Por que meu filho está se comportando mal?

Comportamento indisciplinado está transformando sua casa em um caos? Confira essas quatro razões pelas quais crianças se comportam mal, e recupere sua casa.

10,888 views   |   1 shares
  • Morder, bater, chutar, gritar, jogar as coisas, xingar, e fazer birras. Isso soa familiar? Quase toda criança, não importa o quão boazinha, faz birra, e é nosso trabalho como pais descobrir o porquê. Se o comportamento de seu filho está lhe deixando louco, considere estas quatro razões pelas quais as crianças se comportam mal.

  • 1. Para chamar a atenção

  • As crianças adoram e anseiam a nossa atenção, e elas até preferem atenção negativa a serem ignoradas. Se o seu filho dá escândalos, pode ser uma tentativa de obter sua atenção a qualquer custo. Pense sobre o que está acontecendo em sua casa recentemente. Você tem sido excepcionalmente distraído, há um novo irmão em casa, ou suas circunstâncias têm mudado consideravelmente nos últimos anos? Inconscientemente você pode estar dando ao seu filho menos atenção do que o normal.

  • É importante passar um tempo a sós com cada um de seus filhos todos os dias. A vida fica ocupada, e isso provavelmente parece assustador, mas se concentre na qualidade desse tempo ao invés da quantidade, se necessário. Leia livros antes de dormir, sente-se no chão e brinque com brinquedos, ou leve seu filho caminhando para a escola. Você também pode levar seu filho com você em seus compromissos se você realmente estiver com o horário apertado. O importante é ter certeza que ele sinta que você tem um tempo só para ele.

  • 2. Superestimulação

  • Crianças, especialmente crianças pequenas, têm uma tolerância muito baixa a ruído e pessoas. Pense nisso: o mundo é um lugar muito grande e confuso para uma criança pequena, e elas estão constantemente tentando descobrir como se comportar corretamente. Torna-se cansativo muito rapidamente. Quando seu filho chora em público ou no final do dia, há uma boa chance de que ele chegou no seu ponto máximo de estimulação.

  • Para evitar a superestimulação, não planeje demais. Mantenha passeios e hora de brincar relativamente curtos, e honre a hora da soneca e hora de dormir. Se o seu filho é particularmente suscetível a sobrecarga sensorial, ofereça um lugar tranquilo em casa para um tempo sozinho.

  • 3. Ele acha que ele é quem manda

  • Há um movimento centrado na criança na parentalidade moderna que foca em modelar o comportamento amoroso para os nossos filhos para que eles obedeçam. É um ótimo conceito, mas às vezes é levado muito longe por aqueles que não entendem o desenvolvimento das crianças. Embora nossas crianças precisem de carinho, elas também precisam de liderança no lar, e elas anseiam por limites que as ajudem a entender as interações sociais. Além disso, a criança não vai imitar um adulto que pareça fraco e submisso, não importa o quão amorosa e gentil seja sua atitude. Seu filho precisa ver que você está no comando e espera obediência.

  • Advertisement
  • Isso significa que você tem que recorrer a castigos corporais e gritar? Absolutamente não! Crie regras em casa claramente definidas e aplique-as de maneira consistente. Você pode disciplinar a criança de forma amorosa ao descer ao nível dela, falar em uma voz autoritária, identificar o mau comportamento, delinear as expectativas para o futuro e impor consequências. Se você não gosta da ideia de deixar a criança sozinha em um canto pensando sobre o que ela fez, tente uma técnica onde seu filho se senta com você em silêncio, até que ele esteja calmo o suficiente para voltar à atividade.

  • 4. Seu filho é muito exigente

  • A maioria dos psicólogos estimam que a personalidade é composta por 50% ambiente e 50% genética. Em outras palavras, o seu filho pode ter uma personalidade forte ou ter inibições baixas naturalmente. Isso não significa que você deva desistir, mas sim que você não deve se culpar se você tiver um filho que é mais tempestuoso que seus colegas. Continue impondo as regras da casa e dando bastante carinho quando ele se comportar bem. Prepare-se para uma batalha longa e árdua, mas vocês vão resolver e passar por isso juntos.

  • A vida com crianças não precisa se transformar em uma batalha constante. Espere algum comportamento indisciplinado, mas esteja preparado com suas regras e consequências. O objetivo da disciplina não é esmagar o espírito de uma criança, mas ajudá-la a aprender a se controlar. É um objetivo no qual vocês podem trabalhar juntos.

  • _Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original Why is my child misbehaving?.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Heather Hale é a quarta geração de sua família em Montana e mãe de três meninos doidos. Ela escreve com seu marido, Darreck Hale, sobre paternidade e casamento no thesecretlifeofparents.com.

Website: http://www.thesecretlifeofparents.com/

Por que meu filho está se comportando mal?

Comportamento indisciplinado está transformando sua casa em um caos? Confira essas quatro razões pelas quais crianças se comportam mal, e recupere sua casa.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr