6 ciladas que o levam a acreditar que você não ama mais seu cônjuge

Sabe aquelas vozes que vivem lhe dizendo que, se o amor acabou, troca por outro, você merece coisa melhor, etc etc etc? Veja como identificar essas ciladas e salvar seu amor.

402,383 views   |   1,585 shares
  • Durante essa longa e difícil jornada que você decidiu trilhar ao lado do seu cônjuge, você vai encontrar não só obstáculos, mas ciladas pelo caminho. Se você não quer perder o que há de mais valioso e sagrado, sua família, você precisa reconhecer essas ciladas e saber como se desviar delas.

  • Abaixo estão seis ciladas bem comuns e dicas para lidar com cada uma delas:

  • 1. Seu coração acelera por outra pessoa

  • Pode acontecer de você se sentir atraído pelo colega de trabalho, ou ficar com as pernas bambas quando vir alguém que já namorou. Isso não significa que você deixou de amar seu cônjuge.

  • Na verdade, todos nós podemos nos sentir atraídos involuntariamente por outra pessoa. Essa atração pode gerar uma reação bioquímica no nosso organismo, por isso seu coração acelera, você começa a suar e tremer.

  • Isso pode acontecer quando você vir muitas outras pessoas. Agora, imagine se você decide acabar com um casamento sempre que seu coração acelera quando você fala com alguém atraente! Você correrá sérios riscos de trocar de parceiro algumas vezes por ano.

  • O que fazer?

  • Autocontrole é tudo. Você precisará desviar o pensamento, o olhar e evitar ficar na presença dessa pessoa. Se for religioso, peça ajuda a Deus para resistir a essa atração.

  • 2. Seu cônjuge perdeu a graça

  • Quando você se casou, seu cônjuge era muito atraente, alegre, tinha qualidades suficientes para você querer ficar com ele. Mas agora você acha que ele engordou demais, perdeu aquela alegria que tinha antes, está mal-humorado na maioria do tempo e desenvolveu outros hábitos que estão lhe causando repúdio.

  • O que fazer?

  • A saída mais fácil, e mais cara também, seria o divórcio. Mas isso realmente não é necessário. Se você se casou por amor, há grandes chances desse amor ainda estar lá, meio fraquinho talvez, mas ainda vivo. Você só não percebe isso porque está concentrado nos defeitos do cônjuge ou nos predicados de outra pessoa.

  • Então, #PartiuResgatarAmor. Vamos alimentar esse amor, cuidar dele para que ele se restabeleça. No artigo "5 ações para evitar um divórcio e outras considerações" você encontrará cinco passos para trazer esse amor de volta.

  • 3. Seu colega de trabalho é o máximo, está sempre alegre e lhe compreende

  • Não duvido! Afinal ele ou ela está no ambiente de trabalho, não precisa conviver com você, com seus defeitos que se revelam somente em casa. Não passa os perrengues que seu cônjuge passa! Não precisa cuidar dos seus filhos, administrar sua casa, gerenciar seu orçamento! Posso apostar que se ele estivesse no lugar do seu cônjuge, cometeria os mesmos erros.

  • Advertisement
  • O que fazer?

  • Evite expor seus problemas conjugais com outras pessoas. Jamais fale mal do seu cônjuge para quem quer que seja. Isso é deslealdade. Se tiver qualquer problema para resolver, que seja entre vocês dois.

  • 4. Disseram que você merece ser feliz ao lado de alguém "melhor"

  • Eu acho tão engraçado isso! Parece que as pessoas querem o mal umas das outras. Isso lá é conselho de se dar?! Se você ouvir qualquer pessoa aconselhando você a largar seu cônjuge ou traí-lo, tenha certeza de que essa pessoa não está ligando a mínima para a sua felicidade.

  • O que fazer?

  • Ignore. Não permita que qualquer pessoa comece a envenená-lo com maus conselhos. Outra pessoa poderá lhe dizer que está apto a lhe fazer mais feliz. Você não é bobo de acreditar nisso, não é?

  • Quer ser verdadeiramente feliz? Honre as promessas feitas no altar, seja o melhor cônjuge e pai ou mãe que puder, seja honesto em todas as coisas. Nossa felicidade está condicionada a boas escolhas, a escolhas dignas.

  • 5. Você não sente mais desejo pelo seu cônjuge

  • Falta de interesse sexual pode acontecer por vários motivos: problemas hormonais, uso de determinados medicamentos, desemprego, problemas financeiros, cansaço excessivo, entre outros.

  • Ainda que seu cônjuge não seja mais tão atraente fisicamente, é uma questão que pode ser resolvida.

  • O que fazer?

  • Buscar a ajuda especializada de médicos, nutricionistas, psicólogos etc. Inserir exercícios físicos na rotina do casal.

  • 6. Você acha que não o ama mais como no início

  • No início, o casal apaixonado faz mil juras de amor eterno. Eles sentem borboletas no estômago e querem estar juntinhos sempre. Mas o tempo passa, aquela paixão avassaladora acaba. As contas chegam e em seguida os filhos. E o peso das responsabilidades parece tirar aquele encanto que havia no início. Então, muitos casais pensam que o amor acabou e agora só restam problemas.

  • A verdade é que os sentimentos passam por dois estágios. No início, o casal apaixonado pode achar que aquela euforia durará para sempre. Então a paixão passa e eles se deparam com algo mais sereno, centrado e realista. É aí que começa a construção do amor. E essa construção exige esforço e reflexão.

  • Como o mundo prega que para se realizar como homem e mulher, a pessoa precisa viver constantemente as fortes emoções da paixão, ela acaba ficando confusa, achando que não ama mais seu cônjuge.

  • O que fazer?

  • Advertisement
  • É necessária uma conscientização de que a paixão avassaladora tem seus dias contados. Se você se apaixonar por outra pessoa, cedo ou tarde a paixão acabará e você se verá na mesma situação. Com a diferença que, dessa vez, dificilmente restará uma base sólida e digna para se construir um amor. Pois se você desmanchar um casamento para ficar com outra pessoa, ou mesmo, trair seu cônjuge e depois deixá-lo para ficar com ela, quando a paixão acabar restarão sentimentos como culpa, raiva e desconfiança.

  • O primeiro estágio acabou? É hora de você e seu cônjuge mudarem o foco, concentrar-se nas coisas simples e tranquilas da vida, que são as que verdadeiramente trazem felicidade.

  • Infelizmente, estamos cercados de ditadores de comportamento que querem nos convencer de que não amamos mais nosso cônjuge. Novelas, filmes, músicas, revistas, opiniões de ditos "especialistas" e de "amigos" - todos determinando que tipos de corpo, cabelo e roupas são atraentes; dizendo que trair é bom, que o divórcio é necessário, e que uma paixão avassaladora é essencial para a felicidade.

  • Mas, lá no fundo, você sabe que nada se compara à segurança e aconchego de um lar, com um cônjuge que lhe ama e, mesmo sendo imperfeito, dá tudo de si para que tudo funcione bem na família; com filhos que lhe amam e admiram. As falhas que existem podem ser corrigidas ou amenizadas. Nada que um bom diálogo não ajude.

  • Da próxima vez que aquela vozinha vier lhe sussurrar, ou aquele "amigo" lhe dizer que você merece "coisa melhor", diga em alto e bom som: "Quem manda no meu coração sou eu! Eu amo e quero continuar amando meu cônjuge, e ponto final!". Tudo nessa vida é uma questão de escolha. A decisão é única e exclusivamente sua.

  • Leia também: 15 segredos para um casamento feliz e 21 dicas infalíveis para descomplicar uma relação amorosa.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Se gostou, compartilhe o artigo...

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

6 ciladas que o levam a acreditar que você não ama mais seu cônjuge

Sabe aquelas vozes que vivem lhe dizendo que, se o amor acabou, troca por outro, você merece coisa melhor, etc etc etc? Veja como identificar essas ciladas e salvar seu amor.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr