O pequeno ajudante da mamãe ou abuso de medicamentos?

Os Rolling Stones chamaram Valium de "pequeno ajudante da mamãe" em 1967. O abuso de medicamentos é uma epidemia. Leia a história de uma overdose e aprenda com este médico a entender que remédios causam vício assim como as drogas.

4,555 views   |   shares
  • Depois de um suicídio, eu estava no quarto onde Alice (nome alterado) escolheu dar uma overdose em si mesma. Eu segurei uma meia dúzia de frascos de comprimidos e balancei minha cabeça enquanto eu olhava para os rótulos e me perguntava se o coquetel de medicamentos e o copo de vinho tinham criado a tempestade perfeita, uma maneira de deixar suas crianças, família, e amigos para trás, desejando por mais uma chance de amar seu coração terno. Quem lhes tinha prescrito, como tinham feito ela se sentir e por que a medicação para aliviar a dor causada pela doença se tornou uma arma para acabar com sua vida?

  • O CDC relata que, "Overdose de drogas foi a principal causa de morte por lesão em 2011", mais do que acidentes de trânsito, com 55% das mortes relacionadas a drogas de prescrição.

  • Christopher, um farmacêutico com um PhD, recentemente compartilhou sua perspectiva sobre a epidemia de abuso de medicamentos. Ele reconheceu que os pacientes muitas vezes estão com dores graves e precisam de medicação para a dor. Ele disse: "Nem todo mundo que está na medicação para dor é viciado… A dor é tão subjetiva."

  • Como farmacêutico, Christopher observou que há uma variedade de formas alternativas para os médicos no tratamento da dor. Ele disse que muitas vezes os médicos simplesmente escrevem uma receita para a medicação para a dor quando o paciente pode se beneficiar de fisioterapia, mudanças de dieta, medicação anti-inflamatória, ajuda a saúde mental ou outros tratamentos alternativos.

  • O dicionário Webster define vício como "uso compulsivo persistente de uma substância cujo usuário sabe ser prejudicial." Em outras palavras, saber que lhe machuca e fazê-lo mesmo assim.

  • Christopher disse: "(…)o uso da prescrição torna-se abuso de medicamentos quando você o estiver usando mais vezes do que seu médico lhe prescreveu. Ou, se você estiver tomando a medicação de outra pessoa que não foi receitada para você." Ele também apontou que há uma diferença entre a dependência de um medicamento, seja ela física ou mental, e o vício.

  • Eu pedi para Christopher compartilhar sua experiência com a dependência de drogas de prescrição. Ele disse, "Às vezes os filhos roubam medicamentos de seus pais, incluindo medicamentos para a dor, medicamentos para ansiedade e medicamentos para a perda de peso. Eu vi até mesmo pais que pegaram medicamentos de TDAH de seus próprios filhos. Eu já vi pacientes abusarem de médicos da sala de emergência e de várias especialidades, e médicos de cuidados primários em uma tentativa de obter medicamentos para a dor. Eu já vi pacientes dirigirem por duas ou três horas quando eles "esgotam" todos os médicos em sua comunidade local."

  • Advertisement
  • Por que fazemos isso?

  • Como defensora de agressão sexual e doméstica que providenciou grupos de recuperação de traumas e reuniu-se com centenas de vítimas, eu aprendi que a necessidade de anestesiar a dor psicológica ou física é muito real. Se os sobreviventes não têm habilidades de enfrentamento saudáveis para dor ou trauma como exercício, orientação espiritual ou aconselhamento, eles podem recorrer a métodos caros para lidar como o vício, distúrbios alimentares e outros comportamentos autodestrutivos.

  • Helpguide.org lista sintomas que pessoas com transtorno de estresse pós-traumático podem experimentar, incluindo dores físicas muito reais. Sobreviventes de violência sexual podem sentir dor abdominal muito real e inexplicável. Veteranos tratados inicialmente para a dor física podem mais tarde desenvolver uma dependência psicológica em medicação para dor, que pode se transformar em vício. Mães cansadas que vivem vidas estressantes podem experimentar dor física real e usar medicamentos indevidamente para escapar da dor emocional.

  • Ninguém é imune ao vício. Lisa Ling explorou o vício de uma jovem mulher para a CNN.

  • Como você sabe se alguém que você ama é viciado em analgésicos e o que você pode fazer sobre isso?

  • Os sintomas físicos podem incluir:

    • Alterações físicas

    • Olhos inflamados e cansados

    • Pupilas maiores ou menores do que o habitual

    • Mudanças no apetite ou peso

    • Alterações nos padrões de sono

    • Fala arrastada

  • Sinais comportamentais podem incluir:

    • Mudanças incluindo amigos novos ou diferentes

    • Roubar medicamentos dos pais, amigos ou familiares

    • Pedir mais dinheiro do que o habitual

    • Ir a vários médicos para várias receitas

  • Informações adicionais sobre o vício podem ser encontradas em:

  • Advertisement
  • Alguns estados nos EUA estão agora criando programas de monitorização de medicamentos sujeitos a receita médica, que permitirá médicos e farmacêuticos a monitorar o uso de drogas de prescrição. Christopher explicou que em breve, "(…)será exigido uma receita original, ao invés de um telefonema ou um fax."

  • No Brasil existem os CAPS para ajudas desse tipo. Veja mais sobre o serviço no artigo 12 passos para conversar com seu filho sobre drogas.

  • Conforme fica mais difícil de conseguir medicamentos prescritos, os viciados irão optar por caminhos cada vez mais difíceis, como drogas de rua como a heroína.

  • Algumas maneiras que viciados obtêm os medicamentos nos quais são viciados incluem:

    • Forjar ou alterar receitas médicas

    • Tomar a medicação de outras pessoas

    • Comprar ou roubar medicação. Alguns medicamentos podem ser baratos por miligrama ou um pouco mais pelas pílulas.

    • Ir a vários médicos para pegar várias receitas

    • Os adolescentes podem usar dextrometorfano ou medicamentos para tosse. Isso pode levar a alucinações e, em raras ocasiões se misturado com álcool, pode levar ao coma ou morte.

  • A vida de Alice havia se tornado a tempestade perfeita. Uma doença grave fez com que os médicos da família e especialistas prescrevessem um coquetel de medicamentos. Existiam fatores estrelantes que fariam qualquer um se sentir deprimido, ansioso e oprimido. A terapia foi realizada em um escritório contido. E então, quando sua vida pareceia estar implodindo, uma nova receita foi adicionada sem acompanhamento suficiente. Acrescente nisso tudo mais um estresse familiar, e álcool e a vida de Alice terminou de uma forma dolorosa e comovente.

  • Você ou alguém que você ama toma mais comprimidos do que deveria, mostrando sinais de abuso de medicamentos ou procura drogas de rua mais baratas depois de iniciar com medicamentos? Pergunte aos filhos de Alice. Há uma solução melhor para sua dor.

  • _Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original Mothers little helper or prescription drug abuse?.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Shannon Symonds worked 14 years as an Advocate for families experiencing Domestic or Sexual abuse while raising 6 children in Seaside Oregon. She loves to laugh, write, run, paint and most of all play with her family and friends.

Website: http://shannon.symonds.wordpress.com

O pequeno ajudante da mamãe ou abuso de medicamentos?

Os Rolling Stones chamaram Valium de "pequeno ajudante da mamãe" em 1967. O abuso de medicamentos é uma epidemia. Leia a história de uma overdose e aprenda com este médico a entender que remédios causam vício assim como as drogas.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr