7 coisas sobre as quais não mentir para seus filhos

As crianças não são apenas muito espertas, mas são também, muito imaginativas. Ser honesto sobre as coisas que dizem a elas é realmente importante.

8,848 views   |   shares
  • Crianças são inteligentes. Também são imaginativas. Elas tendem a preencher os espaços em branco quando a verdade óbvia é escondida delas, e elas geralmente imaginam o pior.

  • Embora não precisemos, necessariamente, contar-lhes todos os detalhes, dizer-lhes a verdade é quase sempre a melhor opção.

  • Aqui estão algumas mentiras comuns que os pais contam que eles podem querer reconsiderar:

  • 1. Quando vocês brigam

  • Quando você e seu cônjuge estão tendo uma briga óbvia, não diga às crianças que vocês estão apenas tendo uma discussão. Elas não vão acreditar, e provavelmente irão imaginar algo muito pior. Explique que assim como vocês brigam com irmãos ou um amigo e vocês ainda os amam, você também ama seu cônjuge, mas precisam resolver algumas coisas e às vezes isso sai um pouco de controle. Assegure-as de que isso acabará se resolvendo, peça desculpas pelo susto, e faça o seu melhor para não aumentar o tom de voz.

  • 2. Quando vocês não estão falando um com o outro

  • Mais uma vez, as crianças vão imaginar o pior - separação ou divórcio. Se isso é uma possibilidade, diga-lhes que vocês estão apenas passando por um momento difícil agora. Se for uma certeza, conte a elas. Elas precisarão de tempo para processar toda a situação. Assegure-as de que não tem nada a ver com elas. Não compartilhe os detalhes. Mantenha tudo o mais normal possível com horários e compromissos. Responda as perguntas solicitadas de acordo com a idade e maturidade.

  • 3. Quando a situação financeira não está boa

  • Evite termos como: "Estamos quebrados", ou "Estamos pobres." Elas podem ir para a cama imaginando que elas vão passar fome ou ser mandadas para viver em outro lugar. Mas tampouco diga "Está tudo bem." Se tudo realmente estiver bem, elas vão esperar as coisas com as quais estão acostumadas. Diga-lhes a verdade, que é, provavelmente, que a situação é temporária, e vocês precisarão cortar algumas coisas por um tempo. Em seguida, forneça toda a diversão barata que puder para manter o bom ânimo. Quando as coisas melhorarem, planeje um anúncio especial e uma celebração.

  • 4. Quando alguém tiver uma doença terminal

  • Preparar as crianças para a morte de um ente querido é a melhor maneira de lidar com a situação. Comece com antecedência, facilitando a eventual notícia. Seja gentil, esteja preparado com respostas. Isso vai exigir um malabarismo emocional, já que provavelmente você também estará estressado. Mantenha-as atualizadas. Uma boa lição é mostrar-lhes uma luva. A luva é o corpo e a mão é o espírito. Quando a morte ocorre, o espírito deixa o corpo e vai para o céu. Lide com isso de acordo com a idade e maturidade de cada criança.

  • Advertisement
  • 5. Quando há problemas legais

  • Às vezes um pai pode ter problemas legais. Podem até mesmo envolver a liberdade condicional ou prisão. Seja o mais honesto possível; tranquilize a criança de que as escolhas que seu pai ou mãe fizeram não tiveram nada a ver com ela e que você estará ao seu lado. Dê detalhes conforme elas conseguirem lidar com eles. Seja honesto sobre a duração do processo ou encarceramento.

  • 6. Quando um animal de estimação morre

  • A morte de um bichinho de estimação, até mesmo peixes ou hamsters, lhe dá uma oportunidade para ensinar sobre a morte. É parte da vida e negá-la ou escondê-la (a vontade é substituir o bichinho e não contar à criança) pode na verdade tornar a morte terrível para a criança se ela descobrir. Seja franco. Fale de suas crenças. Permita que a criança chore e esteja lá para confortá-la. Se a criança se tornar quieta, você pode ter que iniciar a conversa para começar o processo. Guie a conversa de acordo com a idade da criança e sua capacidade de compreender.

  • 7. Quando há um divórcio entre família ou amigos

  • Às vezes, as famílias são divididas pelo divórcio. Este é um momento para ser honesto com as crianças e ajudá-las a não tomar partidos. Tenha conversas sobre o que a família pode fazer para ajudar a facilitar ao invés de discutir sobre quem estava certo ou errado. Inclua a família em suas orações familiares.

  • Tal como acontece com a maioria das coisas e a maioria das pessoas, as crianças precisam de tempo para processar grandes mudanças, seja envolvendo doenças, mudança, desemprego ou qualquer coisa que irá afetá-las, direta ou indiretamente. Ao reter partes da história, você permite que sua imaginação preencha as lacunas.

  • _Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original Things not to lie about to your children.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Becky Lyn is an author and a 35+ year (most of the time) single mom.

Website: http://www.beckytheauthor.weebly.com

7 coisas sobre as quais não mentir para seus filhos

As crianças não são apenas muito espertas, mas são também, muito imaginativas. Ser honesto sobre as coisas que dizem a elas é realmente importante.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr