3 formas de socorrer um amigo que passa por crise amorosa

Até para ajudar é preciso estar atento, nem sempre boa intensão é o suficiente.

3,719 views   |   1 shares
  • Quando presenciamos o sofrimento de um afeto é natural querermos ajudar, sermos solidários na busca de encontrar formas de aliviá-lo. O problema é que nem sempre sabemos o que fazer e corremos o risco de piorar a situação. Crises amorosas são particularmente complexas, porque envolve muitos sentimentos e situações muito íntimas do casal, portanto, todo cuidado é pouco.

  • Como escrevi no artigo Em briga de marido e mulher não se mete a colher. Será?: O fato é que muitas vezes somos chamados a "meter a colher" em conflitos de casais seja na família ou amigos, não com o ensejo de se intrometer, mas porque nos vemos diante da necessidade de prestar esse auxílio.

  • Como mediadora de conflitos atuando junto a casais em crise, recomendo as atitudes abaixo, para auxiliar sem correr o risco de piorar o sofrimento de seu afeto, seja ele quem for:

  • 1- Procure ser imparcial

  • Claro que é difícil não se envolver, afinal quem está sofrendo é alguém que você quer bem, no entanto, é fundamental manter o máximo de imparcialidade. O momento não pede mais confusão e se você "colocar mais lenha na fogueira", como se diz, vai aumentar o problema e é claro que não é isso que você quer. Não compre a briga, não instigue os conflitos e evite comentários que possam insuflar ainda mais a situação.

  • 2- Provoque reflexões

  • Melhor do que dar conselhos é fazer a pessoa pensar, a fim de definir o que realmente deseja. Envolvido em mágoas a pessoa tem grande dificuldade de discernir a própria vontade e ajuda quem consegue fazer com que os interesses sejam privilegiados. Muitas crises amorosas acontecem e se demoram por conta do orgulho dos pares que não cedem, mesmo sofrendo muito. Ao provocar reflexões você está facilitando o entendimento de seu amigo em relação ao que realmente está acontecendo e quais as consequências das decisões que vier a tomar. Todo cuidado é importante no momento de prestar apoio para um amigo em crise amorosa para não correr o risco de influenciá-lo numa decisão pela qual ele possa vir a se arrepender depois. É fundamental considerar que toda pessoa é capaz de encontrar, por si só, a solução de seus problemas.

  • 3- Manifeste apoio incondicional

  • Advertisement
  • É importante que se tenha em mente que, na maioria das vezes, o que seu afeto precisa é que você o ouça com atenção. Ele tem necessidade de falar de seus sentimentos com alguém que não o reprove ou faça julgamentos; os conflitos emocionais já são por si muito intensos. O apoio equilibrado, sereno e carinhoso é tudo o que o seu afeto precisa nesse momento, assim, esteja presente, seja parceiro e paciente. A responsabilidade de participar da vida de outra pessoa é muito grande; podemos até alertá-lo, mas jamais manipular suas ações. Por isso é essencial entender que a decisão deve ser sempre de seu amigo e seu papel é unicamente o de apoiá-lo de forma a serenar sua mente e coração.

  • Importante lembrar que apoiar inclui, também, saber compreender seu amigo mesmo não concordando com as decisões dele.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Escritora, educadora e consultora; especialista em MEDIAÇÃO DE CONFLITOS e MEDIAÇÃO CORPORATIVA. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: http://www.suelyburiasco.com.br

3 formas de socorrer um amigo que passa por crise amorosa

Até para ajudar é preciso estar atento, nem sempre boa intensão é o suficiente.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr