10 dicas de casamento que toda esposa precisa ouvir

Estou no meu terceiro casamento e tenho aprendido algumas coisas ao longo do caminho. Aqui estão 10 dicas conjugais de uma mulher que passou pelo divórcio.

134,670 views   |   876 shares
  • Este artigo foi publicado originalmente no blog Eight Rising. Foi reproduzido aqui com permissão da autora Karen Lodato. Traduzido e adaptado por Stael F. Pedrosa Metzger.

  • O artigo Eu traí minha esposa - 14 coisas que aprendi que você precisa aprender também, foi escrito por um homem divorciado que realmente caracteriza alguns conselhos sobre o casamento. Eu tenho que aplaudir esse cara. É preciso coragem para abrir-se e ser transparente sobre suas falhas. É igualmente recomendável dizer como você faria as coisas de forma diferente.

  • Uma coisa que falta no seu post, no entanto, é a perspectiva feminina. Depois de ler o que ele postou, eu queria tomar um tempo e escrever algumas coisas que aprendi nos últimos 10 anos. Veja - Agora estou em meu terceiro casamento. Quando as pessoas descobrem esta verdade sobre mim, suas reações são geralmente muito estranhas. É quase como se estivessem esperando que eu ficasse constrangida em admiti-lo. Embora passar por dois divórcios tenha sido doloroso em minha vida, eu só me sentiria envergonhada se eu tivesse passado por isso sem ser capaz de dizer que aprendi uma ou duas coisas. Meu marido e eu já passamos ambos pelo divórcio antes, e isso traz uma perspectiva única sobre o que fazer e o que não fazer ao lidar com seu cônjuge. Não me interpretem mal - nosso casamento não é perfeito, mas nossos fracassos em relacionamentos passados moldam as decisões que tomamos e a maneira como tratamos um ao outro, e para ser honesta, eu sou feliz que tenhamos passado por isso. Aprendemos mais e agora fazemos as coisas de uma maneira melhor.

  • Por isso, eu gostaria de oferecer a minha versão de dicas sábias de casamento - de uma mulher que triunfou nas águas turvas do divórcio.

  • 1. Respeite seu marido

  • Observe que não estou dizendo "Respeite seu marido se ele fizer por merecer." A maior necessidade do homem neste mundo é ser respeitado, e a pessoa de quem ele mais deseja respeito é sua esposa. A armadilha em que todos caímos é pensar que nossos maridos só merecem o nosso respeito se fizerem por onde ganhá-lo. Sim, queremos que os nossos maridos tomem decisões que vão angariar o nosso respeito, mas a verdade é que o seu marido é um ser humano. Um ser humano que comete erros. Este é o homem que você escolheu para caminhar junto e conduzir a sua família o resto de sua vida e só por isso ele já merece seu respeito.

  • Advertisement
  • Aprenda comigo - quando o respeito é dado, ainda que não merecido, isso irá motivá-lo a conquistar mais respeito. O que não significa que você deva fingir que as escolhas dele são boas quando não são. Coisas assim ainda precisam ser conversadas, mas você pode detalhar suas diferenças com respeito. Faz toda a diferença do mundo para ele.

  • 2. Guarde o seu coração

  • A grama não é mais verde do outro lado. Não acredite na mentira de que com um sujeito mais magro, com um salário mais elevado, um carro mais rápido, ou uma casa maior, você será uma mulher mais feliz. O mundo está cheio de coisas e pessoas que servirão como lembretes de que você não tem o melhor dos melhores, mas isso simplesmente não é verdade. Viva a vida com a qual tem sido abençoada, e seja grata. Entendo que todos têm suas lutas, e há momentos em que eu gostaria de uns 300 metros quadrados de casa a mais para morar, mas metros quadrados não vão nos preencher – bons relacionamentos sim. Guarde o seu coração de coisas e pessoas que vão tentar convencê-lo de que a sua vida ou o seu marido não são bons o suficiente. Haverá sempre mais - o maior, mais rápido, mais forte, ou mais brilhante - mas você nunca vai estar satisfeito com mais até que você esteja satisfeito com o que você tem agora.

  • 3. Deus, marido, filhos... Nessa ordem

  • Eu sei que isto não é uma filosofia popular, especialmente entre as mães, mas me ouça. Não é nenhum segredo que a minha fé é de extrema importância e Deus vem em primeiro lugar na minha vida, não importa o quê. Mas, independente de seu sistema de crenças, seu marido deve vir antes de seus filhos. Agora, a menos que você esteja casada com alguém que é abusivo (caso em que aconselho a procurar ajuda além da que o meu artigo pode lhe dar), ninguém no seu perfeito juízo iria pedir que você colocasse seus filhos de lado e servisse a todas as necessidades do seu marido em detrimento de seus filhos. Não é isso que quero dizer.

  • Quando você embarca em um avião, os comissários de bordo são obrigados a passar instruções para emergências antes da decolagem. Ao explicar a parte sobre como operar a máscara de oxigênio, os passageiros são instruídos a primeiro colocar a máscara em si antes de colocá-la em seus filhos pequenos. Isso é porque eles acham que você é mais importante do que os seus filhos? Absolutamente não. Mas você não pode efetivamente ajudar o seu filho se você não consegue respirar sozinho. O mesmo acontece com o casamento e paternidade. Vocês não podem efetivamente ser bons pais para seus filhos se seu casamento está caindo aos pedaços.

  • Advertisement
  • Aprenda comigo - eu tentei. Haverá um momento em que os seus filhos vão sair de casa para perseguir seus sonhos como adultos. Se você ainda não cultivou uma relação duradoura com o seu cônjuge, vocês terão um ninho vazio e corações vazios.

  • 4. Perdoe

  • Ninguém é perfeito. Todo mundo comete erros. Se você fizer do perdão um hábito - para tudo, desde grandes erros até pequenos aborrecimentos (todos os dias eu tenho que perdoar meu marido por deixar a toalha molhada no banheiro) - você vai evitar que o ressentimento cresça.

  • 5. Comunicação

  • Eu tinha o mau hábito de não falar os meus sentimentos. Usava o velho jargão "Você deve saber por que eu estou com raiva" e isso é francamente injusto. Os homens não são antenados como as mulheres, e eles nem sempre percebem que foram insensíveis. Eu ainda estou trabalhando nessa área, e muitas vezes há momentos em que meu marido tem que "arrancar" algo de mim, mas eu estou tentando me lembrar que eu preciso comunicar o que sinto.

  • 6. Agendar uma data regular para sair

  • Essa não é nova, mas é muito importante. Nunca pare de namorar o seu cônjuge. Mesmo se você não puder pagar um jantar e um filme (o que raramente podemos), passar regularmente algum tempo só os dois juntos é essencial. Não falem sobre as contas, compromissos, ou as crianças. Frankie e eu muitas vezes fazemos planos para o nosso futuro, ou nossas férias dos sonhos. Aproximamos-nos emocionalmente e, muitas vezes aprendemos algo novo sobre o outro - mesmo depois de quatro anos.

  • 7. Nunca diga a palavra "D"

  • Se você disser, é melhor estar certa de que vai fazê-lo. Simplesmente ameaçar o outro com divórcio não é uma briga justa. Eu fiz isso muito em meus casamentos anteriores. Eu não me orgulho nem um pouco, mas eu aprendi com isso. Eu estava sofrendo profundamente, e eu queria fazê-lo sofrer também, mas isso nunca me fez sentir melhor.

  • 8. Aprenda a linguagem do amor

  • Todo mundo tem uma linguagem de amor. A maneira como você percebe o amor é muitas vezes diferente da maneira de seu cônjuge. Ele gosta de ouvir afirmações amorosas ou ele responde melhor quando você lhe dá presentes? Seja qual for a sua linguagem de amor – aprenda e use-a.

  • 9. Nunca fale negativamente sobre ele

  • Aprendi essa lição da maneira mais difícil também. Se você está passando por um momento turbulento em seu casamento e você precisa de conselhos, consulte um terapeuta. Aconselhamento familiar é uma ótima ferramenta, mas tente lembrar-se de que seus familiares e amigos não são as pessoas mais objetivas para dar conselhos. Os argumentos que eles ouvem são unilaterais, o que muitas vezes constrói sentimentos negativos para com o seu cônjuge, e geralmente não diminui mesmo que você e seu marido já tenham superado o problema. Proteja a imagem dele junto àqueles que estão próximos e busque a ajuda daqueles que podem realmente ser objetivos. Atenção, senhoras - sua mãe não é alguém objetivo!

  • Advertisement
  • 10. Escolha amar

  • Há momentos no casamento em que você pode acordar e não se sentir mais apaixonada. Escolha amar de qualquer maneira. Há momentos em que você não sente atração por seu marido mais. Escolha amar de qualquer maneira. O casamento é um compromisso. Na doença e na saúde, nos bons e maus momentos. Esses votos são sagrados. Eles não dizem "se você passar por maus momentos..." Dizem "em tempos bons e maus", o que implica que haverá maus momentos. É inevitável. Então escolhamos amar de qualquer maneira. Vale a pena.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

10 dicas de casamento que toda esposa precisa ouvir

Estou no meu terceiro casamento e tenho aprendido algumas coisas ao longo do caminho. Aqui estão 10 dicas conjugais de uma mulher que passou pelo divórcio.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr