A arte de manter-se casado mesmo quando você está pensando em desistir

Há todos os tipos de casamentos, cada um é original porque somos todos diferentes. E diferentes personalidades misturadas a outras criam todos os tipos de relacionamentos

12,363 views   |   18 shares
  • Este artigo foi originalmente publicado no blog "Live like you are rich" e republicado aqui com permissão, traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger.

  • Alguns casamentos podem ser parecidos com isto:

  • As aves chamadas mergulhões dançam juntas, permanecem juntas, e estão sempre harmoniosamente em sincronia umas com as outras a maior parte do tempo. Estes casamentos são os que eu olho admirada.

  • Outros casamentos se assemelham mais a uma imagem de cordeiro e leão. Normalmente um parceiro toma as rédeas e o outro é mais tranquilo. Isso não é necessariamente um mau casamento, ele funciona para muitos casais.

  • Depois, há os casamentos entre duas personalidades fortes. Dois carneiros ou mulas que estão constantemente batendo os chifres de maneira desafiadora e empurrando as suas opiniões para o outro. Este tipo de relação é muito familiar para mim.

  • E depois há os casamentos que variam entre estes três exemplos. Alguns podem apresentar os três exemplos em momentos diferentes. Basta dizer que, cada casamento é diferente.

  • Então como permanecer casado, independente do tipo de casamento em que se está quando você passa por momentos muito difíceis?

  • Ter alguém com força similar a você não é uma fraqueza no casamento. Duas personalidades fortes (quando trabalham em conjunto) fazem muita coisa. E é verdade. Eu aprecio o desafio. Eu aprecio uma boa luta (contanto que seja produtiva e termine pacificamente). E aprecio o quanto nós realizamos quando trabalhando juntos.

  • Apesar do comportamento normalmente mula/carneiro típico da nossa relação (mesmo quando as coisas estão indo muito bem) tivemos alguns tropeços. Às vezes, as coisas ficaram muito mais difíceis que o esperado que eu cheguei a pensar (por um breve momento) em desistir completamente. Em uma ocasião especial, eu busquei uma amiga muito sábia.

  • O conselho que eu recebi foi: "Você está dando 100%?" Eu honestamente não poderia responder sim. Ela continuou: "Antes de desistir de qualquer coisa você precisa dar 100% ou você sempre vai olhar para trás e se perguntar: E se eu tivesse dado mais, será que as coisas seriam diferentes? Será que se tivéssemos ficado juntos, poderíamos ter nos amado mais depois de vencer a dificuldade? Você não quer viver com esse tipo de perguntas sem ser capaz de respondê-las, quer?". Depois disto, eu concordei em dar tudo de mim.

  • Advertisement
  • Esta ocasião especial foi depois de meses mais recebendo do que dando. Eu tinha estado doente com depressão pós-parto e a conta bancária emocional do meu casamento e do meu marido foram quase completamente esgotadas.

  • Depois que eu comecei a dar 100% - através de reservar tempo para ele, reler meus livros favoritos sobre o casamento e implementar os conselhos, comprometendo-me a valorizá-lo acima de outras coisas, tudo foi ficando muito, muito melhor. Na verdade, estamos agora mais apaixonados do que nunca.

  • Eu não estou dizendo que nunca há uma boa razão para o divórcio. O abuso físico ou sexual, abuso de substâncias ou adultério tornam um casamento praticamente impossível.

  • Dito isto, muitas pessoas desistem de um casamento perfeitamente capaz de ser reajustado porque sentem que seria melhor se divorciarem. Ou que as probabilidades estão contra eles.

  • Mas o divórcio não é sempre o pasto mais verde...

  • Sempre ouvi dizer que a taxa de divórcio nos EUA era de 50%... O que está se mostrando errado.

  • A estimativa de 50 por cento veio de projeções do que os pesquisadores pensaram ser o índice de divórcios enquanto observavam os números crescentes na década de 1970 e início de 1980, quando os Estados em todo o país foram aprovando sem culpa leis de divórcio, mas as taxas de divórcios vêm caindo... Segundo pesquisas, a taxa de divórcio para primeiros casamentos é de 20 a 25%.

  • E é ainda menor entre os religiosos, onde a chance de um casal se divorciar é mais provável ficar em um dígito ou entre zero e 10"

  • Além disso a pesquisa provou que 80% dos casamentos são felizes. Ao contrário do mito comum de que a maioria dos casamentos são infelizes.

  • Assim, as chances são, na verdade, contra o divórcio e a favor do casamento.

  • Quando as adversidades batem à porta, por vezes você apenas tem que colocar 100% e, em seguida, abaixar a cabeça, fazer uma oração e enfrentar a tempestade.

  • Isso foi o que meu marido fez durante a depressão pós-parto, ele perdera sua companheira de viagem, o seu divertimento, felicidade, nós dois nos sentimos muito sozinhos. Também tivemos de enfrentar as tempestades da perda de emprego, diferentes pontos de vista culturais, doença, etc. Mas saímos de todas essas provas muito mais fortes e mais apaixonados.

  • Advertisement
  • Aprendemos a perdoar e esquecer, reconhecer e respeitar e não nos atermos aos pontos fracos de cada um. Na maioria das vezes nós nos comunicamos e concordamos em mudar, ocasionalmente nos debatemos ou resistimos.

  • Nosso casamento, obviamente, não vai ser exatamente como o seu, mas acho que o conselho de dar 100% para o seu cônjuge é o mais importante e útil de todos.

  • Aplaudimos e respeitamos os casais que vivem 45, 65, 70 anos juntos, pois sabemos que eles passaram por muito refinamento, lágrimas e reconstrução de si mesmos, uma série de mudanças, de compromissos e, finalmente, muita perseverança para permanecerem juntos por tanto tempo.

  • Mas eles irão dizer que tudo valeu a pena.

  • Os avós do meu marido foram casados por 73 anos. Eles tiveram tempos difíceis. Viviam da terra, não tinham água corrente, nem eletricidade. Passaram pela grande depressão e diferentes guerras. Além disso, eles tiveram 12 filhos!

  • Eles trabalharam juntos, cresceram juntos, e às vezes apenas sobreviveram às tempestades juntos. Eles deixaram este mundo com apenas um mês de intervalo um do outro e estavam mais apaixonados ao final de suas vidas do que no início.

  • Tenho notado também que o amor pelo meu marido tem crescido apesar das provações que temos passado. Eu o amo mais agora do que quando me casei com ele.

  • A avó de meu marido, Christine, disse-me um ano antes de morrer (ao comemorar o seu 73º aniversário de casamento) para dar-lhe sempre um beijo de boa noite. Minha mãe que foi casada mais de 35 anos me disse para sempre dizer algo carinhoso sobre o meu marido antes de adormecer. Meu próprio conselho de casamento (quando eu optei por seguir) é procurar ver e apreciar tudo de bom que o seu cônjuge faz. Ninguém é perfeito, então lhe dê o benefício da dúvida e realmente tome um tempo para apreciar as suas boas qualidades, e o mais útil conselho de minha amiga é dar 100% ao relacionamento.

  • Quando faço estas coisas há uma mudança notável em meu casamento e em mim, que eventualmente, acabo ficando mais apaixonada por meu marido.

  • Algumas outras coisas que realmente ajudam são: leitura de livros (estes são alguns dos meus favoritos) sobre como permanecer casado e cultivar o amor e compreensão - isso realmente me ajuda (contanto que eu coloque em prática o que aprendo). Além disso, estabelecer um tempo para estarmos juntos, uma noite semanal para sair, ir para a cama ao mesmo tempo sem ficarmos nos celulares muito tempo tem ajudado também. Há um monte de coisas que você pode fazer para melhorar seu casamento. Se necessário, engolir seu orgulho e obter ajuda profissional realmente faz a diferença. Basta dar tudo de si. E... Dê seu 100%. Não aceite a derrota. Está comprovado que, se você permanecer casado, você será mais feliz depois dos tempos difíceis. Trabalhe para isso, mesmo que duvide e quando atravessarem as tempestades, você vai amar mais o seu cônjuge do que antes delas.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Hi, I am Anita… I am a resourceful wife, mother, entrepreneur, Christian, author, and friend. I come from a very long line of entrepreneurs. I was raised by my mother and father, self-made millionaires and entrepreneurs. My paternal grandparents are also self-made multi-millionaires and entrepreneurs. As a result, I have been taught the Do’s and Don’ts of finances from a very young age. And I have implemented these financial principals into my everyday life. Read more at http://livelikeyouarerich.com/about/#PhqEtbs9iUC2YA1P.99

Website: http://livelikeyouarerich.com/

A arte de manter-se casado mesmo quando você está pensando em desistir

Há todos os tipos de casamentos, cada um é original porque somos todos diferentes. E diferentes personalidades misturadas a outras criam todos os tipos de relacionamentos
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr