6 formas de cultivar a amizade entre irmãos

Aqui estão algumas dicas super úteis para fazer seus filhos mais amigos, acabar com as brigas e conquistar a paz e felicidade no lar.

5,665 views   |   7 shares
  • Este artigo foi publicado originalmente no blog Whitsonlife.com e republicado aqui com permissão dos autores Matty e Becca Whitson. Traduzido e adaptado por Sarah Pierina.

  • Todos nós queremos que nossos filhos se deem bem. Na verdade, a maioria de nós se atreveria a dizer que queremos que nossos filhos sejam amigos uns dos outros. Infelizmente, pais que sonham com seus filhos brincando juntos enquanto crescem geralmente se sentem mais como juízes que nunca tiram férias.

  • Embora ainda estejamos tentando descobrir como as coisas funcionam com três filhos, nós temos nossos primeiros dois filhos já faz sete anos. Eles se dão muito bem. Parte disso é personalidade, e outra parte disso é porque nós tentamos criar intencionalmente um ambiente onde eles cresceriam e naturalmente se tornariam amigos.

  • Aqui estão algumas dicas que aprendemos durante essa jornada para cultivar a amizade entre irmãos:

  • 1. Dê-lhes espaço

  • Nosso filho de nove anos precisa de um tempo sozinho. Ele precisa de silêncio, e precisa de descanso por causa de seu papel de irmão mais velho. Mesmo que não faça isso todos os dias, nós falamos para ele desde quando ele se tornou um irmão que sempre que quiser ele pode passar um tempo sozinho em seu quarto.

  • Nós respeitamos e protegemos esse tempo, o que frequentemente significa manter os irmãos mais novos longe do quarto dele. Por ser introvertida, eu entendo a necessidade dele de estar sozinho e em silêncio para descansar. Nossos dois filhos mais novos não precisam de tempo sozinhos, e isso não é um problema. Mas ao respeitarmos as necessidades de Will, estamos ajudando eles a entenderem que as pessoas têm necessidades diferentes. Isso ajuda Will a manter-se paciente com seu irmão e irmã, e também dá aos dois menores um tempo para brincarem juntos. Nós também nunca forçamos para que eles brincassem juntos. Nós respeitamos o espaço literal e figurativo deles.

  • 2. Não os force a compartilhar

  • Pelo menos não tudo. Nós achamos que compartilhar é bem mais fácil quando você não tem que compartilhar tudo.

  • Cada um de nossos filhos tem pelo menos alguns brinquedos ou livros que são somente de cada um deles. Eles podem compartilhar essas coisas quando e se quiserem. Eles não podem entrar no quarto um dos outros e bagunçarem o que não é deles sem permissão. Ser criança já é difícil demais. Ter propriedades pessoais torna as coisas um pouco mais fáceis. Essa também é uma grande maneira de ensinar limites.

  • Advertisement
  • 3. Formem um time

  • Não, você não precisa ter uma quantidade de filhos que seja suficiente para formar literalmente um time. Ainda bem. Mas você pode promover um ambiente de trabalho em equipe dentro de sua família. Quando realizamos algo juntos, mesmo que seja algo pequeno como limpar o carro (ok, geralmente isso é uma tarefa grande) ou algo ainda maior como terminar uma longa caminhada quando todos nós queríamos desistir, nós celebramos nosso trabalho em equipe. Eu geralmente sou a bobona que diz, "Vai time Whitson!". Quando Kariah entrou para nossa família, ela não queria ser uma Whitson. Nós não forçamos isso, mas começamos a falar bastante sobre Time Whitson.

  • Com qualquer realização, nós gritávamos "Vai Time Whitson!" até que depois de um certo tempo ela começou a dizer, "Eu quero ser parte do Time Whitson!" E pudemos então garantir a ela que ela já fazia parte do time e que sempre fará. Isso também vale para a forma como falamos com eles quando estão longe de nós. Eles sabem que sempre devem estar unidos, porque eles são uma equipe.

  • 4. Limite o tempo com os amigos

  • Nossos filhos têm nove, sete e cinco anos. Nós valorizamos as amizades que eles têm, mas nessas idades, a maior parte do tempo com os amigos é durante o período de aula ou nos treinos de baseball.

  • Quando eles brincam em casa, às vezes estão junto com um primo ou algum amiguinho da nossa rua, mas geralmente eles brincam juntos. E eles gostam disso. Porque o tempo de assistir TV é limitado, a imaginação deles é livre para explorar enquanto eles constroem memórias juntos.

  • 5. Pare de se fazer de juiz

  • A menos que nossos filhos estejam prestes a machucar um ao outro, nós tentamos não interferir. Se nós controlarmos constantemente suas brigas, estaremos ensinando-os que nós não confiamos que eles sejam capazes de resolver por si mesmos. E não importa o que digamos, cada um deles provavelmente sentirá que estamos tomando partido do outro.

  • Resolução de problemas é uma habilidade muito valiosa, mas seu filho não terá a chance de aprender se você se prontificar a fazer isso por ele o tempo todo. E acredite em mim, nós sabemos que é tentador, mesmo que seja apenas para conseguir alguns momentos de tranquilidade.

  • 6. Invista tempo de qualidade para cada um de seus filhos

  • Mesmo que isso pareça mais uma maneira de construir o relacionamento entre pai e filho, e realmente é, também é uma ótima maneira de combater rivalidade entre irmãos. Quando a reserva de amor das crianças está cheia, elas são muito menos propensas a competir pela atenção dos pais. Porque já a têm.

  • Advertisement
  • A rivalidade entre irmãos é normal e não pode ser completamente eliminada, mas eu não tenho certeza se quero eliminar essa rivalidade. Mesmo que ouvir nossos filhos brigando nos deixe loucos, sabemos que eles estão aprendendo valiosas habilidades que usarão pelo resto de suas vidas. Nossas primeiras interações com outras pessoas na vida geralmente são com irmãos. É uma ótima maneira de ensinar nossos filhos a se relacionarem com outras pessoas, solucionar problemas e serem bondosos quando eles não querem ser bondosos.

  • Essas são apenas algumas das maneiras que nós ajudamos nossos filhos a serem amigos uns dos outros. O que tem funcionado em sua família?

  • Leia também: 10 resoluções para acabar com a rivalidade entre irmãos

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

I’m Becca. I’m a Jesus-follower, wife, mom, and counselor. Some of my favorite things are reading, writing, travel, and spending time with my sweet family. I have a child-like sense of wonder about all of Creation, which is the only thing that keeps me sane when we drive for hours looking for deer and dove. I still gasp every time we drive under a canopy of trees. Pretty sure they think I’m ridiculous. I’m also learning more about baseball everyday and seriously considering just sleeping in my car at the ballpark. Our new daughter has no idea what her summers will be like from now on. Hope she likes nachos! My path to a career in counseling was paved with loss and grief in my twenties. Infertility, miscarriage, and adoption loss rolled over me like a tidal wave, and I could barely catch my breath. So few people were talking about those issues, and I often felt alone. I knew God would use that pain to help others in similar circumstances. He has allowed me to walk through life’s difficulties with others ever since, and I’m forever grateful for the purpose He’s given my pain.

Website: http://whitsonlife.com/

6 formas de cultivar a amizade entre irmãos

Aqui estão algumas dicas super úteis para fazer seus filhos mais amigos, acabar com as brigas e conquistar a paz e felicidade no lar.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr