"Faíscas" demais em seu romance podem incendiar seu casamento

"O verdadeiro amor", retratado em filmes e livros pode estar preparando seu casamento para o fracasso. Aprenda o que fazer para ter um verdadeiro romance.

3,015 views   |   1 shares
  • Este artigo foi originalmente publicado no blog "Uniting Couples to Strengthen Families" e republicado aqui com permissão da autora Lori Cluff Schade, traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger.

  • Eu acredito no conceito de manter o romance vivo no casamento (desculpem-me aqueles que pensam que o casamento não tem nada a ver com o romance - no meu casamento, tem). No entanto, eu sou uma rabugenta sobre romances quando se trata de cinema.

  • Recentemente, meu marido e eu estávamos tentando encontrar um filme para assistir, e decidimos ir ver o novo filme de Nicholas Sparks. Sou meio resistente aos filmes baseados em seus livros, porque muitas vezes eles parecem tão sentimentalistas, estereotipados e cheios de delírios de destino.

  • Enquanto eu saía do cinema, meu marido me perguntou se eu gostei do filme, e eu disse a ele que estava irritada...

  • Se definirmos o amor verdadeiro pelo ardor induzido por dopamina que ocorre no início de uma conexão romântica, o que inevitavelmente diminui ao longo do tempo na medida em que as relações se tornam mais previsíveis e seguras, facilmente sentiríamos como se nossos relacionamentos de longo prazo não são absolutamente verdadeiros, e não nos damos conta. É ainda mais perigoso quando esse sentimento é usado como um parâmetro do que é verdadeiro. Há uma resposta fisiológica muito real em uma relação nova e excitante, ou em um caso secreto, e as pessoas acreditam erroneamente que isso significa que a relação é de alguma forma mais legítima do que a de longo prazo que pode parecer sem graça em comparação. Ao longo do tempo, o parceiro de longo prazo pode até ser visto como o inimigo, impedindo "a verdadeira felicidade."

  • Houve relatos de pessoas cujos casamentos terminaram depois de assistir a alguns dos filmes de Sparks, porque se sentiram muito desiludidos em seus compromissos maçantes.

  • Comecei perguntando o que eu, como terapeuta de casais, incluiria em um bom e verdadeiro ROMANCE, se eu fosse escrever um (o que eu sei que nunca vai acontecer) seria um em que os parceiros têm que estabelecer uma vida juntos, completa e com crianças. Apenas por diversão, eu usei o termo "romance," como um acrônimo.

  • Advertisement
  • E realmente um bom romance deve incluir:

  • R de realidade

  • Tal como na vida real. Como quando sua família inteira começa a vomitar no meio da noite, e você e seu marido têm um compromisso na manhã seguinte, mas ficam acordados a noite toda limpando quilos de vômito, esfregando o tapete, e ambos estão irritadiços e fedorentos... Ah, e a prestação da casa venceu ontem e bem, você tem que pagar.

  • O para obstáculo

  • Como o do desemprego. A doença física ou mental devastadora e crônica. Como seu filho pequeno decidindo - enquanto você amamenta o bebê - que seria uma boa ideia misturar arroz, farinha e açúcar juntos, colocar um pouco da mistura na máquina de lavar, e em seguida completar com uma boa quantidade de xarope e você descobre tudo 15 minutos antes de você ter que levar seu bebê a uma consulta médica.

  • Como quando seus filhos descobrem que se você pisar em luzes de Natal, enquanto elas ainda estão fixas à base, elas fazem um estalo muito legal, uma espécie de som crocante, então eles pisam em todas elas - mesmo as armazenadas nas caixas de Natal na prateleira da garagem - tornando-as inúteis e deixando fragmentos minúsculos de vidro espalhados que brilham como o diabo e que serão encontrados por toda a casa por meses, mesmo você aspirando e aspirando. Eu poderia continuar...

  • M de Memória

  • A memória está sempre sendo construída, e tem tudo a ver com nossa conversa interna. Pessoas que querem ficar casadas contam a sua história de casamento fixando-se nas coisas boas. Tipo, será que eu prefiro lembrar de quando meu marido e eu tínhamos um só carro e ele me deixou em pé no frio porque se esqueceu de me buscar antes da época dos celulares, ou prefiro me lembrar de quando eu estive fora da cidade e ao chegar, no meu quarto havia dezenas de buquês de flores em todos os lugares? Tenha cuidado de não entreter-se em autonarrativa onde outra pessoa seja o seu verdadeiro amor. A mente costuma se lembrar das coisas melhor (ou pior) do que realmente eram. As memórias são notoriamente imprecisas e bem mais vagas do que a maioria das pessoas quer admitir.

  • A para Atitude

  • Concentrar-se nos elementos positivos ou negativos do seu relacionamento é algo que está totalmente dentro do seu controle. Posso me concentrar no fato de que o meu marido passa por um cesto de roupa limpa que precisa ser levado para dentro e dobrado por vários dias (desde que eu desista depois de cinco dias) e leve-a e dobre as roupas eu mesma. Ou posso me concentrar no fato de que meu marido nunca reclamou sobre a esposa que lhe pede para trazer essa cesta de roupas até as escadas e dobrá-la depois que ela ficou lá por cinco dias.

  • Advertisement
  • N para Negociação

  • A negociação é necessária para o andamento e funcionamento do romance. Como quando seu marido quer ir ao cinema ver um filme de Nicholas Sparks, mas você realmente quer ir ver um filme de ação (paciência, caro leitor... Eu escrevi isso para ver se meu marido está realmente lendo meus posts como ele disse).

  • C para o Compromisso

  • Esta é a variável mais importante para a durabilidade das relações de longo prazo, e é necessário em qualquer romance. C é também para "crianças", que se beneficiam de ter pais que podem dizer que se amam, ou podem ser o que chama sua atenção para o seu relacionamento de casal, porque são dependentes de vocês para a sua sobrevivência. Elas são também a sua garantia de choros e risos.

  • E para Esforço

  • Um bom romance exige trabalho, pura e simplesmente, e não é sempre um mar de rosas. Uma vez, quando meus filhos eram pequenos, eu estava ressentida porque meu marido estava viajando a negócios, e eu não gosto da maneira como eu estava me sentindo sobre ele, principalmente porque eu estava com inveja de sua autoconfiança. Tentei pensar no que eu poderia fazer por ele, e lembrei-me da pilha de camisas que estavam faltando botões e que eu tinha escondido com sucesso debaixo de meus projetos de costura mais interessantes porque gostaria de esquecê-las. Tirei-as para fora e preguei botões em oito camisas e o surpreendi quando ele chegou em casa. Ver o quanto ele apreciou meu gesto me fez feliz. Senti-me realmente romântica.

  • Por favor, aprenda a desfrutar de seu romance, mas mantenha seu aprendizado fora de Hollywood.

  • Leia tambem: Uma atitude que pode fazer milagres em seu casamento

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Lori Cluff Shade, Ph.D,. é Terapeuta licenciada de Casais e Família, comprometida a providenciar informações para melhorar a qualidade das relações maritais e familiares, esposa e mãe de 7 filhos.

Website: https://drlorischade.wordpress.com/

"Faíscas" demais em seu romance podem incendiar seu casamento

"O verdadeiro amor", retratado em filmes e livros pode estar preparando seu casamento para o fracasso. Aprenda o que fazer para ter um verdadeiro romance.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr