Por que eu tenho curso superior quando eu só queria ser uma dona de casa

Aqui estão algumas razões pelas quais eu busquei um diploma universitário, embora eu nunca planejasse ter uma carreira profissional.

10,370 views   |   shares
  • Este artigo foi originalmente publicado no blog "Clark's condensed" e republicado aqui com permissão, traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger..

  • Antes de me casar, eu tive uma conversa com um rapaz que eu conhecia sobre a obtenção da minha licenciatura e sobre o que eu queria fazer com a minha vida. Assim que eu disse a ele que, mais do que tudo, eu queria ser uma dona de casa algum dia, ele começou a me falar o quão egoísta eu era. Quão egoísta por desperdiçar o tempo dos meus professores, o dinheiro da bolsa que eu tinha recebido, e anos de minha vida para obter um diploma que eu "nunca iria usar." Posso dizer que isso me irritou profundamente. Eu não podia acreditar que alguém teria a coragem de dizer tal coisa, especialmente alguém que é um membro da mesma igreja que eu, onde somos aconselhados a obter toda a educação possível.

  • Eu hesitei antes de escrever este post, porque eu conheço e respeito muitas mulheres que nunca tiveram diplomas, mas em vez disso criam seus filhos, e eu acho que elas são, provavelmente, muito melhores do que eu de muitas maneiras. No entanto, espero que este post ajude a outra jovem mãe como eu a entender por que ela foi para a faculdade, apesar de seu desejo de ficar em casa com seus filhos.

  • Eu queria aprender

  • Eu acho que um dos maiores motivos é que eu simplesmente queria aprender. Há muitas maneiras de aprender fora da sala de aula, mas o tipo de aprendizagem que eu queria, eu só poderia encontrar em uma universidade. Embora eu tenha me formado em Comunicação, aprendi sobre o desenvolvimento humano e dos filhos, a ciência (tanto da perspectiva secular quanto religiosa) e aprendi mais sobre a minha religião do que eu pensava ser possível. Como eu estudei especificamente para a minha licenciatura, estudei com um professor que era um vencedor do Prêmio Pulitzer. Ele me ensinou muitas lições, não apenas sobre ética e escrita, mas sobre a vida. Eu entrevistei pessoas de todas as esferas e aprendi sobre as culturas de todo o mundo. Aprendi coisas em um ambiente estruturado que eu acho que não poderia ter aprendido em outros lugares.

  • Acredito que ir para a faculdade me ensinou a amar a aprendizagem, e me incutiu um desejo de conhecimento ao longo da vida. Mesmo que eu já tenha terminado a escola superior, eu ainda me vejo aprendendo sobre todo tipo de assunto regularmente e retendo o conhecimento como eu aprendi durante meus anos de graduação.

  • Advertisement
  • Exemplo para as crianças

  • Ultimamente, eu tenho lido sobre algumas pessoas que falam que não irão incentivar os filhos a frequentarem uma faculdade, e como elas acham que é um desperdício de tempo. Sou totalmente contra.

  • Sim, há pessoas que não se formaram em qualquer universidade, escola de comércio, etc., e se saíram muito bem (como Mark Zuckerberg). E é ótimo que eles tenham sido capazes de ser bem-sucedidos. No entanto, em minha experiência, tenho visto muitas, muitas pessoas se arrependerem de não terem feito uma faculdade quando eram mais jovens. Seja porque não foram capazes de encontrar um trabalho que poderia sustentar a família (independentemente da sua experiência), ou porque simplesmente não tiveram a motivação quando eram mais jovens, ou qualquer outra razão. Terminar a sua educação quando você tem a oportunidade é importante.

  • Eu não sei o que Jack vai querer ser quando ele "crescer", mas eu quero criá-lo valorizando a educação e com o objetivo de obter um diploma. Talvez, isso não aconteça por um motivo ou outro, mas espero que ele veja o exemplo que seu pai e eu deixamos para ele e que considere como uma coisa que vale a pena ser feita.

  • Apoiar a mim mesma e a minha família. Ter segurança

  • Se eu tivesse dito ao me formar no Ensino Médio: "Acho que não vou fazer faculdade, ou tentar conseguir um emprego bem remunerado, porque estou à espera de me casar, ter filhos e um marido com um trabalho bem remunerado". Tenho certeza que as pessoas teriam me julgado, olhado para mim e pensado que eu era completamente ridícula. E, realmente teria sido ridículo, porque quando eu terminei o Ensino Médio, eu não tinha ideia do que a vida tinha para mim. É claro que eu esperava me casar e ter filhos, eventualmente, mas a vida nem sempre é do jeito que você quer que seja.

  • Mesmo que eu seja muito abençoada por estar em casa com meu filho, talvez um dia eu tenha que sair para trabalhar. Por agora, eu trabalho a partir de casa, e tenho tido pessoas me contatando para fazer algum trabalho para elas e me escolheram por causa da minha formação. Eu sou grata por ser capaz de contribuir para a renda da nossa família, e acredito que minha formação ajuda com isso.

  • A experiência

  • É errado que eu quisesse ter a experiência da faculdade? Absolutamente não! Eu queria fazer amigos e construir lembranças que eu amaria por toda a vida. Cresci ouvindo histórias divertidas de meus pais sobre o seu próprio tempo na faculdade, bem como de alguns dos meus irmãos, e eu sabia que era algo que eu queria experimentar.

  • Advertisement
  • Eu acho que há lições e experiências que você só pode ter quando frequenta uma faculdade. Eu não bebo, não fumo nem uso drogas, de modo que não é esse tipo de experiência a que estou me referindo. Eu queria aproveitar esse tempo e viver à minha própria maneira com pessoas que tinham valores e interesses semelhantes aos meus. Eu queria assistir a jogos de futebol da faculdade, ter aulas interessantes, e apenas estar em uma atmosfera de cidade universitária. E eu sou tão grata por ter feito isso!

  • Até mesmo os trabalhos que eu tive quando estava no campus me trouxeram algumas experiências maravilhosas. Porque eram postos de trabalho disponíveis apenas para os alunos, e eu não poderia ocupá-los de outra forma. Também prendi muito sobre saúde mental, organização, casamento e terapia familiar enquanto eu trabalhava em uma clínica de psicologia. Quando trabalhei em um museu, aprendi mais sobre a antropologia, o estado onde nasci, e outras culturas do que eu poderia de outra forma. Aprendi sobre consequências de não se ter repouso adequado e conheci muitas pessoas de diferentes origens e culturas que eu não poderia de outra forma. A experiência de frequentar uma faculdade é algo que não se pode facilmente replicar.

  • Ensinar meus filhos

  • Acredito que a educação começa em casa. Acredito que todos os pais, independentemente do seu nível educacional, têm a capacidade de ensinar os filhos noções de moral, ler e escrever, e outras coisas essenciais, mas eu sinto que ter uma formação acadêmica me permite ensinar de uma maneira diferente. Eu quero ensinar meus filhos onde a escolaridade falha, e até mesmo ensinar-lhes coisas que, acredito eu, não estarão aprendendo na escola. Quero não apenas ser capaz de ajudar com a lição de casa, mas capaz de efetivamente pesquisar um tópico, e eu adoro aprender. Sinto que estou mais bem-preparada do que eu poderia estar se não tivesse frequentado a faculdade.

  • O acesso a mais recursos

  • Mesmo que eu já seja formada, eu ainda poderei colher benefícios junto à universidade. Pois esta (e acredito muitas outras faculdades) tem um enorme banco de dados de oportunidades de trabalho e maneiras de contato com alunos, mesmo aqueles que vivem fora do estado. Também participo de atividades na Associação dos Antigos Alunos (Na verdade, eu sou atualmente secretária da organização referente ao estado onde vivo). Quando eu era estudante, tive acesso a uma biblioteca incrível (assim como a toneladas de bancos de dados de pesquisa on-line, disponível apenas através da faculdade), inúmeras atividades, eventos culturais, professores que tiveram histórias incríveis e experiências para compartilhar, e muito, muito mais. Eu poderia usar softwares gratuitamente no campus, tive muitos descontos para estudantes, etc. Embora eu não tenha ido para a faculdade apenas para estes fins (obviamente), eles certamente eram um bom privilégio.

  • Advertisement
  • Eu sentia que devia

  • Eu sou uma pessoa religiosa. Eu acredito na oração e na revelação pessoal. Para mim, foi sempre uma necessidade, e não uma opção a frequência à faculdade. Era algo que eu sentia fortemente que devia fazer desde bem jovem, e o que acredito foi confirmado a mim através da oração. Por alguma razão, eu deveria ir e obter um diploma, e foi o que fiz. Obviamente, conheci meu marido Forrest, enquanto eu estava lá, o que mudou minha vida para melhor, mas sei que houve outras razões pelas quais eu precisava ir à faculdade. Eu nunca pude saber a razão, mas a sensação do dever era um dos maiores motivos de todos. Eu nunca irei me arrepender.

  • Opções

  • Eu sinto que ir para a faculdade me deu muitas opções. Eu poderia ter escolhido trabalhar, ficar em casa com meus filhos, ou até mesmo voltar para a escola mais tarde e obter um diploma de pós-graduação. Naturalmente, essas são opções para as pessoas que não fizeram faculdade, mas eu acho que seria muito mais difícil voltar à escola para uma pós-graduação, quando eu fosse mais velha, se primeiro eu tivesse que fazer um curso de graduação. Mesmo que para alguns um diploma universitário não signifique nada, para mim, abre um leque de opções.

  • Eu nem sempre sou a melhor em expressar a mim mesma os meus pensamentos, mas espero ter sido capaz de transmitir algumas razões pelas quais eu fui para a faculdade. Não me sinto como se precisasse me justificar a ninguém, nem acho que eu seja melhor do que as pessoas que não vão para a faculdade. No entanto, eu escrevi isso com a esperança de que alguém possa se identificar com minha experiência. Quer você concorde comigo ou não, eu valorizo a educação e acredito que a obtenção de um diploma é uma boa decisão. Foi para mim, pelo menos!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Katie Clark is an undergraduate at BYU majoring in Print Journalism. She is originally from Colorado, but currently lives in Provo, Utah, with her husband and son.

Website: http://forrestandkatie.blogspot.com

Por que eu tenho curso superior quando eu só queria ser uma dona de casa

Aqui estão algumas razões pelas quais eu busquei um diploma universitário, embora eu nunca planejasse ter uma carreira profissional.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr