7 formas de manter-se positivo quando vivendo com uma dor crônica

Uma doença crônica pode mudar o rumo da sua vida, porém, ela também pode dar um sentido para ela. Veja como AQUI.

3,927 views   |   8 shares
  • A sua vida estava indo bem, nada além do que a correria do dia a dia: família, filhos, emprego, casa, cachorro, ou talvez preparativos para um casamento, uma viagem, uma mudança de escola ou de cidade. Aqueles percalços normais da vida.

  • Mas, de repente, tudo muda, e o mundo vira de cabeça para baixo. Um diagnóstico médico apresenta uma nova realidade, uma doença crônica. Junto com exames, idas ao médico, o medo, o desespero e a angústia começam a fazer parte da sua nova vida.

  • Leia também: Dor crônica - O que é e o que fazer

  • Depois do susto e das lágrimas, o jeito é encontrar uma forma de reiniciar e reinventar a vida. Talvez agora em companhia de um longo tratamento. Um ditado diz: "Nem sempre podemos escolher a música que a vida toca, mas podemos escolher o jeito de dançar". Sair do canto escuro do quarto, depois de um tempo acuado, é importante para descobrir qual caminho tomar. A vida segue, e se encaixar nesse novo desafio é uma forma de superação.

  • Algumas pessoas conseguem transformar essa nova batalha em um propósito para continuar vivendo. Não é fácil saber que, a partir de um momento, você começará a viver com dores, remédios, mudanças radicais na alimentação ou até no seu visual, como é o caso de pessoas que passam por sessões de quimioterapia.

  • Judy Gann, autora do livro "The God of all Comfort: Devotions of Hope for Those Who Chronically Suffe" (O Deus de toda consolação: Devoções de esperança para quem cronicamente sofre - em tradução livre) é uma prova disso. Ela venceu um câncer de mama, sofre de fibromialgia, além de ter outras doenças autoimunes. Porém, ela pegou todo o sofrimento e transformou em algo para poder ajudar a confortar outras pessoas que também sofrem.

  • Georgia Shaffer, psicóloga e palestrante motivacional, também é um exemplo de vitória sobre a doença crônica. Em 1989, Georgia tinha só 2% de chance de sobreviver a reincidência de um câncer de mama. Ela perdeu o emprego e seu marido a deixou. Depois de conseguir reunir forças para refazer a vida, ela escreveu o livro "A Gift of Mourning Glories — Restoring Your Life After Loss" (Um presente da glória do luto - Restaurando sua vida depois da perda, em tradução livre). O livro é um guia para todos os que sofrem.

  • Advertisement
  • Veja algumas das sugestões que ela dá para que a fase seja passada de forma mais tranquila.

  • 1. Ore a Deus

  • Conversar com Deus é o início da busca pela paz emocional e espiritual que provavelmente tenha ido embora com a descoberta da doença. A tranquilidade da oração pode fazer você descobrir qual o propósito que Deus tem para você nessa fase. Não se intimide, converse abertamente com Ele. Peça respostas por meio da bíblia e dos conselhos de outras pessoas. Talvez, esse seja o momento perfeito para iniciar um livro, por exemplo.

  • 2. Questione-se

  • O que você realmente gosta de fazer? Como a sua experiência pode ajudar outros que passam pela mesma situação? Lembre-se do que você queria para sua vida quando ainda era jovem.

  • 3. Redescubra dons e talentos

  • Talvez, você tenha que ficar um tempo longe do trabalho ou apenas diminuir um pouco o ritmo agitado do dia a dia. Você pode fazer do seu hobby uma ajuda para o seu próprio tratamento. Escrever, fotografar, cuidar do jardim, fazer uma aula de música ou aprender a tocar um instrumento musical, além de trabalhos manuais podem ser uma saída para deixar a mente ocupada.

  • 4. Assuma riscos calculados

  • Você estará vivendo algo totalmente novo. Incluir um novo desafio também pode fazer você passar pelo momento com mais garra. Voltar para a faculdade é uma boa ideia ou começar um curso universitário também, caso ainda não tenha feito. São experiências valiosas que vão deixá-lo mais forte para a luta e com novas informações. Você terá outras coisas para pensar, além da doença.

  • 5. Elimine relacionamentos tóxicos de sua vida

  • Se você tem pessoas que não trazem boas energias para você, afastasse delas. Se forem relacionamentos que a culpam pelos problemas, criticam suas escolhas e descontam seus sentimentos em cima de você, é preciso estabelecer um limite para que a sua vida siga tranquila.

  • 6. Perdoe quem falhar com você

  • Com o tempo, seus amigos lhe faltaram, colegas de trabalho lhe faltaram, até mesmo sua igreja lhe faltará. Perdoe-os e siga em frente.

  • 7. Aprenda a escolher entre "o bom" e "o melhor"

  • Você terá que fazer escolhas, talvez por questões físicas ou emocionais. Veja o que será mais proveitoso para sua vida. Se tiver dúvidas, pergunte para outra pessoa e veja a perspectiva dela sobre o assunto.

  • Compartilhe os seus dons e talentos. Ser voluntário em alguma causa é uma maneira de se sentir útil e uma forma de sair do isolamento social que uma doença crônica pode levar. A trilha que uma pessoa que sofre caminha é uma experiência muito relevante para a vida de outros que podem estar passando pelos mesmos problemas ou algo semelhante.

  • Advertisement
  • Leia também: Quando coisas ruins acontecem a pessoas boas.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Caroline é uma jornalista catarinense que optou por ser mãe em tempo integral depois do nascimento dos filhos. Ama escrever e ainda acredita que pode mudar o mundo com isso.

7 formas de manter-se positivo quando vivendo com uma dor crônica

Uma doença crônica pode mudar o rumo da sua vida, porém, ela também pode dar um sentido para ela. Veja como AQUI.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr