Humor no casamento: O presente que permanece

Na busca do presente perfeito para o companheiro nesta época de festas, por que não considerar uma oferta de humor e riso?

3,321 views   |   5 shares
  • Este artigo foi originalmente publicado no blog "Uniting Couples to Strengthen Families" e republicado aqui com permissão da autora Lori Cluff Schade, traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger.

  • O riso traz muitos benefícios comprovados à saúde individual imediata e de longo prazo; essencialmente aumenta a resistência física e emocional. No entanto, o riso compartilhado também gera experiências de compromisso importantes em interações interpessoais e é talvez o mais valioso em estreitas relações de apego. Quando alguém compartilha o seu senso de humor, é uma forma de resposta e uma maneira de se sentir compreendido.

  • Eu acho que muitas pessoas subestimam o poder do humor. Eu cresci em uma família com um pai que era excepcionalmente espirituoso de uma forma elegante. Ele fez as pessoas rirem sem sarcasmo ou ofensas a outros, o que é difícil de encontrar, e no processo desenvolveu-se em mim um enorme apreço pelo humor. Eu não me considero particularmente espirituosa, mas mantenho o humor em alta conta.

  • A emoção negativa é tão absorvente que faz sentido infundir ativamente a positividade tanto quanto possível no casamento em momentos de conflito. Algumas das pesquisas civis de John Gottman têm demonstrado que os casais saudáveis são muitas vezes capazes de reparar fendas em seus relacionamentos usando o humor. Penso que às vezes os casais se esquecem que eles podem usar o humor intencionalmente para promover a ligação e afeto positivo. Em outras palavras, você não precisa apenas sentar e esperar se deparar com algo que possa induzir ao riso. Você pode torná-lo uma prática ao buscá-lo.

  • Poucos anos depois de casada, meu filho mais velho nasceu e três semanas mais tarde eu comecei um programa de pós-graduação bastante rigoroso. Ele tinha cólicas terríveis durante quase todo o primeiro ano de sua vida, gritava com força total sempre que era colocado em uma cadeirinha ou berço, apesar de seguir todos os conselhos bem-intencionados que recebi de inúmeras pessoas. Cada banho que eu tomei durante esse ano foi acompanhado por suas serenatas de gelar o sangue.

  • Eu estava constantemente tentando equilibrar o curso, a minha carga de trabalho e meu bebê agitado. Estava experimentando mais stress do que eu já tive anteriormente e literalmente nunca havia estado tão cansada em toda minha vida. Sentia-me tão esgotada e cansada durante esse ano que o meu peso caiu para bem menos de quarenta e cinco quilos e eu desenvolvi herpes-zóster e mononucleose, mas eu ainda tinha que frequentar a escola, atender os clientes e nutrir um bebê. Não havia absolutamente nenhum tempo para ficar doente. Meu marido deixava seu emprego de tempo integral e voltava para casa à noite para assumir o bebê para que eu pudesse ver os clientes e estudar, mas eu ainda estava constantemente girando em um furacão de demandas. Olhando agora para trás não sei como consegui. Não é algo que eu recomende a ninguém.

  • Advertisement
  • Certa vez, minha mãe estava nos visitando para ajudar e se ofereceu para ficar com o bebê enquanto meu marido e eu saíamos para nos divertir um pouco (Como um aparte, o meu filho era seu 28º neto e ela comentou que nunca tinha visto um bebê tão agitado - só estou comentando). Meu marido perguntou o que eu queria fazer e respondi: "Eu realmente, realmente só preciso rir", porque não conseguia lembrar-me da última vez que achei algo engraçado. Buscamos propositadamente um filme de comédia que tocava em muitos dos absurdos da paternidade, e eu ri mais do que tinha rido em um longo tempo. Após o filme, de repente eu senti que poderia lidar com a vida novamente.

  • Desde então, tem havido muitas ocasiões no nosso casamento e vida familiar que meu marido e eu usamos humor em conjunto para reforçar os laços interpessoais. Partilhamos regularmente humor assistindo certos programas, ouvindo podcasts, ou até mesmo lendo livros juntos, que nos fazem rir. Eu estou sempre animada em mostrar-lhe algo que eu acho divertido. No espírito de boa diversão, fazemos até mesmo piadas um sobre o outro.

  • Uma vez, eu comprei um porta-retratos com as palavras, "Meu Senhor Maravilha", estampadas na parte inferior. Ele é equipado com um botão que ativa uma das várias frases estereotipadas do "cara ideal".

  • Aqui estão as várias frases:

    1. Por que não vamos almoçar juntos com mais frequência? Eu sinto tanto sua falta durante o dia!

    2. Chega de falar de mim... Eu quero saber como foi seu dia.

    3. Sempre que você precisar de mim, é só chamar. Você sabe que eu estou sempre pronto para ouvir.

    4. Eu desejo estar com você agora. Eu aposto que você me faria uma massagem nos ombros.

    5. É claro que eu quero passar mais tempo de qualidade com você. Eu só vou cancelar essa grande noite que eu tinha planejado com os rapazes. (Se fosse realmente meu marido, ele diria: vou cancelar meu passeio de bicicleta.)

    6. Vamos dançar hoje à noite!

    7. Você quer ir ver aquele filme que você estava falando? Não há nada além de futebol na TV.

    8. Lamento que brigamos. Eu sabia que você estava certa o tempo todo. Eu simplesmente não podia admitir isso.

    9. Achei isso ótimo - um refúgio acolhedor sem TV. Vamos fazer planos para ir!

  • Além desses, tem outro muito tolo para se colocar aqui.

  • Esperei até o momento certo para configurá-lo.

  • Enquanto ele estava fora da cidade, disse a ele que eu sentia falta dele, mas que tinha encontrado um substituto, que dizia todas as coisas certas e não ocupava tanto espaço na cama e ainda por cima não roncava. Ao chegar em casa, ele encontrou a moldura em sua cabeceira com sua foto. Quando meu marido começou a apertar o botão, ele revirou os olhos para mim, mas era ouro puro de comédia de casal. É um presente que permanece, porque basta eu esquecer que ele existe, se estivermos no meio de uma conversa (por vezes acalorada) de repente o meu marido vai pegá-lo e aperta o botão, mostrando uma das muitas frases. Ele nunca deixa de me fazer rir. O mais engraçado é "Vamos dançar hoje à noite!", porque para alguém que costumava se mover com muita graça de um lado a outro da quadra de basquete, o meu marido é incrivelmente desajeitado na pista de dança, e ele mesmo admite (e ele estava correto quando adiou completamente o item dominar o Tango Argentino da minha lista das coisas que quero fazer antes de morrer).

  • Advertisement
  • Diferenças no casamento muitas vezes podem ser controladas com senso de humor. Não é nenhum segredo que o meu marido e eu temos gostos diferentes de música. Para o seu aniversário, eu fiquei muito animada quando encontrei uma canção composta inteiramente de sons feitos de partes de bicicletas. Quando eu lhe presenteei com "bespoken," de Johnnyrandom (não, eu não estou inventando isso) eu disse a ele que eu finalmente encontrei uma música falando numa língua que ele compreendia - da garagem e do coração de Johnnyrandom, para a minha conta do iTunes e para ele. Sua resposta foi "É claro que você encontrou...", rindo, e era exatamente a resposta que eu estava esperando. A canção é surpreendentemente fascinante, e eu, ocasionalmente, a coloco para tocar e digo, "Deixe-me definir o humor", o que geralmente provoca mais risadas, e agora é uma brincadeira pessoal que partilhamos.

  • Se você está se perguntando sobre como incorporar mais leveza ao seu casamento, você pode tentar "Ioga do Riso". Estou pensando em inscrever meu marido e eu para uma classe só para ver a cara dele quando eu contar. Acredito que rir sobre a Ioga do riso é um metaprocesso, e os terapeutas adoram metaprocessos.

  • Agora eu preciso ir pensar em algo muito bom para dizer quando meu marido descobrir que postei uma foto dele no meu blog... Eu acho que vou consultar meu porta-retratos substituto de maridos. Afinal, ele está "sempre pronto para ouvir".

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Lori Cluff Shade, Ph.D,. é Terapeuta licenciada de Casais e Família, comprometida a providenciar informações para melhorar a qualidade das relações maritais e familiares, esposa e mãe de 7 filhos.

Website: https://drlorischade.wordpress.com/

Humor no casamento: O presente que permanece

Na busca do presente perfeito para o companheiro nesta época de festas, por que não considerar uma oferta de humor e riso?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr