Lições sobre família que aprendemos com o filme "Frozen"

Frozen ensina lições sobre família: como lidar com emoções adequadamente, o poder da vulnerabilidade, e o poder do amor verdadeiro.

24,956 views   |   6 shares
  • Eu provavelmente não preciso descrever o quão popular o filme "Frozen" tornou-se, nem preciso reiterar o fato de que muitas pessoas têm escrito sobre os significados ocultos que o filme poderia ter. "Frozen" é um ótimo filme que agrada a pessoas de todas as idades por causa de suas mensagens, animações e músicas.

  • "Frozen" ensina, entre muitas mensagens, belas lições sobre família e relacionamentos que podem fortalecer as famílias e a sociedade como um todo.

  • 1. Lidando com emoções

  • O filme inteiro é uma grande experiência de tentativa e erro conforme Elsa aprende a lidar com suas emoções de forma adequada. Quando a cabeça de Anna é curada no início, Elsa recebe instrução dos trolls para aprender a controlar seus poderes, "Você precisa aprender a controlá-los. O medo vai ser seu inimigo." Ao tentar ajudar Elsa a manter o controle, seu pai fecha as entradas ao palácio, reduz os empregados e limita o contato de Elsa com as pessoas para que seus poderes fiquem escondidos de todos. Ele a instrui a "encobrir, não sentir."

  • Embora tivéssemos visto Elsa como uma irmã despreocupada, divertida e amorosa, ela cresceu e se tornou uma garota assustada que passava a maior parte do tempo trancada em seu quarto. Por causa da experiência em que ela quase matou sua irmã, ela vivia em um estado de medo. Elsa, e seu bem-intencionado pai, pensaram que se ela apenas enterrasse suas emoções, se ela não sentisse, seus poderes estariam sob controle.

  • Enterrar suas emoções funciona? Não.

  • Enterrar suas emoções faz com que elas cresçam sob grande pressão. Eventualmente, elas irrompem com muita força, como mostrado quando as tensas emoções de Elsa congelam o reino inteiro.

  • Elsa só aprendeu a controlar seu poder quando ela finalmente se permitiu sentir suas emoções, ou "se libertou".

  • O exemplo de Elsa mostra a importância de ensinar nossos filhos a lidar adequadamente com suas emoções. Às vezes as crianças cometem erros. Elas terão experiências, e com cada uma há um momento de ensino. Com cada experiência, as crianças precisam ser ensinadas a lidar com seu poder e emoções. O poder de Elsa pode ser um símbolo do poder inato que cada pessoa tem na vida. Todos têm talentos únicos, ou poderes, que afetam o mundo ao seu redor. As crianças precisam ser ensinadas a usar esses poderes para o bem e sentir suas emoções. Quando o mantra é "encobrir, não sentir", mais mal do que bem virá disso. Quando nós sentimos e aprendemos a lidar com emoções, vivemos uma vida mais plena.

  • Advertisement
  • 2. Vulnerabilidade

  • Vulnerabilidade é permitir-se sentir conexão ao baixar guardas e barreiras e ser real. A capacidade de ser vulnerável permite a construção de confiança e amor nos relacionamentos.

  • Frozen ilustra muitos relacionamentos, e cada um ensina como vulnerabilidade eleva os relacionamentos.

  • Elsa/Anna

  • Quando Elsa afasta Anna, ela constrói uma barreira, bloqueando sua capacidade de construir uma conexão profunda. Vemos momentos de conexão durante todo o filme, mas a cada vez, essa conexão é quebrada quando Elsa escolhe seguir o medo ao invés do amor. Quando o amor e a vulnerabilidade são escolhidos ao invés do medo, a relação entre Elsa e Anna prospera, e um verdadeiro laço de irmandade é formado.

  • Hans/Anna

  • Como Hans e Anna não fizeram questão de ter tempo suficiente para se conhecerem em um nível profundo e emocionalmente íntimo, Anna acaba sendo traída por Hans. Na vida real, você pode ser traído por alguém que você sente que se conectou em um nível mais profundo e emocional. No entanto, as chances dessa traição são menores, e as chances de desenvolver um relacionamento forte são mais elevadas, quando ambos se permitem ser vulneráveis ao relacionamento.

  • Kristoff/Anna

  • Anna e Kristoff começam como amigos (ou nem mesmo amigos - sua relação foi construída a partir do zero). Por terem um relacionamento livre de pressão, ambos foram capazes de ser eles mesmos completamente. Eles se abriram um ao outro de uma forma que talvez não aconteceria se tivesse havido algum tipo de pressão romântica. Eventualmente, eles encontraram o amor, e nós somos levados a supor que eles tiveram um relacionamento estável no futuro. Seu relacionamento tem o poder de ser estável porque eles foram capazes de ser vulneráveis e fiéis a si mesmos conforme sua relação progrediu.

  • A vulnerabilidade é importante nas relações familiares. Como pais, ser vulneráveis com seus filhos permite que eles se sintam seguros ao falar com você sobre coisas importantes. Nesse caso, eles serão (eu espero) mais propensos a confiar em você ao invés de aprender as coisas de outras fontes.

  • Relacionamentos na família precisam ser construídos na confiança e no amor. Parte da base da confiança e amor vem do poder da vulnerabilidade.

  • 3. Amor

  • Olaf dá uma boa descrição geral do amor: "Amor é colocar as necessidades de outra pessoa antes das suas." Na família, existem muitos tipos de amor. Nós sentimos amor por nosso cônjuge, amor por nossos filhos, amor por nossos irmãos e amor por nossos pais.

  • Advertisement
  • O amor verdadeiro é puro. Ele é motivado por um simples desejo pelo bem-estar da outra pessoa, ao invés dos nossos próprios desejos egoístas.

  • Vemos isso quando Kristoff deixa Anna para trás com seu "verdadeiro amor", e depois vem correndo de volta através de uma terrível tempestade para salvar Anna quando ele sabe que ela precisa de ajuda. Nós vemos a evidência de amor verdadeiro mais especificamente quando Anna dá sua vida para proteger Elsa de ser morta pelas mãos do egoísta Hans.

  • Este filme se destaca entre outros porque o "ato de amor verdadeiro" é entre irmãs, em vez de amantes. Isso por si só ensina uma poderosa lição sobre os laços de amor na família. Em uma família ideal, funcional, os laços de amor verdadeiro seriam poderosos para cada relacionamento que existe na família.

  • A família é a unidade fundamental da sociedade. Quando seguimos as lições ensinadas em Frozen, teremos famílias mais fortes, e assim, uma sociedade mais forte.

  • _Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original Lessons learned about family from the movie "Frozen".

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Kilee is a graduate of Brigham Young University with a degree in Family and Consumer Science Education. She is passionate about parenting and child development, human relations, nutrition and wellness, culinary, and fashion design.

Lições sobre família que aprendemos com o filme "Frozen"

Frozen ensina lições sobre família: como lidar com emoções adequadamente, o poder da vulnerabilidade, e o poder do amor verdadeiro.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr