis para acolher as mídias sociais em nossas vidas - na teoria.

  • Na realidade, a mídia social é uma faca de dois gumes. Para cada coisa boa que fazemos na mídia social, há um milhão de pequenas maneiras de perder tempo e fugir da realidade. Desperdiçamos horas tentando chegar no próximo nível de um jogo ou vendo as milhares de atualizações de status, tudo isso é completamente sem sentido e até mesmo relaxante. A mídia social é sedutora. Ela oferece todas as vantagens dos shows de televisão com elenco de personagens que conhecemos na vida real. Quando usamos as mídias sociais, podemos reconstruir a nossa realidade para mostrar o nosso melhor lado, apenas as melhores fotos e momentos mais inspiradores vão para as nossas páginas. Através de mídias sociais, podemos pintar a melhor imagem de nós mesmos para o mundo inteiro ver.

  • Qual é o perigo? A quem estamos machucando ao nos entregarmos a um pouco de mídia social sem sentido?

  • Às vezes, infelizmente, a resposta é: nossos filhos. As mídias sociais, com todo o seu apelo, assumiram uma presença constante em nossas vidas. Em casa, podemos usar nossos computadores, quando estamos esperando, podemos ligar nossos tablets, e nossos smartphones nos dão acesso ilimitado a cada pensamento e ação de nossos quinhentos amigos. Porque, claro, como conseguiríamos passar o dia sem saber que nosso primo cortou o cabelo?

  • Ao mesmo tempo, as nossas crianças brincam ao nosso redor, crescendo muitas vezes sem que percebamos. À medida que escapamos para a realidade das mídias sociais, há uma tentação de sair das maravilhosas vidas que estão florescendo ao nosso redor. Para aqueles com filhos, nós estamos nos enganando se pensamos que os pequenos momentos não importam. Sempre haverá tempo para descobrir o que aquela antiga melhor amiga está fazendo para o jantar, mas não importa quantas vezes apertarmos o botão "voltar", não podemos recriar os momentos perdidos com a nossa família.

  • Algo surpreendente acontece quando desligamos os eletrônicos e nos sentamos no chão com nossos filhos. Através dos olhos de uma criança, somos lembrados da maravilha, o temor imparcial que é a infância. Observações astutas de nossos filhos vão nos fazer questionar a validade de nosso perfil "perfeito" na mídia social. Somente passando tempo a sós com nossos filhos vamos perceber como a perfeição é superestimada. São os momentos monótonos, bagunçados e imperfeitos do dia a dia que tornam a vida com as crianças frustrante e cativante.

  • Advertisement
  • O tempo não volta

  • Nós temos apenas alguns anos enquanto nossos filhos ainda querem brincar conosco. De construir cabaninhas, sombras de bichinhos a livros de histórias, todos vêm com uma data de validade. Em um piscar de olhos, os nossos filhos vão passar para a próxima fase da vida, e eles vão fazer isso sem o nosso consentimento. Se optar por ignorar os pequenos momentos mágicos da infância, nós podemos nos encontrar desejando voltar no tempo. A parentalidade tem muito mais a ver com a pintura de dedos diária e a construção de castelinhos do que grandes aniversários e férias. Todos os dias temos o privilégio de criar memórias insubstituíveis com nossos filhos. Seria uma pena desperdiçar estes dias preciosos.

  • Não há nada intrinsecamente errado com a mídia social. Antes de cancelar todas as suas contas, considere as restrições de mídia que muitas vezes impomos aos nossos filhos. Se achamos conveniente limitar o tempo de computador dos nossos filhos, não faz sentido limitarmos nosso próprio tempo também? Se os seus filhos estiverem acordados, considere desligar o computador. Não há nenhuma atualização tão importante que não possa esperar até depois da hora de dormir de seus filhos. Sério, a única coisa que não pode esperar são os nossos filhos. Além disso, navegar pelo Pinterest é muito mais divertido sem uma horda de crianças gritando e chamando por atenção. Ninguém está sugerindo negligenciar o "tempo da mamãe", mas vamos nos certificar de que o seu tempo não esteja interferindo com o tempo de criar memórias. Há espaço suficiente em sua vida para ambos.

  • Faça hoje o dia que você escolherá sair do Facebook e ir brincar com seus filhos. Quer seja por uma hora, um dia ou uma mudança de vida permanente, você não irá se arrepender do tempo que dedicar aos seus filhos. Não troque sorrisos pegajosos e rimas bobas por um mundo que se aproxima, mas nunca irá captar plenamente a beleza do que está bem na nossa frente. Seus filhos vão surpreender, espantar e maravilhar você conforme começar a conhecê-los. Não perca essa oportunidade.

  • Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original Get off Facebook and go play with your kids.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Heather Hale é a quarta geração de sua família em Montana e mãe de três meninos doidos. Ela escreve com seu marido, Darreck Hale, sobre paternidade e casamento no thesecretlifeofparents.com.

Website: http://www.thesecretlifeofparents.com/

Saia do Facebook e vá brincar com seus filhos

A mídia social tem muito a oferecer, mas não devemos deixar que algo bom nos distraia do que realmente importa - nossos filhos.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr