Eles permaneceram juntos durante 62 anos de casados e morreram com apenas 4 horas de diferença um do outro

Conheça a história real de Don e Maxine. Casados por mais de 60 anos, eles viajaram o mundo e nunca puderam ter filhos, mas adotaram dois meninos, e como eles morreram juntos.

6,005 views   |   1 shares
  • Don Simpson era um engenheiro civil nascido na Dakota do Norte. Maxine uma enfermeira de Nova Iorque. Ela se graduou na Universidade do Arizona e ele na Universidade de Berkeley na Califórnia.

  • Eventualmente ele foi enviado para Bakersfield, Califórnia onde, numa partida de boliche com amigos em comum, eles se conheceram, e alguns anos mais tarde, após o casamento, viajaram ao redor do mundo juntos enquanto ele trabalhava no Exército Americano radicado na Alemanha.

  • Eles não tiveram filhos, mas adotaram dois irmãos gêmeos, James Mack e William Walter Simpson. Quando todos voltaram aos Estados Unidos, eles se estabeleceram na cidade de Bakersfield, no estado da Califórnia, onde serviram a comunidade entre diversas entidades esportivas, de ajuda à juventude, Rotary Club, YMCA, museus, ginásios esportivos e outros. Eles eram muito respeitados e queridos por toda aquela comunidade e pelos muitos amigos que fizeram nas viagens ao redor do mundo.

  • O que faz sua história inacreditável é que, duas semanas antes do início do mês de agosto de 2014, a saúde de Maxine começou a definhar rapidamente depois de ter sofrido devido a um câncer por alguns anos. Naquela mesma semana, Don caiu e quebrou a bacia. Ele foi levado ao hospital mas sua saúde continuou em declínio.

  • A neta Melissa Sloan explica que juntamente com a irmã e o restante da família, decidiram manter os dois juntos, e prepararam tudo para que ambos passassem juntos seus últimos dias na casa de Melissa onde receberam assistência médica 24 horas por dia, em camas uma ao lado da outra, assim ficariam juntos. Era exatamente o que eles queriam.

  • Uma tarde, Maxine acordou e olhou para o lado onde viu o marido deitado. Ela segurou sua mão e alguns minutos mais tarde deu seu último suspiro de vida. Algumas horas depois, enquanto seu corpo era retirado do quarto, a família retornou ao quarto para presenciar então o último minuto de vida de Don, que faleceu assim que o corpo de sua amada deixou o quarto.

  • Advertisement
  • Estudos comprovam o fenômeno da morte de casais com pouco tempo entre um e outro através de recentes pesquisas científicas. A American Heart Association diz que uma pessoa pode morrer se tiver seu coração partido.

  • No fim da vida, o amor os fez permanecer sempre juntos.

  • Fonte da imagem: Melissa Sloan

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise. Visite seu website.

Website: http://caayres.com/

Eles permaneceram juntos durante 62 anos de casados e morreram com apenas 4 horas de diferença um do outro

Conheça a história real de Don e Maxine. Casados por mais de 60 anos, eles viajaram o mundo e nunca puderam ter filhos, mas adotaram dois meninos, e como eles morreram juntos.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr