Sair para jantar com sua esposa pode lhe ensinar muito sobre a intimidade sexual

E se você pudesse ao sair para jantar ter uma visão da mente de sua parceira quanto aos seus pensamentos sobre sexo? Este artigo explica por que isso funciona e o que buscar.

11,528 views   |   1 shares
  • Pense na última vez que você saiu para jantar com a sua esposa. Eu aposto que você não sabia que estava tendo um vislumbre da mente dela sobre como ela aborda sexo e intimidade, mas você estava. Através da nossa linguagem corporal, o que dizemos ou não dizemos, e como interagimos com objetos físicos em torno de nós estamos constantemente transmitindo mensagens sobre o que gostamos e o que não gostamos. A chave é prestar atenção. Aqui estão as coisas para observar:

  • Deixe-a escolher o restaurante

  • Todos começamos a comer antes de aprendermos do que gostamos e não gostamos. Além disso, as nossas papilas gustativas amadurecem à medida que envelhecemos e podemos descobrir que alimentos antes ignorados se tornaram favoritos. É preciso tempo e experiência para sequer começarmos a saber o que gostamos e mais ainda para sermos capazes de dizer isso. Devido a experiências de vida podemos nos sentir incertos ou até mesmo egoístas ao fazer escolhas por nós mesmos. Dito isso, antes mesmo de sair para o jantar, deixe sua esposa escolher o local: porque você vai aprender muito.

  • Ela consegue escolher um restaurante? Será que ela só escolhe restaurantes que ela sabe que você gosta? Certifique-se de que ela saiba que você quer ir a um restaurante que ela escolher - e, então, seja um parceiro animado.

  • Como é que isso influi no seu relacionamento físico? Será que um de vocês acha difícil expressar o que o que lhe é confortável e o que não é? O que você gosta e o que você não gosta? Às vezes estamos tão preocupados com a experiência dos nossos parceiros que nos esquecemos das nossas próprias necessidades ou talvez até nos sintamos "egoístas" por discuti-las. No entanto, em um relacionamento amoroso mutuamente satisfatório, ambos os indivíduos querem que o outro sinta que seus desejos e necessidades estão abertos a serem discutidos e considerados válidos.

  • Preste atenção em como ela pede

  • Será que ela olha o cardápio inteiro ou ela sabe exatamente o que quer? Será que ela gostaria de começar com aperitivo ou com algum tipo de bebida frutada? Será que ela se distrai falando sobre os filhos, contas, ou calendário? Observe como o atendente entende esse processo e não oferece entradas ou sobremesas em primeiro lugar, mas dá tempo para se decidirem e para estarem confortáveis antes de seguir em frente.

  • O sexo é mais gratificante quando o nosso cérebro pode desligar-se dos cuidados e preocupações do dia e apenas focar no momento. Para muitas pessoas - especialmente as mulheres - isso é um desafio. Ao tomar tempo para conversarem por alguns momentos e afastar as preocupações diárias, e em seguida, permitir alguma interação significativa - o que não significa beijar por dois minutos e rapidamente seguir em frente - ambos podem se sentir mais envolvidos emocional e fisicamente.

  • Advertisement
  • Veja como ela come

  • Comer é uma atividade física - o sexo também. Será que ela come devagar? Será que ela come um pouco e faz uma pausa para falar com você - olhando nos olhos para se conectar emocionalmente? Como ela mostra que está apreciando a comida? Ela fala sobre como cheira bem? A aparência da comida? Os sabores? Você está normalmente tão concentrado em seu próprio alimento que dificilmente a percebe? Se ela percebe que você está olhando para ela, isso a faz consciente de si mesma? O que você poderia dizer para ajudá-la com isso? Será que ela tenta comer rapidamente para que você não tenha que esperar por ela?

  • Satisfação sexual e intimidade envolvem tanto prazer físico quanto conexão emocional. Mas, falando apenas do lado físico, olhe em torno de seu local habitual para o sexo. É confuso? Como são os cheiros? E como está a sua respiração? O olfato é um dos sentidos mais poderosos e se o seu estiver ruim pode rapidamente tirá-lo do clima.

  • Uma boa refeição envolve mãos, boca, dentes, nariz, olhos, e assim por diante. Também a intimidade física envolve todos os sentidos e outras áreas do corpo além de apenas duas. Analise o seu padrão e veja onde você pode ter se tornado demasiado rotineiro, preocupado só com você mesmo, ou muito rápido a ponto de negligenciar o poder da parte interna do cotovelo ou a área atrás das orelhas.

  • O que fez o jantar ir bem ou mal?

  • Como foi a conversa? Como foi o serviço? Como era o clima? Será que ela gostou da refeição? Será que ela quer voltar? Você gostou? Se você não gostou, mas ela sim, como você irá conciliar? Ou, não irá? Será que ela vai querer ir lá todas as vezes?

  • Às vezes encontramos algo que gostamos e depois repetimos ad nauseam até que passamos a odiar.

  • Há uma variedade de restaurantes por uma razão. Se ela odiasse o restaurante, você iria fazer beicinho caso ela não quisesse ir lá o tempo todo? E se ela fosse lá de vez em quando, sabendo que é principalmente por você, mas ainda ativamente escolhendo participar, estaria bom para você?

  • Manter-se na pista do que seu parceiro gosta e não gosta durante a intimidade, e respeitando isso através da não repreensão, do menosprezo, julgar ou fazer beicinho é importante. No entanto, é igualmente importante que você comunique o que gosta e não gosta, e que seu parceiro responda da mesma forma. Só porque um de vocês adora certo tipo de intimidade, não significa que o outro goste. Como chegar a um acordo? O que é mais importante, o tipo de sexo que vocês estão tendo ou o relacionamento em geral? A Intimidade é vista como uma parte importante e integrante da relação, e deve ser tratada como tal, não como uma comichão a ser coçada. Pense em fazê-lo conscientemente ao invés de automaticamente.

  • Advertisement
  • Aposto que você nunca percebeu o quanto pode aprender sobre sua parceira através da maneira como ela come. Absorva esta comparação e atue segundo essas impressões e você verá quantas coisas novas você aprende sobre si mesmo, seu parceiro e seu relacionamento sexual.

  • _Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger do original A dinner date with your spouse can teach you a lot about sexual intimacy.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Alisha é palestrante especializada em sexo e intimidade, ela é co-autora do livro Real Intimacy; A couple's guide to healthy, genuine sexuality (Intimidade de verdade; Um guia para sexualidade saudável e genuína).

Website: http://realintimacybook.com

Sair para jantar com sua esposa pode lhe ensinar muito sobre a intimidade sexual

E se você pudesse ao sair para jantar ter uma visão da mente de sua parceira quanto aos seus pensamentos sobre sexo? Este artigo explica por que isso funciona e o que buscar.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr