Ensinar às crianças uma atitude de gratidão

Como você lida com os seus filhos nas questões "Eu quero" e "Eu preciso"?

2,656 views   |   2 shares
  • _Este artigo foi originalmente publicado no blog "Travel Parent Eat" e republicado aqui com permissão da autora Anne Banks, traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger.

  • Em épocas de festas em nossa casa, meu marido e eu ouvimos um monte de "Eu quero" e "Eu preciso" e isso não está em sintonia com a forma como queremos criar nossos filhos.

  • Eu não acho que nascemos com uma atitude de gratidão, mas sim que ela é desenvolvida com a prática e aplicação regular. Para evitar criar uma geração de crianças cheias de direitos, precisamos ensinar nossos filhos a serem gratos e expressar sua gratidão muitas vezes.

  • Aqui estão algumas ideias que já aplicamos em nossa casa, e continuamos a trabalhar no sentido de evitar o egoísmo e ganância.

  • 1. Crie oportunidades de servir

  • Procurar maneiras de ajudar os outros é uma das melhores maneiras de encontrar gratidão por aquilo que lhe foi dado e parar de se concentrar no que você acha que está faltando. Não tem que ser grandes experiências de serviço cheias de detalhes. Nós frequentemente levamos um prato ou dois de biscoitos para vizinhos nos quais estivemos pensando. Também nos divertimos varrendo as folhas dos vizinhos ou mesmo apenas recolhendo suas latas de lixo até sua garagem. Há uma grande citação que eu ouvi de um dos meus líderes da igreja: "Primeiro observe, então, sirva." Quando ensinamos nossos filhos a olhar para outras pessoas que precisam de ajuda e, em seguida, servi-las, estamos ajudando a evitar o egoísmo.

  • 2. Escrever cartões de agradecimento

  • Na última festa de aniversário do meu filho, ele tinha cerca de 20 convidados. Isso significa muitos presentes, e, então muitos cartões de agradecimento. E ao longo de cerca de uma semana (ele não escreve muito rápido), ele completou um cartão de agradecimento para cada presente que ele recebeu, e nós entregamos. Ele não estava muito feliz em escrever os cartões, mas ele lembrou-se do quanto ele gostava de brincar com cada presente que ganhou, e isso nos proporcionou a oportunidade de listar as várias bênçãos que ele tem e que são negligenciadas.

  • Conversamos sobre a sorte que é ter tantos amigos e familiares por perto, a sorte que é ter tantos novos brinquedos, como ele é sortudo por saber ler e escrever, e ter duas mãos e os dedos para ser capaz de escrever. Tenho certeza de que havia mais algumas bênçãos que eu poderia ter mencionado, mas eu queria que ele reconhecesse e as contasse por conta própria.

  • Advertisement
  • 3. Ajude-os a pensar em agradecer

  • Nós começamos uma tradição em nossa mesa de jantar que é falar sobre as melhores partes de nossos dias. Nós nos revezamos falando sobre o que aconteceu de bom e que nos fez feliz. Em seguida, falamos sobre aquilo por que somos gratos. Eu amo esta tradição, porque ajuda a todos nós, lembre-se que até mesmo dias realmente difíceis podem ter um arco-íris ou a luz do sol. Este hábito ajuda a terminar o dia em um tom de positividade para que o amanhã possa começar melhor. Quando pensamos sobre o que somos gratos reconhecemos mais as bênçãos com as quais somos contemplados a cada dia.

  • 4. Dê o exemplo

  • Sim, eu sei, eu acho que em todos os truques e dicas para pais é mencionado dar exemplo, então, dê o exemplo, sendo o melhor exemplo. Eu não sei como ser um pai ou mãe sem dar exemplo. Independente das minhas ações (boas ou más) meu filho segue a minha liderança. Como posso esperar que meus filhos façam algo que eu não faço? Meu marido e eu tentamos agradecer um ao outro por qualquer serviço oferecido. Meu marido sempre me agradece por fazer o jantar, e eu faço o mesmo quando ele faz o jantar. Ele, então, incentiva o nosso filho mais velho a me agradecer por fazer o jantar. Quando meu filho mais velho me ajuda eu me certifico de lhe agradecer por sua ajuda, e ele sorri quando reconheço seus esforços.

  • 5. Faça doações

  • Em janeiro de cada ano, nos sentimos abarrotados com brinquedos e roupas. Em vez de empilhar brinquedo sobre brinquedo, e criar essa cena de "Toy Story 3" (onde todos eles se sentem negligenciados, porque nunca são tocados), verificamos as pilhas de brinquedos e roupas e determinamos quais podemos doar. Aqueles que não foram utilizados por um ano (ou algo assim), ou roupas que não servem mais, mas estão em boas condições, nós doamos. Doamos para brechós ou abrigos locais. Isso ajuda as crianças a compreenderem que nem todos são tão afortunados, e que precisamos ser gentis e estender uma mão amiga.

  • Algumas outras ideias

    • Seja voluntário em organizações que cozinham para desabrigados

    • Organize uma unidade de doação de alimentos ou de brinquedos em seu bairro

    • Escreva cartas ou envie pacotes para militares em serviço longe de casa

  • Como você ajuda seus filhos a serem menos egoístas? Quais são algumas de suas atividades de serviços favoritas em família?

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Ensinar às crianças uma atitude de gratidão

Como você lida com os seus filhos nas questões "Eu quero" e "Eu preciso"?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr