10 formas de lidar com as frustrações no casamento

É quase impossível evitar as frustrações. Não depende de você. O segredo é aprender a lidar com a frustração e crescer através dela.

28,477 views   |   63 shares
  • Casamento é difícil. Juntar duas pessoas de famílias diferentes, de hábitos e costumes diferentes para viverem juntos, pode trazer muitas frustrações.

  • Venho de uma família grande com pai e mãe sempre presentes. Meu marido viveu em um orfanato até os 14 anos de idade. Temos 10 anos de diferença. Não foi fácil conviver com ele nos primeiros anos. O que não vi durante o namoro, apareceu no casamento – uma criança grande e irresponsável. Tivemos muitos problemas devido a tantas diferenças. Muitas lágrimas, raiva e brigas eram comuns. Eu propus o divórcio várias vezes, mas sempre pensava que ele poderia amadurecer.

  • Ele tinha ciúmes da atenção que eu dava aos nossos filhos. Isso ameaçou ainda mais nosso relacionamento.

  • Embora houvesse abuso psicológico, negligência, distanciamento, eu sentia que eram "truques" dele para conseguir atenção. E conseguia! Eu alimentava suas necessidades doentias com comportamento doentio - através do ciúme, do telefonar constante para saber onde ele estava, de violar seu espaço pessoal em busca de pistas de algo, ler mensagens de celular em busca da amante que só existia na minha mente. Eu não tinha autoestima, não me cuidava, engordei mais de vinte quilos, fiquei doente, depressiva e queria morrer.

  • Mas, eu sentia que estava em minhas mãos salvar meu casamento. Ou me levantava ou me afundava ainda mais. Eu era mais amadurecida e nos amávamos apesar de tudo. Não foi fácil, mas valeu a pena. Hoje tenho um marido que busca mil maneiras de me agradar.

  • Se sentir que seu relacionamento pode ser curado, estes 10 passos podem ajudar.

  • 1. Conscientizar-se

  • Você tem o poder de trazer o outro para perto novamente. Lembre-se dos tempos de namoro e das coisas que você fazia. E comece a fazer novamente.

  • 2. Reencontrar o primeiro amor – o amor próprio

  • Quando se tem consciência de seu próprio poder e autoestima suficiente, você encontra forças para vencer a frustração.

  • 3. Cuidar de si

  • Eu sabia que tinha que me curar, antes de curar meu casamento. Busquei ajuda médica e psicológica. Levou algum tempo, mas os efeitos foram surgindo e eu me sentindo melhor.

  • 4. Desenvolver empatia

  • Coloquei-me no lugar dele. Ele era imaturo, fora abandonado ainda criança, sofreu maus tratos e abusos. Agora ele tinha alguém que o amava e que se dedicava a ele, quando as crianças chegaram, ele se sentiu inseguro, tinha medo de perder o amor que conquistara. Tente compreender o que está movendo o outro em suas atitudes.

  • Advertisement
  • 5. Melhorar a comunicação

  • Eu tentava conversar sobre nossos problemas. Sempre perguntava: "Por que "você" age dessa maneira?", "Por que "você" não me ama mais?", "Por que fica olhando para as outras?". O foco era todo nele, eu o via como culpado de toda a situação e ele então se fechava. Assim eu me colocava como a vítima sofredora e ele meu algoz. Certa vez após fazer uma lista de tudo que eu gostaria que ele mudasse, pedi que ele fizesse o mesmo em relação a mim. Ele apenas disse: Não tem nada que eu não goste em você, eu te amo. Isso me alegrou e irritou ao mesmo tempo. Eu queria mais razões para ser infeliz e ele não me deu. A terapia me ajudou a ver que eu estava errada. Não era justo colocar toda a culpa nele. A comunicação teria que ser com o foco em mim e em como eu me sentia. A cortesia e o tom baixo ao falar ajuda e muito.

  • 6. Ver as qualidades do outro

  • Quando frustrado, você só busca os defeitos do cônjuge. Desafie-se a fazer uma lista com 10 qualidades que sua cara-metade tem. Elogie suas qualidades e agradeça quando lhe fizer algo de bom ou ajudar em uma tarefa.

  • 7. Ser resiliente

  • A frustração vem de expectativas, de achar que o outro está ali para atender suas necessidades e fazê-lo feliz. São atitudes imaturas. Tenha consciência de que nem sempre o que esperamos é o que acontece. Amadurecer significa também suportar as dores e problemas que surgem no caminho. Vencê-los ou aprender a viver com eles deve ser a meta.

  • 8. Buscar objetivos para a própria vida

  • Não espere que seu par vá realizar seus sonhos ou atender a seus desejos. Isso já diminui muito o risco de frustrações. Busque objetivos próprios, tenha uma vida e metas a alcançar, e permita que seu cônjuge faça o mesmo. Deixe que o outro tenha seu espaço pessoal e que busque seus sonhos. Isso os tornará pessoas muito mais interessantes.

  • 9. Buscar ajuda divina

  • Busque ajuda de uma fonte superior de acordo com sua crença. Peça bênçãos e proteção para seu casamento, sua família e para si mesmo; e sabedoria para agir.

  • 10. Ser o que você espera que o outro seja

  • Se você desejar que seu cônjuge lhe trate bem, trate-o bem. Se desejar que ele seja cortês, seja com ele. Geralmente essa atitude gera uma resposta "espelhada". Em Provérbios 15:1, diz: "A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.".

  • Aplicar esses 10 passos no meu casamento salvou a relação, trouxe de volta o carinho e a cumplicidade dos tempos de namoro. Não foi num passe de mágica, mas com o passar do tempo construímos uma relação sólida e uma família mais feliz.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.

Website: http://tedandoumaideia.blogspot.com.br/

10 formas de lidar com as frustrações no casamento

É quase impossível evitar as frustrações. Não depende de você. O segredo é aprender a lidar com a frustração e crescer através dela.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr