A complementaridade de homem e mulher: 4 mensagens importantes sobre o casamento e família

Quatro mensagens entre mais de 350 líderes religiosos de 6 dos 7 continentes da terra se destacaram no Evento Internacional Interreligioso Humanum realizado pelo Vaticano em Novembro de 2014.

16,901 views   |   4 shares
  • Vaticano - De 17 a 19 de novembro de 2014, um evento sem precedentes entitulado "Humanum: Um Colóquio sobre a Complementaridade de Homem e Mulher", organizado pelo Cardinal alemão Gerhard Müller sob supervisão do Vaticano, reuniu mais de 350 líderes de 14 religiões diferentes para tratar sobre casamento e sua importância para a família e a sociedade.

  • Os líderes convidados fazem parte de igrejas que apóiam o complementarismo, conforme teologicamente ensinado nas escrituras onde homem e mulher possuem papéis diferentes no casamento e família, como a Igreja Católica, Igrejas Evangélicas, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, o judaísmo, taoísmo, islamismo e sikhismo. Igrejas que apóiam o igualitarismo, como a Presbiteriana, Episcopal e a Igreja Unida de Cristo, não foram convidadas.

  • O Papa Francisco abriu o evento com um recado ao mundo. Para ler o resumo de suas palavras, leia o artigo: Papa Francisco tem um recado mundial para as famílias.

  • O conteúdo dos discursos de diversos líderes religiosos foi bastante relevante na defesa da família e preservação da unidade matrimonial entre homem e mulher. Entre os muitos ensinamentos, destacamos:

  • 1. O poder do homem e mulher em viver conforme sua natureza divina

  • Dr. Russell Moore, Presidente da Comissão de Ética e Liberdade Religiosa da Igreja Batista Sul, defendeu o homem como criatura divina capaz de fazer escolhas, e não ser apenas um predador sexual. Ele disse, "O corrente debate sobre se o casamento é bom, se crianças precisam de pais e mães, ou se expressões sexuais devem realmente ser ligadas através da cerimônia de tornar-se um, na verdade, assume uma visão diferente da humanidade, do que significa ser uma pessoa. A cultura ocidental agora celebra a sexualidade casual, cohabitação, divórcio sem causa, redefinição de casamento e direito ao aborto como parte de uma revolução sexual que deveria quebrar o velho sistema patriarcal. Mas isso não é o caso. A revolução sexual não é liberação, mas a imposição de uma patriarquia diferente. Fortalece o homem darwiniano a buscar predatoriamente o macho alfa, a partir do poder, prestígio e prazer pessoal. Alguém acha que isso fortalecerá mulheres e crianças social, econômica, política, e principalmente, espiritualmente? (...) Como cristãos, precisamos defender a criação divina do casamento, lembrando o mundo que não somos apenas meras máquinas carnais, mas somos criaturas responsáveis por natureza, a natureza de Deus."

  • Advertisement
  • 2. A necessidade de defender o que é certo à vista de Deus

  • Richard Warren, Reverendo da Saddleback Church, falou sobre a necessidade de defendermos o que é certo e lembrarmos que prestamos contas a Deus, não ao homem. Ele disse que "Nossa cultura hoje tem aceitado duas mentiras. Uma delas é: se você discorda do estilo de vida de alguém, é porque você o odeia ou tem medo dele. Eu não estou com medo nem odeio, eu apenas discordo. E a outra é: se você ama alguém, você tem que concordar com tudo o que eles acreditam ou fazem. Isso não existe, porque ninguém concorda com tudo o que você faz, incluindo sua esposa ou marido. (...) Todo líder precisa aprender como representar Cristo quando é atacado. Se você defende a verdade corajosamente, você será atacado, pode ter certeza disso. Nós precisamos obedecer a Deus, não ao homem. (...) Lembre-se de Quem estaremos respondendo no final do dia. É Jesus Cristo. (...) A única forma de ser relevante é ser eterno. Tudo que está na moda, irá fora da moda. Nenhuma revolução dura, incluindo a revolução do sexo. Nenhum ditador dura, e toda mentira eventualmente desmorona em sua própria decepção. Mas a palavra de Deus continua. Não é necessário estar ao lado da cultura, nem da história. Mas é importante estar do lado certo."

  • 3. A chave para o sucesso do casamento e família bem-sucedidos

  • Dr. Henry B. Eyring, Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, prestou um testemunho pessoal sobre como a vivência dos ensinamentos contidos no documento A Proclamação ao Mundo afetou sua vida e de sua família. Ele disse: "(...) Onde há egoísmo, as diferenças naturais entre homens e mulheres muitas vezes os dividem. Onde há altruísmo, as diferenças tornam-se complementares e proporcionam oportunidades de ajudar e edificar um ao outro. Cônjuges e familiares podem edificar um ao outro e ascenderem juntos se eles se preocuparem mais com os interesses do outro do que com seus próprios interesses. Se o altruísmo é a chave para a complementaridade no casamento entre um homem e uma mulher, sabemos o que devemos fazer para ajudar a criar um renascimento dos casamentos e vida familiar bem-sucedidos. (...) A mudança necessária é no coração das pessoas mais do que em suas mentes. A lógica mais persuasiva não será suficiente, a menos que ajude a quebrantar os corações. (...) À medida que trabalhamos para construir e incentivar casamentos fiéis e amorosos em que homens e mulheres se tornem como um e nutram suas famílias, o Senhor irá multiplicar nossos esforços."

  • Advertisement
  • 4. O casamento como base principal da família e da sociedade em que vivemos

  • Eugene Rivers, Reverendo e Líder Espiritual da Black Church in America, foi escolhido para encerrar o evento e ler o documento Uma nova afirmação sobre o Casamento, que diz: "(...) Hoje os lares que os casamentos formam estão expostos a um exército de distrações, e ao ladrão e inimigo que vem para roubar e destruir. Casamentos são cada vez mais raros e crianças em número menor. Onde a pobreza erode, o casamento está fora de alcance. Onde a guerra aflige, famílias são esmagadas. Em qualquer lugar onde o casamento regride, nós perdemos os bens trancendentes e materiais que todos os humanos deveriam compartilhar. E isso também é nossa falta, porque quando casamentos estão expostos ao vento e à chuva, nós prestamos pouca atenção. Quando as necessidades das crianças sucumbem ao desejo de adultos, nós permanecemos em silêncio. (...) O casamento não é um mero símbolo de realização, mas a fundação, a base onde é construída uma família, e daí uma comunidade. (...) Na terra, o casamento nos une através dos tempos na carne, e aos tementes e maravilhosos papéis de homem e mulher. Não é nosso para ser alterado. É nosso o dever porém de encorajá-lo e celebrá-lo. Isso afirmamos."

  • O evento internacional e interreligioso estabeleceu um marco na defesa pela família em todos os níveis da sociedade, formando pontes de entendimento entre igrejas em prol da defesa do casamento entre homem e mulher.

  • Presente no evento, Dr. Tony Perkins, Presidente do Conselho de Pesquisa para a Família, de Washington, nos Estados Unidos, adicionou: "A atmosfera praticamente eufórica onde estiveram presentes líderes religiosos unidos de seis dos sete continentes do mundo entrará para a história, e eles retornarão a seus países renovados na defesa do casamento. As cortes supremas podem definir diferente, Hollywood pode pregar o oposto, mas a união de um homem e uma mulher como a definição natural e conclusiva de casamento perdurará até o fim."

  • Advertisement
  • Imagens: Humanum; Russell Moore; Rick Warren; Henry B. Eyring; Eugene Rivers.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise. Visite seu website.

Website: http://caayres.com/

A complementaridade de homem e mulher: 4 mensagens importantes sobre o casamento e família

Quatro mensagens entre mais de 350 líderes religiosos de 6 dos 7 continentes da terra se destacaram no Evento Internacional Interreligioso Humanum realizado pelo Vaticano em Novembro de 2014.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr