7 verdades que desbancam os mitos que lhe contaram sobre o casamento

São 7 mitos que você ouviu e acreditou que eram o contrário a vida inteira, mas que agora desmoronaram depois que você casou e podem ameaçar sua relação se você não acordar.

20,842 views   |   83 shares
  • Durante a infância somos cercados por situações que nos remete ao romantismo, ao amor e a fé na felicidade futura. Observamos nossos pais e/ou outros casais em seus relacionamentos felizes e reproduzimos isso em algumas brincadeiras inocentes, mas que já alimenta uma expectativa para a felicidade a dois. Na adolescência então é que a coisa fica pior, as meninas em especial sonham com o príncipe encantado, os rapazes com a moça perfeita. Algumas frustações aqui, outras ali, mas a esperança não se acaba nem aquela expectativa que vem sendo alimentada desde a infância: ser feliz a dois. Quem nunca se pegou planejando o próprio casamento e imaginando a rotina diária de sua própria família sem ao menos ter encontrado sua cara-metade? Essas, entre outras situações particulares, são o que nos motiva a lutar e acreditar no amor, a ter fé de que vamos encontrar aquilo que tanto esperamos. Porém, todo esse sonho pode trazer pesadelos, como o fantasma da idealização, do esperar demais e receber de menos. Idealizar um relacionamento, fantasiar e criar expectativas pode trazer frustações e infelicidade no relacionamento tão esperado, o casamento. Livre-se desses paradigmas e seja feliz com o real, libertando-se do ilusório.

  • 1. Você não será feliz o tempo todo

  • A felicidade conjugal é construída dia a dia, de dificuldade em dificuldade, de fase em fase, ou seja, cada momento que vocês dividem, seja bom ou ruim, estará contribuindo para a sua felicidade, os deixando mais fortes e mais próximos. Isso significa que não terá só momentos bons, pode ser até que você desfrute de experiências mais negativas do que positivas, portanto, prepare-se para essa realidade e a aceite, pois para alcançar os momentos felizes que você tanto almeja, os momentos infelizes também são necessários. Como existiria a alegria sem a tristeza?

  • 2. Ele não é seu pai, ela não é sua mãe

  • Freud em sua teoria sobre o complexo de Édipo explica como e porque os homens projetam suas mães nas esposas e as mulheres os pais em seus maridos. Ele diz: "A libido permaneceu ligada à mãe por tanto tempo, mesmo depois do início da puberdade, que as características maternas permanecem impressas nos objetos amorosos que são escolhidos mais tarde, e todas elas se transformam em substitutos facilmente reconhecíveis da mãe."Algo natural e de acordo com a subjetividade de cada indivíduo. Mas, isso não lhe dará o direito ou serve de desculpa para comparar sua mãe com sua esposa nem seu pai ao seu esposo. Seus pais lhe amam de maneira singular, seu esposo e esposa também, cada um à sua maneira, cada um com sua função. Aquilo que seu pai fazia que você mais gostava seu esposo talvez não faça, mas fará algo novo, diferente e será o melhor dele para você. Talvez sua esposa não cozinhe tão bem como sua mãe, mas valorize aquilo que só ela tem e que sua mãe não conseguiria lhe proporcionar.

  • Advertisement
  • 3. A casa não ficará arrumada todos os dias

  • Na casa dos seus pais as coisas funcionavam, cada coisa em seu lugar, tudo sempre limpo e impecavelmente arrumado. Na sua não. Tudo é ao contrário do que você idealizou, o tempo é curto e as tarefas são longas. Mantenha a calma, não se culpe nem exija o impossível do seu parceiro, aos poucos as coisas vão se ajeitando. Muitos casais brigam devido às tarefas domésticas, não deixe isso atrapalhar algo tão mais importante que é a relação de vocês. Um casal de amigos estava prestes a se divorciar devido às muitas brigas e stress rotineiros, ao resolverem contratar uma empregada, a casa passou a ficar arrumada, a roupa passada, e as brigas ficaram no passado. Contratar alguém para auxiliar no serviço doméstico não é viável para todos, nesse caso dividir as tarefas, fazer o parceiro ou a parceira vivenciar e entender como é complicado manter tudo em ordem o tornará mais colaborativo.

  • 4. Contos de fadas não existem na vida real

  • Tudo bem, eles são lindos! Adoro contos de fadas, mas eles só são legais nos filmes. Levar essa fantasia para a vida real é ser imaturo e colocar em risco a real felicidade. Sua esposa deve ser tratada como princesa e seu esposo feito um príncipe, mas parou por aí, ele é um ser humano cheio de falhas e defeitos que você terá que conviver e ser feliz com isso. Nem sempre ela estará vestida de cetim nem calçada com sapatinhos de cristal, é bem provável que ele nunca mais use a roupa do casamento nem esteja tão cheiroso como naquele dia, cavalo branco então! Mas ambos são completos em suas qualidades, repletos de amor e dispostos a empenhar-se na felicidade mútua. Liberte-se da expectativa e admire esses belos feitos.

  • 5. As contas irão atrasar

  • É tão maravilhoso aqueles filmes onde os casais vivem numa casa linda, as contas estão sempre pagas, as crianças sempre limpas, nunca chove, o dia está sempre lindo, não há trânsito, fome, sede, enfim, tudo é tão perfeito que até ofende. Mas nada mais ofensivo do que contas atrasadas, e elas existem e chegarão a sua casa. O dinheiro não será abundante o tempo todo, as vacas magras chegam e o casal unido e preparado as engordam rapidamente. Os despreparados se distanciam e as deixam morrer juntamente com o relacionamento. Dentre as expectativas que criamos, o dinheiro é o mais relevante, já que muitos casais querem se casar tendo a mesma condição financeira dos pais. Ajam com calma e construam uma vida juntos driblando as dificuldades e fortalecendo a parceria.

  • Advertisement
  • 6. Casamento não é sinônimo de sexo

  • As expectativas frustradas, a rotina, o trabalho, os filhos e tudo mais que fazem parte de uma vida familiar podem ser fatores negativos no que diz respeito à intimidade do casal. É preciso estar consciente de que um casamento não é composto só por sexo, é preciso dialogar com o parceiro a respeito e ambos necessitam entender que nem sempre haverá clima. Porém, conhecer um ao outro fará com que contribuam com essa intimidade agradando-se mutuamente com frequência. Em seu artigo Amy Peterson apresenta 8 maneiras de aumentar a intimidade em 5 minutos ou menos.

  • 7. Filhos podem afastar o casal

  • Vocês estão aprendendo a lidar com todos os conflitos de uma vida a dois e logo tudo muda novamente com a chegada de uma terceira pessoa. Por mais que a gravidez seja planejada e o bebê tenha sido muito esperado, é sempre uma surpresa aprender a lidar com os cuidados do bebê e conciliar com a rotina da casa. Tudo isso pode acabar afastando o casal, afinal a vida social se torna mais difícil com a atenção direcionada para o novo membro da família e momentos a sós se tornam cada vez mais raros. A esperança de que o bebê traria mais união pode ser ameaçada, mas só por um tempo e se vocês permitirem. O importante é compartilhar os cuidados e planejar a rotina sempre considerando que para haver uma família precisa primeiro existir um casal, um casal unido e amoroso para dar o cuidado e a segurança que o filho espera receber.

  • Livrar-se das expectativas é se preparar para as situações que a vida lhe oferece em cada mudança, e casar-se pode ser a maior de todas elas. Encarar os fatos será meio caminho andado rumo ao fortalecimento matrimonial. Um casal fortalecido não perde as esperanças nem deixa de lutar diante de uma frustação.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Karin Cristina é pedagoga, mãe e esposa. Apaixonada pelo ser humano, acredita que o conhecimento é capaz de mudar a humanidade e a leitura é o caminho.

7 verdades que desbancam os mitos que lhe contaram sobre o casamento

São 7 mitos que você ouviu e acreditou que eram o contrário a vida inteira, mas que agora desmoronaram depois que você casou e podem ameaçar sua relação se você não acordar.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr